Cinco meses de intervenção: aumento da violência e poucos resultados

Cinco meses de intervenção: aumento da violência e poucos resultados

Flora Castro – “Os resultados são pífios”, é o que aponta relatório divulgado pelo Observatório da Intervenção. Em cinco meses de intervenção militar no estado do Rio de Janeiro os números mostram mais uma vez que sem estratégia e investigações baseadas em inteligência o panorama da segurança pública no Rio tende a piorar. O último … Continue lendo »
Metade dos homicídios em 2016 ocorreu em apenas 2% dos municípios

Metade dos homicídios em 2016 ocorreu em apenas 2% dos municípios

Alex Rodrigues – Metade dos homicídios registrados em 2016 ocorreram em apenas 123 cidades brasileiras, aponta o Atlas da Violência 2018 – Políticas Públicas e Retratos dos Municípios Brasileiros, do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Juntos, esses municípios representam apenas 2,2% do total de cidades brasileiras. … Continue lendo »
Caindo a máscara

Caindo a máscara

Vladimir Safatle – Com a estabilização dos votos em Jair Bolsonaro e a inanição de outros candidatos conservadores, o Brasil começa a ver a máscara cair. Aos poucos, setores do empresariado nacional, dos pequenos comerciantes, das classes tradicionalmente privilegiadas e das igrejas aparecem para expor sua adesão à brutalidade do protofascismo nacional. De fato, esse … Continue lendo »
“Meu filho se tornou neonazista e matou um homossexual com uma facada”

“Meu filho se tornou neonazista e matou um homossexual com uma facada”

Carolina Prado – Aos 23 anos, o filho do aposentado Genésio Mariuzzi, de 65, se envolveu no assassinato de um homossexual. Desde a adolescência, o pai notava no jovem um comportamento rebelde, mas diz que as coisas pioraram quando ele se uniu a grupos de ódio, de postura neonazista. “Eu tentava entender porque ele estava … Continue lendo »
Escravismo é o pecado capital da história que alimenta a violência de hoje

Escravismo é o pecado capital da história que alimenta a violência de hoje

João Vitor Santos – Nesta semana, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública – FBSP lançaram a edição 2018 do Mapa da Violência. Segundo a professora Maria Palma Wolff, doutora em Direitos Humanos e Liberdades Fundamentais, os dados reforçam uma tendência dos últimos anos: aumento da violência. “Tínhamos os homicídios estagnados por dois anos, mas, agora, … Continue lendo »
Pessoas homofóbicas são menos inteligentes, mostra pesquisa

Pessoas homofóbicas são menos inteligentes, mostra pesquisa

Redação – Estudo australiano relaciona habilidades cognitivas e preconceito. Ser homofóbico pode significar ser menos inteligente também. Esses são alguns dos argumentos de um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Queensland, na Austrália, publicado no periódicoIntelligence. Outros estudos norte-americanos já tinham chegado a essas conclusões. A pesquisa em questão, no entanto, é a primeira feita fora … Continue lendo »
Há uma matança de jovens negros. Mas o que indigna é o preço da gasolina

Há uma matança de jovens negros. Mas o que indigna é o preço da gasolina

Leonardo Sakamoto – Entre 2006 e 2016, homicídios de negros aumentaram 23,1% e, do restante da população, reduziram 6,8%. Em 2016, a taxa de homicídios de negros foi de 40,2 mortes para cada 100 mil habitantes, enquanto os demais grupos registraram 16 mortes para cada 100 mil. Em outras palavras, 71,5% dos assassinados foram negros. No … Continue lendo »
Polícia mata mais homens, negros e jovens no estado de São Paulo

Polícia mata mais homens, negros e jovens no estado de São Paulo

Autoria: Fernanda Mena e Júlia Barbon Há mais homens, negros e jovens entre pessoas mortas em decorrência de intervenção policial do que entre as vítimas de homicídio doloso no estado de São Paulo, segundo pesquisa inédita. De 2014 a 2016, 16% dos mortos por policiais tinham menos de 17 anos, o dobro da proporção daqueles alvo de … Continue lendo »
Brasil é o 4º país que mais prende mulheres: 62% delas são negras

Brasil é o 4º país que mais prende mulheres: 62% delas são negras

Autoria: Maria Carolina Trevisan O sistema prisional brasileiro é um dos que mais prende mulheres no mundo. Somos a quarta maior população carcerária feminina do planeta. Mantemos privadas de liberdade cerca de 42.355 mulheres, de acordo com o novo Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias sobre Mulheres, o Infopen Mulheres, divulgado (sem alarde) na quarta-feira (9), pelo Ministério da … Continue lendo »
A montanha de jovens negros mortos é prova de nosso fracasso como país

A montanha de jovens negros mortos é prova de nosso fracasso como país

Autoria: Leonardo Sakamoto Há mais jovens negros mortos por policiais do que em homicídios dolosos no Estado de São Paulo. A informação é de estudo da diretora do Fórum Brasileiro de Segurança, Samira Bueno, publicada pela Folha de S.Paulo desta quinta (17). De 2014 a 2016, 16% dos mortos por policiais tinham menos de 17 anos … Continue lendo »