Marielle e nossa brutalidade política

Marielle e nossa brutalidade política

Rôney Rodrigues – Execuções de ativistas por direitos humanos crescem no Brasil. Pesquisador adverte: é hora de frear as milícias e o discurso de violência difundido por Bolsonaro – ou país se transformará em túmulo da democracia. Foram treze disparos efetuados a partir do Chevrolet Cobalt, em uma execução que reacenderia o debate sobre assassinatos … Continue lendo »
O PODER DAS MILÍCIAS NO BRASIL

O PODER DAS MILÍCIAS NO BRASIL

Esta vídeo-aula integra o ABC de segurança pública de Luiz Eduardo Soares na TV Boitempo. Nas últimas semanas, a imprensa noticiou as de tentativas feitas por parte de figuras como o governador do RJ Wilson Witzel e o senador Major Olímpio, de intimidação e censura de um debate a respeito do livro “Desmilitarizar: segurança pública … Continue lendo »
Chicotear negro pobre é permitido no país que celebra o racismo e a tortura

Chicotear negro pobre é permitido no país que celebra o racismo e a tortura

Leonardo Sakamoto – Um jovem negro foi despido, amordaçado e chicoteado por dois capatazes após tentar um furto de valor irrisório em um comércio em São Paulo. Essa história, que poderia relatar o violento cotidiano do século 17, na verdade refere-se ao violento cotidiano do século 21. Na periferia da capital paulista, um rapaz de … Continue lendo »
‘Com esse cabelo, é prisão preventiva’: o racismo nas audiências de custódia

‘Com esse cabelo, é prisão preventiva’: o racismo nas audiências de custódia

Arthur Stabile – Estudo do IDDD também mostra que denúncia de violência policial aparece 1 em cada 4 audiências, mas apenas 1% dos casos é investigado. Ser um homem negro, jovem e da periferia aumenta muito a sua chance de passar por uma audiência de custódia: 64,1% das pessoas atendidas em audiências são negras, 65% … Continue lendo »
Segurança pública: hora de trazer a pauta para a esquerda

Segurança pública: hora de trazer a pauta para a esquerda

Almir Felitte – Grupo de policiais antifascista de SP quer combater o discurso da bala, que ajudou a eleger Bolsonaro, Doria e Witzel. Propõe novo modelo de combate à violência: policiamento comunitário e união entre baixa patente e população marginalizada. A eleição do ano passado foi, sem dúvidas, uma das que mais levantaram debates dentro da … Continue lendo »
Polícias mataram 881 pessoas em 6 meses no RJ. Nenhuma em área de milícia

Polícias mataram 881 pessoas em 6 meses no RJ. Nenhuma em área de milícia

Sérgio Ramalho – Levantamento feito pela reportagem do UOL mostra que, das 881 mortes registradas em operações policiais no 1º semestre deste ano no estado do RJ, nenhuma aconteceu em área de domínio da milícia no estado. A análise do número recorde de homicídios em decorrência de “intervenções de agentes do estado”, como o Instituto de Segurança Pública … Continue lendo »