‘Vivemos uma situação ditatorial’, afirma Belluzzo

‘Vivemos uma situação ditatorial’, afirma Belluzzo

MANUEL ALVES FILHO – Segundo economista, medidas do governo Temer, que classifica como ilegítimo, contrariam aspirações da população. O economista Luis Gonzaga Belluzzo, professor aposentado da Unicamp, não tem dúvida de que o Brasil vive atualmente uma situação ditatorial. Segundo ele, um exemplo do autoritarismo exercido pelo governo Temer, que ele classifica como “ilegítimo”, é … Continue lendo »
Historiador defende cota racial e critica ‘escravidão contemporânea’ e reforma trabalhista

Historiador defende cota racial e critica ‘escravidão contemporânea’ e reforma trabalhista

Cauê Muraro – João José Reis pediu reparação à África e lamentou falta do ensino da cultura do continente nas escolas. Ele participou de debate neste sábado (29). O historiador João José Reis na mesa que abriu a programação da Flip 2017 neste sábado (29); ele defendeu sistema de cotas e criticou reforma trabalhista O … Continue lendo »
‘Golpe no Brasil é parte do projeto de recolonização da A. Latina’, diz prêmio Nobel da Paz Pérez Esquivel

‘Golpe no Brasil é parte do projeto de recolonização da A. Latina’, diz prêmio Nobel da Paz Pérez Esquivel

Marco Weissheimer – Para ativista argentino, privatização de empresas estatais é um dos objetivos do golpe de Estado “O que está acontecendo no Brasil tem a ver com o projeto de recolonização do continente. Esse projeto tem alguns objetivos estratégicos: o controle dos nossos recursos naturais e, como já disse Michel Temer, a privatização das empresas … Continue lendo »
Lefebvre, 1955: crítica e generosidade

Lefebvre, 1955: crítica e generosidade

José Paulo Netto – Numa daquelas olhadas descomprometidas que velhos e contumazes leitores dão a prateleiras da sua biblioteca, duas semanas atrás deparei-me com um pequeno livro editado há quase trinta anos: Lukács 1955/Etre marxiste aujourd’hui (Paris: Aubier-Montaigne, 1986), composto por um texto de Henri Lefebvre (1901-1991) e um ensaio de Patrick Tort. Não revisitei as páginas de … Continue lendo »
Dr. Strangelove e a caça aos comunistas

Dr. Strangelove e a caça aos comunistas

Marco Aurélio Ribeiro – Os personagens do filme de Stanley Kubrick parecem ter reencarnado no Brasil atual Acabo de rever “Dr. Strangelove”,  de Stanley Kubrick. O ácido filme discorre sobre a guerra fria e o fim da humanidade diante da Terceira Guerra mundial. Faz uso de diálogos, atuações e cenas repletas de ironia e sarcasmo, beirando … Continue lendo »
Um semestre de Doria: “canastrão, mimado e senhorzinho de Casa Grande”

Um semestre de Doria: “canastrão, mimado e senhorzinho de Casa Grande”

Gabriel Brito – Já são sete meses trans­cor­ridos das novas pre­fei­turas e câ­maras mu­ni­ci­pais, em meio a uma tur­bu­lência po­lí­tica his­tó­rica. Na maior ci­dade do país, João Dória Jr., um dos nomes mais co­men­tados na­ci­o­nal­mente, é cada dia mais ques­ti­o­nado em seu ter­reno. Para co­mentar o início de sua gestão, pa­lavra da moda, en­tre­vis­tamos o … Continue lendo »
Os donos de São Paulo

Os donos de São Paulo

Carlos Drummond – Agora entendemos por que São Paulo é a última oligarquia brasileira. Os tucanos, quando chegaram ao governo com FHC, achavam ter um plano de 20 anos de poder, mas em São Paulo estão há 24. O Nordeste livrou-se dos coronéis, e o último oligarca foi Sarney. O tucanato paulista é, entretanto, o … Continue lendo »