Violência não é ocupar imóvel vazio, mas milhões não terem onde morar

Violência não é ocupar imóvel vazio, mas milhões não terem onde morar

Leonardo Sakamoto – Ocupar um prédio vazio ou um terreno ocioso é uma ação válida em uma sociedade que desrespeita sua própria Constituição e as convenções internacionais das quais é signatária ao colocar o direito à propriedade acima dos demais parâmetros da dignidade humana. É claro que devido à sua natureza, se utilizada, deve ser … Continue lendo »
O tamanho da tragédia

O tamanho da tragédia

Janio de Freitas – Por um instante, estamos de volta a palavras e expressões como “tragédia”, “descaso do poder público” e “problema de moradia” colhidas na fogueira de uma ocupação no centro de São Paulo. São verdades, mas pequenas verdades. A tragédia e o descaso são monstruosamente maiores. Diz-se, com base no IBGE, que há … Continue lendo »
A falta de moradia é uma tragédia que só é lembrada quando pega fogo

A falta de moradia é uma tragédia que só é lembrada quando pega fogo

Leonardo Sakamoto – Que políticos das esferas federal, estadual e municipal agissem para desviar o foco de sua corresponsabilidade pelo incêndio e desabamento do prédio no Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo, culpando os ocupantes, era esperado. Eles são ou foram parte do problema ao não efetivar políticas para garantir o acesso dos … Continue lendo »
A tragédia da ocupação e a lógica do capital

A tragédia da ocupação e a lógica do capital

Paulo Kliass – Trata-se de um verdadeiro absurdo o patamar elevado de nossa concentração da propriedade fundiária, tanto nos espaços urbanos quanto no universo rural. A tragédia ocorrida no dia 01 de maio no centro de São Paulo exprime, infelizmente, de forma bastante nua os níveis de desigualdade e de injustiça tão cruéis que caracterizam … Continue lendo »
Verdades e mentiras sobre os sem-teto

Verdades e mentiras sobre os sem-teto

Guilherme Boulos – Se o edifício Wilton Paes de Almeida tivesse passado pelas reformas necessárias e requalificado para moradia popular, a tragédia poderia ter sido evitada. O desabamento do prédio no largo do Paissandu, no centro de São Paulo, expôs ao país o crônico problema habitacional brasileiro. São 6,35 milhões de famílias sem casa, de acordo … Continue lendo »
Para deixar de enxugar gelo, sangue e lágrimas, é preciso rever lei de drogas

Para deixar de enxugar gelo, sangue e lágrimas, é preciso rever lei de drogas

Ilona Szabó de Carvalho e Ana Paula Pellegrino – Lógica é perversa ao definir destino pela cor de pele e lugar onde foi flagrada. ​Há uma lógica perversa em curso. Um jovem, sem antecedentes criminais, é flagrado com drogas. Desarmado, sozinho e com uma pequena quantidade de drogas (a média de apreensão de maconha no estado do … Continue lendo »
Prefeito ambivalente

Prefeito ambivalente

CHRISTINA QUEIROZ – Estudo defende que reforma de Pereira Passos, no começo do século passado, pretendia integrar população de baixa renda ao centro do Rio de Janeiro. Avenida Central: Paris teria inspirado a criação das fachadas A partir de análises centradas nas reformas urbanas empreendidas na então capital federal do Brasil, o livro A grande reforma … Continue lendo »
São Paulo, uma metrópole para poucos

São Paulo, uma metrópole para poucos

MANUEL ALVES FILHO  – Pesquisa desenvolvida no IE constata que o padrão de segregação urbana no município se aprofundou, agravando as desigualdades sociais entre seus moradores A melhora dos indicadores econômicos e sociais do Brasil nos anos 2000 não foi suficiente para promover alterações no padrão de segregação urbana registrado historicamente na Região Metropolitana de … Continue lendo »
O México também colocou o Exército nas ruas contra o tráfico: a história daquele fracasso

O México também colocou o Exército nas ruas contra o tráfico: a história daquele fracasso

Cecilia Ballesteros – Mais de 11 anos depois de mandar o Exército às ruas para combater o tráfico a violência continua sangrando o país. Quando o México acordou, os traficantes e o Exército nas ruas continuavam lá. Quase onze anos após Felipe Calderón decidir em seu décimo dia como presidente, em 10 de dezembro de … Continue lendo »
As misérias da intervenção

As misérias da intervenção

Luiz Gonzaga Belluzzo – A segurança pública não pode subsistir sem a segurança econômica como seu fundamento. Começo a coluna com o último parágrafo do artigo de Benjamim Steinbruch estampado na Folha de S.Paulo na terça feira 20 de fevereiro: “Políticas econômicas irresponsáveis, que provocam desemprego, jogam jovens desocupados nos braços da criminalidade. O País … Continue lendo »