No Brasil, dois países: para negros, assassinatos crescem 23%. Para brancos, caem 6,8%

No Brasil, dois países: para negros, assassinatos crescem 23%. Para brancos, caem 6,8%

GIL ALESSI – Atlas da Violência 2018 aponta que desigualdade racial no Brasil “se expressa de modo cristalino no que se refere à violência letal”. O alagoano J.S, 21, infelizmente tinha contra si dois fatores. Era jovem e negro. Em seu Estado isso significa que ele tinha as mesmas chances de ser assassinado do que se morasse em El Salvador, … Continue lendo »
“Armar a população não é solução”, diz diretor de documentário sobre violência no Rio

“Armar a população não é solução”, diz diretor de documentário sobre violência no Rio

Carlos Helí de Almeida – Três anos atrás, o documentarista Renato Martins iniciava as pesquisas de “Caldo de Cana”, seu primeiro longa-metragem de ficção, sobre um empresário carioca que vê sua vida virar de ponta-cabeça quando o filho se envolve com traficantes de drogas. A apuração junto a policiais, advogados, juízes e vítimas da guerra ao … Continue lendo »
Olhar conflitante

Olhar conflitante

Christina Queiroz – Livro reúne imagens de revoltas, revoluções e guerras civis e compõe narrativa histórica sobre o Brasil (foto em destaque) Rendição de integrantes da Aeronáutica que sequestraram aviões para depor o presidente Juscelino Kubitschek (Aragarças, GO, 1959) Fotografias antigas, identificadas em uma pesquisa multidisciplinar desenvolvida durante dois anos e financiada pelo Instituto Moreira … Continue lendo »
Apelo sem proselitismo algum

Apelo sem proselitismo algum

Aírton Paschoa – O desfecho da eleição ameaça seriamente a existência de quatro pessoas que me são infinitamente queridas — necessárias como o ar que respiro, pois da existência delas depende a minha. Queridxs amigxs, Como sabem, nunca fui de fazer proselitismo político e não é nesta altura da vida que o faria. Vou pedir-lhes apenas … Continue lendo »
Ataque a Bolsonaro despolitiza debate e põe esquerda no alvo

Ataque a Bolsonaro despolitiza debate e põe esquerda no alvo

Sergio Lirio — A exploração política do episódio, diz o filósofo, tende a esvaziar a discussão de propostas e abre espaço para o candidato ampliar o eleitorado. Em março, quando a caravana de Lula foi alvejada por tiros e uma parte dos brasileiros, entre eles Jair Bolsonaro, aplaudiu o ataque, o filósofo Vladimir Safatle alertou em entrevista a CartaCapital para … Continue lendo »
O ‘pior campo de refugiados do mundo’, onde até crianças tentam o suicídio

O ‘pior campo de refugiados do mundo’, onde até crianças tentam o suicídio

Catrin Nye – A vida no ‘pior campo de refugiados do mundo’. No campo de refugiados de Moria, na ilha grega de Lesbos, a violência é mortal. A organização humanitária Médicos Sem Fronteiras diz que a situação está tão crítica que até crianças de dez anos tentaram suicídio. O abrigo está superlotado e enfrenta condições sanitárias … Continue lendo »
“PCC não tem dono. É uma fraternidade do crime”, diz sociólogo que estuda a facção

“PCC não tem dono. É uma fraternidade do crime”, diz sociólogo que estuda a facção

Flávio Costa e Luís Adorno – Gabriel Feltran considera que a facção não tem uma estrutura centralizada de mando. Nem uma empresa do crime ou apenas uma estrutura de caráter militar. Maior facção criminosa do país e presente em todos os estados, o PCC (Primeiro Comando da Capital) é uma fraternidade. Uma sociedade secreta cujo objetivo … Continue lendo »
Brasil, 64 mil mortos: Sob o medo, promessa tosca de campanha faz sucesso

Brasil, 64 mil mortos: Sob o medo, promessa tosca de campanha faz sucesso

Leonardo Sakamoto – O Brasil teve 63.880 mortes violentas intencionais, em 2017, de acordo com levantamento divulgado, nesta quinta (9), pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Isso representou um crescimento de 2,9% em relação ao ano anterior. Foram 55.900 homicídios dolosos (alta de 2,1%), 2.460 latrocínios (queda de 8,2%) e 955 lesões corporais seguidas de morte … Continue lendo »
Combate a homicídios deve considerar territorialidade, diz Ipea

Combate a homicídios deve considerar territorialidade, diz Ipea

Alex Rodrigues – Além de mais frequentes em poucas cidades brasileiras, os homicídios concentram-se em poucas regiões dos municípios mais violentos do país. É o que revela o Atlas da Violência 2018 – Políticas Públicas e Retratos dos Municípios Brasileiros, divulgado hoje (15) pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro … Continue lendo »