Neoliberalismo, distopias e Bolsonaro

Neoliberalismo, distopias e Bolsonaro

Leda Paulani – Lógicas neoliberais. Despolitização e valores individualistas. Perseguição judicial e erros do PT. Combinados, estes ingredientes produziram a tempestade perfeita e o desastre. A eleição de Jair Bolsonaro para a presidência da república do Brasil deixa o mundo estarrecido. Seu estilo autoritário e agressivo, sua apologia à tortura, suas continuadas ofensas a determinados … Continue lendo »
Eleição de Bolsonaro marca fim da Nova República, diz historiadora

Eleição de Bolsonaro marca fim da Nova República, diz historiadora

Lucas Neves – Historiadora francesa Maud Chirio, que pesquisa a direita brasileira, rejeita a ideia de que Bolsonaro vá moderar seu discurso ao chegar ao Planalto e se declara cética em relação ao equilíbrio entre Poderes no governo do presidente eleito. A ascensão de Jair Bolsonaro ao poder entrará para os livros de história como marco final … Continue lendo »
O olhar antigo do novo presidente do Brasil

O olhar antigo do novo presidente do Brasil

Dal Marcondes – A pauta socioambiental esteve no centro das atenções do presidente eleito Jair Messias Bolsonaro durante sua campanha vitoriosa em direção ao Palácio do Planalto A crítica à estrutura de governança socioambiental foi o mote de muitos discursos do presidente eleito. Para ele os controles e fiscalizações promovidos por órgãos públicos como o Instituto … Continue lendo »
Militarismo com neoliberalismo, tragédia para a economia

Militarismo com neoliberalismo, tragédia para a economia

Pedro Rossi – Diferentemente de Temer, que abraçou por inteiro a agenda do mercado financeiro, Bolsonaro se lançaria em estratégia militarista para oferecer resultados em segurança pública e combate à corrupção, o que não combina com Estado mínimo. A contradição é receita para o desastre. A leitura do programa econômico do Bolsonaro aponta para dois … Continue lendo »
Os ricos, os pobres e os precariados: os 3 tipos de eleitores de Bolsonaro

Os ricos, os pobres e os precariados: os 3 tipos de eleitores de Bolsonaro

Rosana Pinheiro-Machado – Uma possibilidade de lidar com o atual cenário político é partir do princípio de que metade da população é composta por fascistas, ignorantes – ou ambos. Sendo assim, podemos jogar a toalha e repetir que cada povo tem o governante que merece. Outra possibilidade, que me parece mais interessante, é diferenciar esse espectro … Continue lendo »
O ódio saiu do armário

O ódio saiu do armário

Ricardo Machado – ”O que temos vivido há anos é um processo de normalização do ódio político”, aponta, sem mais delongas, Adriano Pilatti em entrevista. O que temos vivido há anos é um processo de normalização do ódio político”, aponta, sem mais delongas, Adriano Pilatti em entrevista por e-mail à IHU On-Line. “O que está em erupção hoje é … Continue lendo »
Por que figuras folclóricas, medíocres e violentas como Bolsonaro acabam desafiando a razão e a inteligência?

Por que figuras folclóricas, medíocres e violentas como Bolsonaro acabam desafiando a razão e a inteligência?

JUAN ARIAS – Mais do que os valores que defendem, esses personagens inimigos da democracia e da liberdade são fruto dos erros dos que os precederam. O capitão reformado Jair Messias Bolsonaro, de extrema direita, com ideias fascistas, que discrimina as minorias, denigre as mulheres, exalta a tortura e defende a violência, lidera as intenções de voto nas eleições … Continue lendo »
Farda, família e mercado: os homens que compõem o círculo de poder de Bolsonaro

Farda, família e mercado: os homens que compõem o círculo de poder de Bolsonaro

Gil Alessi e Afonso Benites – O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) é frequentemente chamado por seu círculo mais próximo pelo apelido de 01, uma referência ao papel de liderança que o capitão da reserva desempenha na campanha. Se ele é o 01, o cargo de 02 é disputado por vários membros … Continue lendo »