Empreendedorismo é mito em país que não cria trabalho digno, diz sociólogo

Empreendedorismo é mito em país que não cria trabalho digno, diz sociólogo

Ricardo Marchesan – O Ministério da Economia autorizou que os motoristas de aplicativo, como Uber, se formalizem por meio do MEI (microeemprendedor individual), e um dos membros da equipe econômica classificou esse tipo de trabalhador como “empresário dele mesmo”. Na mesma linha, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que os motoristas que prestam serviço por meio … Continue lendo »
DEMOCRACIA: CRISE E POSSIBILIDADES

DEMOCRACIA: CRISE E POSSIBILIDADES

Luis Felipe Miguel – Compatibilizar a vontade de democracia com a necessidade de representação é o desafio em aberto, porque os representantes são estimulados a prestar contas prioritariamente a detentores de recursos importantes (financiadores de campanha, meios de comunicação), em vez de prestá-las aos seus eleitores. A redução da democracia à competição eleitoral representa o … Continue lendo »
Desnacionalização não incrementou produtividade, aponta estudo

Desnacionalização não incrementou produtividade, aponta estudo

CARLOS DRUMMOND – A venda de empresas nacionais apenas reforçou um padrão de inserção externa frágil e subordinado. A alegação do governo de que algumas atividades podem parar por falta de dinheiro “é extremamente preocupante” e mostra que “ele está preso à armadilha que colocou: ao impor um teto real de gastos, mais regra de … Continue lendo »
Não, não é “normal” a promiscuidade entre juiz e parte. Não é, mesmo!

Não, não é “normal” a promiscuidade entre juiz e parte. Não é, mesmo!

Lenio Luiz Streck – Uma coisa ficou marcada e institucionalizada na audiência no Senado desta quarta-feira (19/6) — a de que é normal a promiscuidade entre juiz e membro do MP. “Isso é normal.” Será? Benjamin Franklin dizia: “A cada minuto, a cada hora, a cada dia, estamos na encruzilhada, fazendo escolhas. Escolhemos os pensamentos que nos permitimos … Continue lendo »
“Quando você só acredita no que quer, não há como ter democracia”

“Quando você só acredita no que quer, não há como ter democracia”

NATALIA VIANA e CAROLINA ZANATTA – O pesquisador Aviv Ovadya explica quais serão as consequências do uso de tecnologias avançadas para a produção de mentiras espalhadas pelas redes sociais. Na tentativa de frear mais uma enxurrada de fake news – boatos fabricados para levar alguém a uma conclusão falsa sobre a realidade ou sobre um candidato – no … Continue lendo »
Pós-democracia

Pós-democracia

Frei Betto – O ban­queiro David Roc­ke­feller de­clarou à Newsweek In­ter­na­ti­onal, em fe­ve­reiro de 1999: “Nos úl­timos anos há uma ten­dência à de­mo­cracia e à eco­nomia de mer­cado em muitas partes do mundo. Isso re­duziu o papel dos go­vernos, algo fa­vo­rável aos ho­mens de ne­gó­cios. (…) Mas a outra face da moeda é que al­guém … Continue lendo »
Chegou o fim do liberalismo?

Chegou o fim do liberalismo?

JOSÉ MARÍA LASSALLE – A ideologia que nasceu contra o medo se encontra hoje abatida diante do ressurgimento de um fascismo rejuvenescido e tecnologizado. Os liberais vivem em choque. Aturdidos pelo impacto de uma realidade política que não assimilam. O século XXI está lhes caindo mal. Não compreendem por que foram golpeados tão intensamente no … Continue lendo »
Somos todos pós-verdade?

Somos todos pós-verdade?

Frei Betto – A res­posta é sim, se co­mun­gamos essa an­gústia, esse sen­ti­mento de frus­tração frente aos so­nhos idí­licos da mo­der­ni­dade. Quem diria que a re­vo­lução russa ter­mi­naria em gu­lags; a chi­nesa, em ca­pi­ta­lismo de Es­tado; e tantos par­tidos de es­querda as­su­mi­riam o poder como o vi­o­li­nista que pega o ins­tru­mento com a es­querda e … Continue lendo »
Brasil que defende tortura e mata índios não está polarizado. Está demente

Brasil que defende tortura e mata índios não está polarizado. Está demente

Matheus Pichonelli – Antonio Prata tem razão em dizer que não estamos dando nome aos bois quando tratamos do governo Bolsonaro, e que falhamos miseravelmente toda vez que enquadramos como “polêmicas” e “controversas” as falas recentes do presidente sobre desmatamento, jornalistas, cinema e nordestinos. “Polêmico” é gostar de Engenheiros do Hawaii (eu, inclusive, gosto). Como … Continue lendo »
Realistas vs. fantasistas

Realistas vs. fantasistas

Ronaldo Lemos – Dá para dizer que estamos entrando em uma era em que o mundo fica cada vez mais Smart. Não no sentido de “smart” phones ou de “smart” cities, mas sim no sentido do acrônimo para Simplista, Mecanicista, Ahistórico, Reducionista e Tautológico. Dentre os efeitos da mudança brutal das mídias em que estamos vivendo, está a … Continue lendo »