“Distribuir renda no Brasil sem mexer nos impostos é quixotesco”

“Distribuir renda no Brasil sem mexer nos impostos é quixotesco”

FELIPE BETIM e HELOÍSA MENDONÇA – No livro ‘Valsa brasileira’, uma análise da economia durante os governos petistas, a economista propõe mais impostos para ricos e que investimentos em inovação e serviços andem juntos. Laura Carvalho, economista e professora da USP, acaba de lançar Valsa Brasileira (editora Todavia), que já vai para a sua terceira reimpressão devido ao … Continue lendo »
É possível salvar o euro

É possível salvar o euro

Joseph E. Stiglitz – Talvez o euro esteja se aproximando de outra crise. Os desdobramentos políticos na Itália são mais um outro episódio previsível (e previsto) na longa saga de um sistema monetário mal desenhado, no qual a potência dominante (a Alemanha) impede reformas necessárias e insiste em políticas que agravam os problemas básicos, com … Continue lendo »
ANGOLA – 320 MULTIMILIONÁRIOS, 6 MIL MILIONÁRIOS E 20 MILHÕES DE POBRES

ANGOLA – 320 MULTIMILIONÁRIOS, 6 MIL MILIONÁRIOS E 20 MILHÕES DE POBRES

Página Global – Temos 320 multimilionários e mais de 6 mil milionários. Relatório da consultora New World Wealth revela que número de milionários em Angola cresceu 82 por cento na última década. Actualmente contam-se 320 fortunas multimilionárias em Angola, país que é o sexto africano onde há mais riqueza per capita, com USD 3.600 por habitante. Os números … Continue lendo »
Professor lança livro sobre a Teoria Marxista da Dependência; confira entrevista

Professor lança livro sobre a Teoria Marxista da Dependência; confira entrevista

Nilton Viana – “Onde se vive menos e pior é onde se trabalha mais”, diz Mathias Seibel Luce, da UFRGS. Capacidade de trazer explicações científicas para questões e problemas reais e fundamentar a ação humana tendo como horizonte a transformação. Assim, Mathias Seibel Luce, professor do Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do … Continue lendo »
Grandes supermercados alimentam a desigualdade e sofrimento nas cadeias de fornecedores de alimentos

Grandes supermercados alimentam a desigualdade e sofrimento nas cadeias de fornecedores de alimentos

Oxfam – Oxfam lança estudo global que revela como os principais varejistas contribuem para baixa remuneração e más condições de trabalho. Os grandes supermercados do mundo estão lucrando bilhões ano após ano a um custo muito alto: péssimas condições de trabalho, pobreza e sofrimento para milhões de homens e mulheres trabalhadoras e agricultores em diversas … Continue lendo »
A sociedade dos empregos de merda

A sociedade dos empregos de merda

David Graeber – Como o capitalismo contemporâneo cria sem cessar ocupações inúteis, enquanto remunera muito mal as mais necessárias. Quais as alternativas? Garantia de trabalho? Ou Renda Cidadã Universal? Em 1930, o economista britânico John Maynard Keynes previu que, no final do século 20, países como os Estados Unidos teriam – ou deveriam ter – jornadas … Continue lendo »
Lições da escassez

Lições da escassez

Frei Betto – A pa­ra­li­sação dos ca­mi­nho­neiros obrigou-nos a en­frentar, sem al­ter­na­tiva, a es­cassez de pro­dutos es­sen­ciais ou ao menos a ameaça de que isso vi­esse a acon­tecer. Du­rante a pa­ra­li­sação não houve di­fe­rença entre ricos e po­bres. Aos pri­meiros também faltou com­bus­tível para se des­lo­carem até onde pu­dessem ad­quirir os pro­dutos de­se­jados. Um abas­tado … Continue lendo »
O complexo de vira-latas, ontem e hoje

O complexo de vira-latas, ontem e hoje

Roberto Amaral – Para os áulicos do conservadorismo, tudo o que significa investimento com vistas ao futuro, como o trem-bala, deve ser adiado por ser ‘supérfluo’. “A ponte Rio-Niterói é, portanto, uma linda obra turística, cuja prioridade não se justifica em um país de escassos recursos que se defronta com necessidades berrantes que aí estão … Continue lendo »
O novo tipo de golpe de estado: um seriado em três temporadas

O novo tipo de golpe de estado: um seriado em três temporadas

SUELY ROLNIK – O capitalismo financeirizado tenta destruir todas as conquistas democráticas e republicanas, dissolver seu imaginário e erradicar da cena seus protagonistas. Uma paisagem sinistra instaurou-se no planeta com a tomada de poder mundial pelo regime capitalista em sua nova dobra – financeirizada e neoliberal –, poder que leva seu projeto colonial às últimas consequências, sua … Continue lendo »
Nos passos da crise brasileira

Nos passos da crise brasileira

Felipe Felizardo – Professora da USP, Laura Carvalho analisa as origens da crise econômica brasileira. Para ela, o maior erro de Dilma foram as desonerações. A economista Laura Carvalho, 34, recorre à dança para tentar explicar os movimentos erráticos da economia nos últimos anos no Brasil. Mais precisamente, a um gênero surgido na Alemanha no … Continue lendo »