‘A educação está nocauteada’

‘A educação está nocauteada’

André Antunes – Michel Temer completou no mês de maio dois anos à frente do Executivo. Desde que assumiu, seu governo vem implementando uma agenda de reformas na educação que é alvo de críticas de educadores. Medidas como a reforma do ensino médio, a Base Nacional Comum Curricular e também a Emenda Constitucional 95 estão entre as medidas que mais impactaram a educação no período. … Continue lendo »
País tem 11,5 milhões de analfabetos; no Nordeste, 38% dos idosos não lê

País tem 11,5 milhões de analfabetos; no Nordeste, 38% dos idosos não lê

Autoria: Aliny Gama e Carlos Madeiro “Ou a gente trabalhava para comer ou estudava”, diz o servente de pedreiro José Florentino Pereira A taxa de analfabetismo no Brasil caiu em 2017 em comparação com o ano anterior, mas não saber ler ou escrever ainda atinge 11,5 milhões de pessoas com 15 anos ou mais. Já as diferenças … Continue lendo »
Kroton Educacional: ‘Em termos de educação pública nunca experimentamos um inimigo com uma força social tão concentrada como esse’

Kroton Educacional: ‘Em termos de educação pública nunca experimentamos um inimigo com uma força social tão concentrada como esse’

André Antunes – A Kroton Educacional, maior empresa de educação do mundo, vai se tornar ainda maior. Na última terça-feira (24) saiu o anúncio de que a companhia assumiu o controle da Somos Educação – dona do sistema de ensino Anglo e de editoras como a Ática e Scipione, grandes produtoras de material didático. A compra, no valor de R$ 4,6 bilhões, ainda está … Continue lendo »
SUBSAARIANOS NOS EUA ESTUDARAM MAIS DO QUE AMERICANOS

SUBSAARIANOS NOS EUA ESTUDARAM MAIS DO QUE AMERICANOS

ROBERTO LAMEIRINHAS – Imigrantes africanos também superam nativos no Reino Unido e na França em grau de instrução, mostra estudo da Pew Research. Cérebros interessam, seja lá de onde venham. Estima-se que o Projeto Manhattan, ponto crucial do programa de armas atômicas dos Estados Unidos, não teria sido viável sem as perseguições da Alemanha nazista. Nas … Continue lendo »
A elite do atraso e a Base Nacional Curricular Comum (BNCC)

A elite do atraso e a Base Nacional Curricular Comum (BNCC)

Zacarias Gama – O sociólogo brasileiro, Jessé Souza, a cada dia mais tem se afirmado no lugar que reivindica para si, equidistante da sociologia liberal clássica e da sociologia de matiz marxista. É uma reivindicação justíssima e oportuna, porém difícil na medida em que, epistemologicamente, se afasta pouco dos mesmos liberais que critica, inscrevendo-se no âmbito … Continue lendo »
O descaminho das humanidades

O descaminho das humanidades

Carlos Drummond — A proposta de eliminação das Ciências Humanas das universidades federais é boa para o setor privado e péssima para o ensino, inclusive o de Economia. Registrada no fim de março no Senado, a proposta de extinção dos cursos de Filosofia, História, Geografia, Sociologia, Artes e Artes Cênicas das universidades públicas contava, na segunda-feira … Continue lendo »
A marcha do obscurantismo contra o pensamento crítico

A marcha do obscurantismo contra o pensamento crítico

João Batista da Silveira – O apoio à extinção dos cursos de Humanas das universidades públicas é sintomático e reflete um obscurantismo que se impõe de forma sorrateira e perigos. Chamou a atenção nos últimos dias e ganhou repercussão nas redes sociais uma Ideia Legislativa sob consulta no Portal e-Cidadania, do Senado Federal, que propõe a extinção … Continue lendo »
Finlandização da educação

Finlandização da educação

Christian Dunker  – O psicólogo Christian Dunker escreve mais uma edição de sua coluna Carteiro do Inconsciente refletindo sobre a educação no Brasil: “que tal aprender alguma coisa com a Finlândia?” Antes da queda do muro era corrente o uso da expressão “finlandização” para descrever um processo de defesa depende diante de um vizinho muito … Continue lendo »
Com faculdades públicas e sem vestibular, Argentina atrai cada vez mais universitários brasileiros

Com faculdades públicas e sem vestibular, Argentina atrai cada vez mais universitários brasileiros

Marcia Carmo – Estudantes na Universidade de Buenos Aires, que tem 4% de estrangeiros, principalmente brasileiros. A possibilidade de estudar gratuitamente no exterior sem ter que prestar vestibulares tem atraído número crescente de universitários brasileiros para as universidades argentinas – a ponto de causar incômodo em alguns setores acadêmicos do país vizinho. Nos últimos anos, a … Continue lendo »