Boaventura: o risco da desimaginação social

Boaventura: o risco da desimaginação social

Boaventura de Sousa Santos – Em tempos de crise, capital flerta com hiper individualismo. Segundo sua lógica, competição é o máximo; cabe à cultura, e à religião, aceitar a guerra de todos contra todo. O social é o conjunto de dimensões da vida coletiva que não podem ser reduzidas à existência e experiência particular dos indivíduos … Continue lendo »
Situação de desigualdade das mulheres ameaça desenvolvimento mundial, conclui relatório da ONU

Situação de desigualdade das mulheres ameaça desenvolvimento mundial, conclui relatório da ONU

G1 – Relatório ‘Situação da População Mundial 2017’ ressalta que desigualdade na saúde e na garantia de direitos sexuais e reprodutivos afeta paz e desenvolvimento econômico globais. Mulheres estudam menos, ganham menos e têm mais probabilidade de ficarem desempregadas, aponta relatório da ONU O aumento das desigualdades e falhas na proteção dos direitos das mulheres, … Continue lendo »
Professor tem formação melhor na rede pública do que na particular

Professor tem formação melhor na rede pública do que na particular

ÉRICA FRAGA – Os professores da educação infantil e dos primeiros anos do ensino fundamental que lecionam na rede pública têm melhor formação teórica do que seus pares das escolas privadas. Isso vale para duas métricas: percentual de docentes com ensino superior completo e com currículo adequado ao que a lei determina.Formação universitária apropriada para … Continue lendo »
Sair da ‘zona de conforto’ e outras bobagens do mundo corporativo

Sair da ‘zona de conforto’ e outras bobagens do mundo corporativo

SERGIO C. FANJUL – Empresas usam técnicas psicológicas para obter adesão mais íntima e emocional de funcionários Adrián era amarelo: ao ser contratado por uma pequena empresa de marketing digital, aplicaram-lhe um teste de personalidade. Vermelhos são os líderes; amarelos, os criativos; verdes, os criadores de um clima bom; e azuis, os dóceis. Ao chegar … Continue lendo »
Mudar o combate à escravidão trará prejuízo econômico ao Brasil

Mudar o combate à escravidão trará prejuízo econômico ao Brasil

Leonardo Sakamoto – Pela portaria recém-publicada, as condições de trabalho a que estão submetidas as vítimas, por piores que sejam, passam a ser acessórias. Por ser um importante produtor de alimentos e commodities, o Brasil desperta a ira de setores econômicos em países concorrentes. Por isso, temos visto tentativas de erguer barreiras comerciais a mercadorias … Continue lendo »
“A renda básica universal seria a maior conquista do capitalismo”

“A renda básica universal seria a maior conquista do capitalismo”

LLUÍS PELLICER – Holandês propõe repartição gratuita de dinheiro e jornada semanal de 15 horas contra desigualdade O historiador Rutger Bregman (Westerschouwen, Holanda, 1988) surgiu no debate ideológico em seu país há três anos com a publicação do ensaio Utopia para realistas. O texto foi divulgado inicialmente na Internet, no site The Correspondent. A indústria editorial juntou-se … Continue lendo »
Dia dos Professores: celebrar sem hipocrisia

Dia dos Professores: celebrar sem hipocrisia

Daniel Cara – Quinze de outubro é o Dia das Professoras e dos Professores. Entra ano, sai ano e sempre há o questionamento se a data deve ser comemorada ou não, por decorrência do descaso nacional com a profissão docente. Não deve haver dúvida: o magistério merece e deve ser celebrado por toda a sociedade … Continue lendo »
Sindicatos estão prestes a morrer de inanição financeira nos EUA

Sindicatos estão prestes a morrer de inanição financeira nos EUA

João Ozorio de Melo – O sonho de consumo há muito acalentado pela elite econômica brasileira é ter um mercado de trabalho no Brasil totalmente desregulamentado. Já conseguiram, em parte, com a Reforma Trabalhista. A elite escravocrata brasileira não pensa no Brasil e no povo. Quer apenas manter privilégios. No quesito “relações de trabalho” se … Continue lendo »
Complexo Fabril

Complexo Fabril

Gabriel Brito – O tra­balho duro na in­dús­tria têxtil, os pés­simos sa­lá­rios, a in­sa­lu­bri­dade, a exaustão, a de­si­lusão, o as­sédio moral, as leis, a jus­tiça e a po­lícia a ser­viço do pa­trão. Num pri­meiro mo­mento, o leitor deve pensar nos bo­li­vi­anos es­cra­vi­zados pelas em­presas ter­cei­ri­zadas que for­necem roupas para as Ma­risas e Zaras. Mas é a … Continue lendo »
Em um de cada cinco lares do país ninguém tem renda do trabalho

Em um de cada cinco lares do país ninguém tem renda do trabalho

Bruno Villas Bôas – A maior crise econômica da história do país ainda pesa na estrutura de renda das famílias brasileiras. No segundo trimestre deste ano, o Brasil tinha 15,2 milhões de lares onde ninguém trabalhava, 2,8 milhões a mais do que no mesmo período de 2014 – um incremento de 22%. Isso significa que … Continue lendo »