Aumento da miséria extrema, informalidade e desigualdade marcam os dois anos da Reforma Trabalhista

Aumento da miséria extrema, informalidade e desigualdade marcam os dois anos da Reforma Trabalhista

LIANA COLL – “A nova legislação criará novas relações trabalhistas adequadas à realidade atual, preparando o mercado para as demandas do presente e exigências do futuro”, dizia, em pronunciamento realizado em 2017, o então presidente Michel Temer, em seguida da aprovação da Reforma Trabalhista. Dois anos após a vigência da Lei 13.467, os recordes de informalidade … Continue lendo »
Terrorismo de Estado e Soleimani

Terrorismo de Estado e Soleimani

Marcelo Zero – Os EUA praticam terrorismo de Estado há muito tempo. Fazem o que querem, muitas vezes à margem do sistema de segurança coletiva da ONU, sempre que consideram necessário ou desejável. Deflagram guerras, derrubam governos, torturam e assassinam em nome da “democracia”, dos “direitos humanos”, do “combate ao terrorismo” e da suposta necessidade de … Continue lendo »
Quem tem medo de Marx e de seus amigos?

Quem tem medo de Marx e de seus amigos?

Lincoln Secco – Se você não deve à classe trabalhadora, não há o que temer. Um fantasma ronda o planeta. Contra ele se unem todas as potências numa sagrada aliança para esconjurá-lo: um “bispo” evangélico e o czar da economia, Bannon e Olavo, neoliberais e milicianos. Para essa aliança, qualquer coisa que não se assemelha … Continue lendo »
O ataque dos Estados Unidos ao Irã e suas consequências para o mundo do petróleo

O ataque dos Estados Unidos ao Irã e suas consequências para o mundo do petróleo

José Luís Fiori e Rodrigo Leão – O reconhecimento do presidente Donald Trump, e a comemoração de algumas autoridades norte-americanas, transformam o “ataque americano ao aeroporto de Bagdá”, numa operação direcionada e bem sucedida de eliminação de um general iraniano de alta patente, em território iraquiano, por cima de toda e qualquer ideia de direito internacional, … Continue lendo »
“Guerra às drogas”: uma metáfora sobre o genocídio negro

“Guerra às drogas”: uma metáfora sobre o genocídio negro

Benny Briolly – Para o capital lucrar com o mercado bélico e de drogas, são os negros que são massacrados. As desigualdades no Brasil, que tem a questão étnico-racial, como uma das principais características, são frutos de um longo período escravista, do processo de implementação do modo de produção capitalista e do processo de abolição, … Continue lendo »
3ª Guerra? Desgaste de Trump em ano eleitoral explica ataque

3ª Guerra? Desgaste de Trump em ano eleitoral explica ataque

Wanderley Preite Sobrinho – O ataque dos Estados Unidos ao Irã no Iraque agrava as tensões geopolíticas na região. Além das bolsas e mercado de petróleo, os temores refletiram nas redes sociais, onde se discute a possibilidade de uma Terceira Guerra Mundial —o termo chegou aos trending topics no Twitter. Ao UOL, três especialistas em Oriente Médio … Continue lendo »
‘Reforma’ trabalhista: a história de uma falsa promessa e as mudanças da ‘destruição sem fim’

‘Reforma’ trabalhista: a história de uma falsa promessa e as mudanças da ‘destruição sem fim’

Vitor Nuzzi – Livro coletivo mostra os efeitos da lei implementada há quase dois anos para “resolver” o problema. Desde então, o desemprego aumentou, as jornadas cresceram e as condições de trabalho pioraram. Governo Temer fez festa na aprovação da ‘reforma’ trabalhista, chamada de ‘modernização’, apoiada pelo setor empresarial, em 2017. Atual governo quer ‘aperfeiçoar’ … Continue lendo »
Nós somos aqueles que despertaremos o amanhecer

Nós somos aqueles que despertaremos o amanhecer

Vijay Prashad – A democracia foi algemada pelo poder capitalista. Milhões de pessoas estão nas ruas, da Índia ao Chile. A democracia foi a promessa feita a ambos países, mas os traiu. Eles aspiram o espírito democrático, mas descobriram que as instituições democráticas – saturadas de dinheiro e poder – são inadequadas. Estão nas ruas … Continue lendo »
As privatizações ressuscitam o feudalismo

As privatizações ressuscitam o feudalismo

Paul Craig Roberts– A América é um país de escândalos. O mais recente é a utilização do trabalho dos call centers prisionais pelo multimilionário judeu Mike Bloomberg a fim de divulgar a propaganda da sua campanha presidencial. Parece-me que o ataque de Bloomberg à Constituição americana é que constitui o escândalo, não a sua utilização … Continue lendo »