“No 150º aniversário de ‘O Capital’, ainda vale a pena ler Marx”

“No 150º aniversário de ‘O Capital’, ainda vale a pena ler Marx”

Zhang Danhong – Principal obra do filósofo alemão é possivelmente uma das mais citadas mundo afora – mas não necessariamente a mais lida. Em entrevista à DW, jornalista econômico aponta os prós e contras do livro na era da globalização. Há exatos 150 anos era lançado O capital, de Karl Marx (1818-1883), um obra que hoje tem um status quase mítico. … Continue lendo »
István Mészáros: “Capitalismo ameaça o futuro da humanidade”

István Mészáros: “Capitalismo ameaça o futuro da humanidade”

Igor Felippe e Miguel Stedile – Um dos principais intelectuais marxistas, Mészários faleceu neste domingo (1) aos 86 anos ; confira entrevista com ele Em entrevista exclusiva concedida no ano de 2007, István Mészáros ataca capital financeiro e governos, e enfatiza papel da educação rumo ao socialismo. A articulação do capital financeiro com os países mais … Continue lendo »
A Revolução Russa e o revisionismo histórico

A Revolução Russa e o revisionismo histórico

Domenico Losurdo – “Para a ideologia hegemônica de hoje, a dominação colonial e o banho de sangue da guerra mundial são sinônimos de normalidade, ou mesmo de sanidade psicológica, enquanto que a Revolução de Outubro – oposta a tudo isso – representa uma epidemia, a disseminação da loucura.” “Duas epidemias assolaram o mundo em 1918. Uma … Continue lendo »
As questões de Outubro

As questões de Outubro

Daniel Bensaïd – Daniel Bensaïd passa a limpo o legado da Revolução Russa ao longo de três questões cruciais de historiografia política Antes mesmo de entrar na massa dos novos documentos acessíveis pela abertura dos arquivos soviéticos (que permitirão, indubitavelmente, novas luzes e uma renovação das controvérsias), as discussão vem tropeçar no pensamento pronto da ideologia … Continue lendo »
O significado histórico de Outubro de 1917

O significado histórico de Outubro de 1917

Michael Löwy – A Revolução Russa abriu um horizonte emancipatório que não foi eclipsado, apesar das traições, das decepções e, por fim, da brutal restauração capitalista que a sucedeu. “Semelhante fenômeno não mais se esquece na história da humanidade. […] Ainda que a revolução viesse por fim a fracassar […] aquela predição filosófica nada perde, apesar … Continue lendo »
É urgente voltar a Marx para entender nova fase da economia, diz professor

É urgente voltar a Marx para entender nova fase da economia, diz professor

LUÍS COSTA – Nick Nesbitt afirma que nem a esquerda nem os neoliberais têm explicação adequada para a atual transformação do capitalismo, com a automatização da produção e a substituição quase completa da mão de obra humana. Para ele, é urgente voltar a “O Capital”, de Marx, cujo primeiro volume completa 150 anos. Um século e meio depois de … Continue lendo »
As “Teses de abril”, de Lenin

As “Teses de abril”, de Lenin

Slavoj Žižek – Trecho do livro “Às portas da revolução: escritos de Lenin de 1917”, com textos clássicos de Lenin selecionados, introduzidos e posfaciados pelo filósofo esloveno Slavoj Žižek No centenário da publicação das “Teses de abril” de Lenin, o Blog da Boitempo recupera um trecho do livro Às portas da revolução: escritos de Lenin de … Continue lendo »
A loucura terrorista e a enfermidade do capitalismo

A loucura terrorista e a enfermidade do capitalismo

Alan Woods – Na brilhante e ensolarada tarde de 22 de maio, milhares de pessoas, principalmente jovens adolescentes, reuniram-se em um concerto de música pop na Manchester Arena. Mas o que se pretendia ser um momento feliz se transformou em um banho de sangue quando um suicida solitário detonou um dispositivo explosivo improvisado cheio de … Continue lendo »
Os trechos do “Mein Kampf” que derrubam o mito do “nazismo ser de esquerda”

Os trechos do “Mein Kampf” que derrubam o mito do “nazismo ser de esquerda”

Redação – Especialista em eugenia nazista posta trechos do “Mein Kampf” de Adolf Hitler e acaba com discussão sobre “nazismo ser de esquerda” Desde que surgiram as manifestações neonazistas protagonizadas por supremacistas brancos em Charlottesville (EUA), brasileiros que se autodeclaram ‘de direita’ têm afirmado nas redes sociais que o ‘nazismo’ é ‘de esquerda’. Para encerrar as … Continue lendo »