Novo projeto de poder de Bolsonaro, a Aliança pelo Brasil é o primeiro partido neofascista do país

Novo projeto de poder de Bolsonaro, a Aliança pelo Brasil é o primeiro partido neofascista do país

João Filho – Bolsonaro alugou um partido nanico, ajudou a transformá-lo em um dos maiores partidos do Brasil e agora o abandona após uma tentativa fracassada de golpe para tomar o seu controle e abocanhar o fundo partidário. Pela ótica da dinâmica política tradicional, esse jogo é uma loucura que levaria ao enfraquecimento e isolamento do governo. … Continue lendo »
‘Pessoas repassam fake news não pela veracidade, mas porque reforçam suas convicções’

‘Pessoas repassam fake news não pela veracidade, mas porque reforçam suas convicções’

Ubiratan Brasil – Livro organizado pela jornalista Mariana Barbosa reúne artigos sobre a preocupante realidade da indústria de notícias falsas na internet. A abundância de informação disponível na internet revela que o avanço tecnológico promoveu, de fato, uma democratização da informação, mas, por outro lado, também abriu brecha para a difusão de notícias falsas, cujas consequências geralmente … Continue lendo »
Lições do Dia dos Professores em tempos de patrulha ideológica

Lições do Dia dos Professores em tempos de patrulha ideológica

Matheus Pichonelli – Dois deputados invadiram o colégio Pedro 2º, no Rio, na semana passada, para colocar em prática uma espécie de pedagogia da intimidação em “defesa da educação”. Armados com celulares, eles tramaram uma “vistoria” para registrar uma suposta doutrinação dos estudantes em uma das mais tradicionais instituições de ensino do país. Um dos grandes problemas encontrados … Continue lendo »
A Era dos Coletivos de Solidão

A Era dos Coletivos de Solidão

Boaventura de Sousa Santos – A dominação social deste século só sobreviverá se criar novos sujeitos. Sociedades, onde os diferentes se relacionam, precisam ser reduzidas a massas inertes de indivíduos-dados. Esta distopia é, também, o calcanhar de aquiles do projeto. A combinação tóxica entre capitalismo, colonialismo e patriarcado que caracteriza este início de século, longe … Continue lendo »
“O Direito está sendo usado para fins de perseguição política no Brasil e no mundo”

“O Direito está sendo usado para fins de perseguição política no Brasil e no mundo”

CARLA JIMÉNEZ – Jurista espanhol, que ficou famoso por deter o ditador Augusto Pinochet em Londres, vê um risco no Judiciário brasileiro por tirar o foco dos fatos para personalizar sentenças, em referência ao ex-presidente Lula. Baltasar Garzón (Torres, Espanha, 1955) ascendeu muito cedo, ganhou holofotes por sua luta contra a corrupção, o narcotráfico e o … Continue lendo »
Driblando a democracia

Driblando a democracia

Steve Bannon, diretor de campanha de Donald Trump é também assessor da campanha de Jair Bolsonaro. O filme conta em detalhes as estratégias baseadas em fake news e roubo de dados pessoais, que foram usadas para levar Trump a vitória, enganando a América.
Empreendedorismo é mito em país que não cria trabalho digno, diz sociólogo

Empreendedorismo é mito em país que não cria trabalho digno, diz sociólogo

Ricardo Marchesan – O Ministério da Economia autorizou que os motoristas de aplicativo, como Uber, se formalizem por meio do MEI (microeemprendedor individual), e um dos membros da equipe econômica classificou esse tipo de trabalhador como “empresário dele mesmo”. Na mesma linha, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que os motoristas que prestam serviço por meio … Continue lendo »
DEMOCRACIA: CRISE E POSSIBILIDADES

DEMOCRACIA: CRISE E POSSIBILIDADES

Luis Felipe Miguel – Compatibilizar a vontade de democracia com a necessidade de representação é o desafio em aberto, porque os representantes são estimulados a prestar contas prioritariamente a detentores de recursos importantes (financiadores de campanha, meios de comunicação), em vez de prestá-las aos seus eleitores. A redução da democracia à competição eleitoral representa o … Continue lendo »
Desnacionalização não incrementou produtividade, aponta estudo

Desnacionalização não incrementou produtividade, aponta estudo

CARLOS DRUMMOND – A venda de empresas nacionais apenas reforçou um padrão de inserção externa frágil e subordinado. A alegação do governo de que algumas atividades podem parar por falta de dinheiro “é extremamente preocupante” e mostra que “ele está preso à armadilha que colocou: ao impor um teto real de gastos, mais regra de … Continue lendo »