O porão do mundo: a inacreditável história de uma fábrica de corpos humanos

O porão do mundo: a inacreditável história de uma fábrica de corpos humanos

Júlia Rocha – Há dois dias estou remoendo e tentando digerir a história de um holocausto. Pude ver, ouvir e sentir o cheiro de uma tragédia humana tão dramática, longa e intensa quanto pouco conhecida. A causa deste impacto ainda pouco assimilado pelos meus sentidos e menos ainda pela minha razão foi a visita a … Continue lendo »
Marielle e nossa brutalidade política

Marielle e nossa brutalidade política

Rôney Rodrigues – Execuções de ativistas por direitos humanos crescem no Brasil. Pesquisador adverte: é hora de frear as milícias e o discurso de violência difundido por Bolsonaro – ou país se transformará em túmulo da democracia. Foram treze disparos efetuados a partir do Chevrolet Cobalt, em uma execução que reacenderia o debate sobre assassinatos … Continue lendo »
O PODER DAS MILÍCIAS NO BRASIL

O PODER DAS MILÍCIAS NO BRASIL

Esta vídeo-aula integra o ABC de segurança pública de Luiz Eduardo Soares na TV Boitempo. Nas últimas semanas, a imprensa noticiou as de tentativas feitas por parte de figuras como o governador do RJ Wilson Witzel e o senador Major Olímpio, de intimidação e censura de um debate a respeito do livro “Desmilitarizar: segurança pública … Continue lendo »
Chicotear negro pobre é permitido no país que celebra o racismo e a tortura

Chicotear negro pobre é permitido no país que celebra o racismo e a tortura

Leonardo Sakamoto – Um jovem negro foi despido, amordaçado e chicoteado por dois capatazes após tentar um furto de valor irrisório em um comércio em São Paulo. Essa história, que poderia relatar o violento cotidiano do século 17, na verdade refere-se ao violento cotidiano do século 21. Na periferia da capital paulista, um rapaz de … Continue lendo »
‘Com esse cabelo, é prisão preventiva’: o racismo nas audiências de custódia

‘Com esse cabelo, é prisão preventiva’: o racismo nas audiências de custódia

Arthur Stabile – Estudo do IDDD também mostra que denúncia de violência policial aparece 1 em cada 4 audiências, mas apenas 1% dos casos é investigado. Ser um homem negro, jovem e da periferia aumenta muito a sua chance de passar por uma audiência de custódia: 64,1% das pessoas atendidas em audiências são negras, 65% … Continue lendo »
Segurança pública: hora de trazer a pauta para a esquerda

Segurança pública: hora de trazer a pauta para a esquerda

Almir Felitte – Grupo de policiais antifascista de SP quer combater o discurso da bala, que ajudou a eleger Bolsonaro, Doria e Witzel. Propõe novo modelo de combate à violência: policiamento comunitário e união entre baixa patente e população marginalizada. A eleição do ano passado foi, sem dúvidas, uma das que mais levantaram debates dentro da … Continue lendo »