Haverá justiça na sede de vingança? Direitos e garantias fundamentais não podem ser suprimidos em nome do combate à criminalidade

Haverá justiça na sede de vingança? Direitos e garantias fundamentais não podem ser suprimidos em nome do combate à criminalidade

Patricia Fachin – Entrevista especial com José Geraldo de Sousa Junior. É natural que, com as mudanças das sociedades nos tempos, o Direito precise ser transformado. No entanto, como observa o jurista José Geraldo de Sousa Junior, há um núcleo duro que não pode ser mudado. Ou seja, sob o argumento de ampliar o combate à criminalidade – … Continue lendo »
Brasil tem 334 células neonazistas em atividade, diz pesquisadora

Brasil tem 334 células neonazistas em atividade, diz pesquisadora

Matheus Pichonelli – Uma pesquisadora brasileira identificou a existência de 334 células de inspiração nazista em atividade no Brasil. A maioria se concentra nas regiões Sul e Sudeste, mas há registros também em cidades como Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Feira de Santana (BA) e Rondonópolis (MT)*. Os grupos se dividem em até 17 movimentos, entre … Continue lendo »
Colômbia: uma matança sem fim

Colômbia: uma matança sem fim

Elaine Tavares – No dia 29 de ou­tubro, na lo­ca­li­dade de Ta­cueyó, Turbío, norte de Cauca, foram as­sas­si­nadas cinco pes­soas – entre elas a go­ver­na­dora local – que atu­avam como guardas in­dí­genas na es­trada que leva à co­mu­ni­dade. A vi­gi­lância ar­mada no ca­minho dos po­vo­ados tem sido ne­ces­sária porque também tem sido comum a ação vi­o­lenta … Continue lendo »
O porão do mundo: a inacreditável história de uma fábrica de corpos humanos

O porão do mundo: a inacreditável história de uma fábrica de corpos humanos

Júlia Rocha – Há dois dias estou remoendo e tentando digerir a história de um holocausto. Pude ver, ouvir e sentir o cheiro de uma tragédia humana tão dramática, longa e intensa quanto pouco conhecida. A causa deste impacto ainda pouco assimilado pelos meus sentidos e menos ainda pela minha razão foi a visita a … Continue lendo »
Marielle e nossa brutalidade política

Marielle e nossa brutalidade política

Rôney Rodrigues – Execuções de ativistas por direitos humanos crescem no Brasil. Pesquisador adverte: é hora de frear as milícias e o discurso de violência difundido por Bolsonaro – ou país se transformará em túmulo da democracia. Foram treze disparos efetuados a partir do Chevrolet Cobalt, em uma execução que reacenderia o debate sobre assassinatos … Continue lendo »