Sementes do fascismo em Israel

Sementes do fascismo em Israel

LUIZ EÇA – Sob ameaça de um voto de desconfiança, Netanyahu procurou o líder da oposição, Herzog, para entrar no seu governo, trazendo os votos do seu Partido Trabalhista. As negociações avançaram apesar dos protestos de muitos correligionários, indignados por um apoio do seu partido, socialdemocrata, à coligação direitista no poder. O líder trabalhista justificou-se … Continue lendo »
Dez dicas para descobrir se uma notícia é falsa

Dez dicas para descobrir se uma notícia é falsa

Leonardo Sakamoto – Talvez você nem saiba, mas está comprando gato por lebre na internet. Descobrir que uma notícia circulando é falsa nem sempre é simples e mesmo profissionais de comunicação experientes caem em armadilhas. Mas manter-se sempre atento e refugiar-se no alto do seu ceticismo é fundamental. Por isso, trago algumas dicas que podem ser úteis para … Continue lendo »
Chomsky: três desafios ao poder de Washington

Chomsky: três desafios ao poder de Washington

Noam Chomsky – Para manter e ampliar hegemonia global, EUA atuam agressivamente no Leste da Ásia, Europa Oriental e Mundo Árabe. Mas enfrentam, além das sociedades locais, as resistências de Pequim e Moscou Quando perguntamos “Quem governa o mundo?” em geral adotamos a convenção padronizada de que, nos assuntos mundiais, os atores são os Estados, principalmente … Continue lendo »
A MP que materializa o projeto político-econômico por trás do golpe

A MP que materializa o projeto político-econômico por trás do golpe

Alessandra Cardoso – Enquanto olhávamos atônitos e reagíamos à primeira ação de desmonte do Estado Democrático de Direito materializada pela Medida Provisória N° 726, deixamos passar despercebida uma segunda, a N° 727, publicada no mesmo dia 12 em edição extra do Diário Oficial da União, criando o Programa de Parcerias de Investimentos – PPI. Se a … Continue lendo »
Missão das leituras

Missão das leituras

Lúcia Guimarães – A nova edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, publicada na última quarta-feira, 18, é um desafio para aqueles que gostam de ver o copo meio cheio. Sim, o número de leitores no Brasil aumentou desde 2011. Eles passaram de 50% a 56%. Mas, quando se considera que 44% dos habitantes da … Continue lendo »
Quem é o general que Temer nomeou para cuidar da Abin

Quem é o general que Temer nomeou para cuidar da Abin

Marco Weissheimer – O pai do general recepcionou o professor de tortura Dan Mitrione (de jaleco branco) em Porto Alegre; o tio teria comandado a Casa da Morte, em Petrópolis Para general nomeado por Temer, Comissão da Verdade foi “patética e leviana” O general Sérgio Westphalen Etchegoyen, indicado pelo vice-presidente Michel Temer para assumir como ministro-chefe … Continue lendo »
A questão de gênero na escola

A questão de gênero na escola

Rosely Sayão – No início dos anos 60, eu frequentava o ginásio em uma escola pública no interior do Estado de São Paulo, e tinha perto de 11 anos. Encontrei muitas novidades ao passar do primário para o ginásio, o que era instigante, porque assinalava crescimento. Era minha a decisão de entrar ou não nas aulas … Continue lendo »
Em busca dos booms perdidos

Em busca dos booms perdidos

Paul Krugman – Se Hillary Clinton vencer em novembro, Bill Clinton ocupará um papel duplo único na história política dos Estados Unidos, tornando-se não só o primeiro Primeiro Marido, mas também o primeiro Primeiro Cônjuge que um dia foi presidente. É evidente que ele não passará seu tempo fazendo bolos. O que ele fará, então? Na … Continue lendo »
Democracia e Capitalismo, divórcio definitivo

Democracia e Capitalismo, divórcio definitivo

Ladislau Dowbor – Num livro que diz muito ao Brasil, Wolfgang Streeck expõe mecanismos que permitiram à aristocracia financeira controlar Estado e mídia. Saída: assumir a separação, pensar numa política livre do capital Streeck traz na sua mensagem central a nossa evolução para um capitalismo sem democracia. Segundo ele, não vivemos o fim do sistema, mas … Continue lendo »
Ocupa tudo!

Ocupa tudo!

Mauro Luis Iasi – Foi assim. Começou mais ou menos quando os jovens ocuparam as escolas. Aprendiam e ensinavam, uns aos outros, sem diário de classe, sem avaliação e nota. Sentavam-se em roda e conversavam. Cantavam, liam, falavam alto, sorriam e se punham sérios. Limpavam os banheiros, faziam comida, arrumavam as carteiras, pintavam paredes, dando … Continue lendo »