Terrorismo de Estado e Soleimani

Terrorismo de Estado e Soleimani

Marcelo Zero – Os EUA praticam terrorismo de Estado há muito tempo. Fazem o que querem, muitas vezes à margem do sistema de segurança coletiva da ONU, sempre que consideram necessário ou desejável. Deflagram guerras, derrubam governos, torturam e assassinam em nome da “democracia”, dos “direitos humanos”, do “combate ao terrorismo” e da suposta necessidade de … Continue lendo »
A esquerda, os militares, o imperialismo e o desenvolvimento

A esquerda, os militares, o imperialismo e o desenvolvimento

José Luís Fiori – As grandes potências são aqueles Estados de toda parte da Terra que possuem elevada capacidade militar perante os outros, perseguem interesses continentais ou globais e defendem estes interesses por meio de uma ampla gama de instrumentos, entre eles a força e ameaças de força, sendo reconhecidos pelos Estados menos poderosos como … Continue lendo »
Chomsky: o declínio e a arrogância dos EUA

Chomsky: o declínio e a arrogância dos EUA

Le Monde Diplomatique Brasil – Washington perde hegemonia a cada ano, à medida em que emergem potências como a China. Tenta compensar com força militar e embrutecimento. A esta queda deve-se a perseguição a Julian Assange — cuja vida corre risco. Sem whistleblowers e jornalismo investigativo, governos são livres para abusar de seu poder e manter a população … Continue lendo »
Entrevista com Noam Chomsky: o maior desafio ao poder estatal

Entrevista com Noam Chomsky: o maior desafio ao poder estatal

Plataforma 9 – Os governos do Reino Unido e dos EUA estão usando o tratamento horrendo de whistleblowers como Chelsea Manning e editores como Julian Assange, como exemplo. O tratamento de Julian Assange é um dos casos mais extremos disso. Independentemente de suas opiniões pessoais sobre as decisões dele como editor, é preciso entender que esse caso … Continue lendo »
Ex-agente duplo conta como a CIA promove ‘guerras não violentas’ para implodir governos

Ex-agente duplo conta como a CIA promove ‘guerras não violentas’ para implodir governos

Marco Weissheimer – A missão da CIA para Raúl Capote era formar líderes universitários e criar o projeto “Genesis”, com o objetivo de estabelecer em Cuba a estratégia do “golpe suave”, elaborada por autores como Gene Sharp. Entre 2004 e 2011, o escritor e professor cubano Raúl Antonio Capote Fernández atuou, a pedido da inteligência … Continue lendo »
Guedes expõe o Brasil a reviver o pesadelo da vulnerabilidade externa

Guedes expõe o Brasil a reviver o pesadelo da vulnerabilidade externa

CARLOS DRUMMOND – A combinação de medidas econômicas desastrosas empurra o País para uma crise cambial e fragiliza proteção contra choques externos. Naquilo que depender do ministro Paulo Guedes, a vulnerabilidade externa, pesadelo da economia nos anos 1980 e 1990, talvez volte a abalar o País antes do que se imagina, alertam vários economistas. Não … Continue lendo »
Desde 2017, Estados Unidos já doaram R$ 2,3 bilhões à oposição venezuelana

Desde 2017, Estados Unidos já doaram R$ 2,3 bilhões à oposição venezuelana

Michele de Mello – Agência estadunidense anunciou nova remessa de R$ 216 milhões em encontro com embaixador nomeado por Juan Guaió. Na história recente, esta é uma das primeiras vezes que a Casa Branca anuncia o envio direto de dinheiro a um setor opositor em outro país “Fiquei impressionado com a liderança deles desde que … Continue lendo »
A soberania do Facebook

A soberania do Facebook

Laura Carvalho – Jogando água no moinho dos que o acusam de ter um plano de dominação mundial, o Facebookanunciou a libra, sua própria moeda digital. Diferentemente de outras criptomoedas, que servem essencialmente para fins especulativos, a empresa almeja fazer dela um meio de pagamento efetivo para seus mais de 2 bilhões de usuários, incluindo os … Continue lendo »
Como o FMI e o Banco Mundial asseguram o “imperialismo alimentar” dos EUA

Como o FMI e o Banco Mundial asseguram o “imperialismo alimentar” dos EUA

Redação – Análise do economista Michael Hudson pode ajudar a entender contexto brasileiro de subordinação à Casa Branca. Pobreza e austeridade são uma solução econômica que está incorporada no modelo do Banco Mundial e do FMI, avalia Hudson Desemprego em alta, privatizações, perda de direitos, reformas que privilegiam o sistema financeiro em detrimento da classe … Continue lendo »
Perdas e danos

Perdas e danos

Laura Carvalho – Embora muitos detalhes do acordo comercial firmado por Mercosul e UE (União Europeia) na sexta-feira (28) ainda não tenham sido divulgados, seus efeitos de curto e longo prazo sobre o bem-estar da população, os diferentes setores produtivos nas duas regiões e o ambiente já vêm sendo objeto de discussão nos países envolvidos. Em linhas gerais, … Continue lendo »