Novas projeções dos economistas: o “pibinho 1.0”

Novas projeções dos economistas: o “pibinho 1.0”

Fernando Grossman e José Martins – O jornal Valor Econômico publicou nesta terça-feira (09) um artigo com interessante título: “Analistas já temem PIB próximo de 1%”. Estão jogando a toalha. Já confessam publicamente que, com ou sem suas famigeradas “reformas”, os capitalistas não são mais capazes de fazer a economia funcionar. Resumo geral da situação. … Continue lendo »
Alemanha, Japão e China desaceleram perigosamente

Alemanha, Japão e China desaceleram perigosamente

José Martins – O diagnóstico da Organização para o Comércio e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) para a economia mundial é sombrio. Em seu mais recente relatório sobre as perspectivas globais a veneranda organização imperialista informa: a expansão global continua a perder força. Mais rapidamente do que o previsto há alguns meses. Prevê também que o … Continue lendo »
Previdência: Fagnani disseca a proposta de Bolsonaro

Previdência: Fagnani disseca a proposta de Bolsonaro

Ricardo Machado – E se a re­ti­rada de di­reitos dos tra­ba­lha­dores, sob a jus­ti­fi­ca­tiva de sus­ten­ta­bi­li­dade da Pre­vi­dência, fosse tão so­mente uma cor­tina de fu­maça para a ma­nu­tenção do pro­jeto de trans­fe­rência de renda para os mais ricos? A questão que abre o texto bem po­deria ser to­mada como uma es­pécie de te­oria cons­pi­ra­tória se … Continue lendo »
A reforma da previdência vai aprofundar a crise

A reforma da previdência vai aprofundar a crise

Ana Luíza Matos de Oliveira, Barbara Vallejos Vazquez e Euzebio Jorge Silveira de Sousa – Desapareceu no Brasil a discussão sobre geração de emprego. Mesmo registrando 12,5 milhões de desocupados e 27,3 milhões de subutilizados (desocupados, subocupados por insuficiência de horas e na força de trabalho potencial) – um quarto da força de trabalho brasileira – o único problema do Brasil parece ser a previdência. Após a … Continue lendo »
A Argentina tragada pela “austeridade”

A Argentina tragada pela “austeridade”

Mark Weisbrot – No país vizinho, escondido pela mídia, outro sinal de como fracassam as políticas de “corte de gastos”. Pobreza explodiu, inflação passa de 60% e, apesar de empréstimo gigante do FMI, país pode afundar em nova crise cambial. Agora, 31,3% da população argentina vive em situação de “pobreza multidimensional”. Desde a posse de … Continue lendo »
Para desnudar a mediocridade das elites

Para desnudar a mediocridade das elites

Paulo Kliass – Artigo de Lara Rezende contra pensamento econômico ortodoxo sugere: há cheiro de bolor na “Reforma” da Previdência e no “ajuste fiscal”. Brasil precisa, ao contrário, abrir-se a novas teorias sobre moeda e Estado. Dentre tantos atributos, nossas elites há muito tempo são conhecidas por adotarem uma certa atitude de incorporar todas as … Continue lendo »
A perestroika brasileira é absolutamente descabida

A perestroika brasileira é absolutamente descabida

Patricia Fachin – É “difícil” fazer uma avaliação da política econômica conduzida pelo ministro Paulo Guedes, “porque de fato nada de concreto ainda foi feito na área, a não ser o envio da proposta de reforma da previdência ao Congresso”, diz a economista Leda Paulani à IHU On-Line, ao comentar a atuação da equipe econômica nos dois primeiros meses do novo governo. Já … Continue lendo »
Cresce dependência da indústria de alta tecnologia por importado

Cresce dependência da indústria de alta tecnologia por importado

Marta Watanabe – Um total de 60 classes industriais importou, em 2016, pelo menos um terço dos insumos e componentes utilizados no seu processo produtivo. O grupo representa menos de um quarto do total de 258 classes industriais existentes no país, mas contempla 48 segmentos responsáveis por cerca de dois terços da produção industrial brasileira … Continue lendo »
Argentina: Massiva marcha dos movimentos sociais contra a fome e os aumentos

Argentina: Massiva marcha dos movimentos sociais contra a fome e os aumentos

Página/12 – Uma multidão marchou “contra a fome e os aumentos” das tarifas de serviços básicos (água, luz, gás, transportes), em mobilização convocada pelos movimentos sociais e organizações sindicais. Em frente ao edifício do Ministério de Desenvolvimento Social, pediram por mais alimentos para os restaurantes populares e aumentos dos salários sociais e da Contribuição Universal … Continue lendo »
O globalismo e a ilusão de que não compartilhamos a mesma realidade

O globalismo e a ilusão de que não compartilhamos a mesma realidade

Luiz Gonzaga Belluzzo – A individualização do fracasso já não consegue ocultar o destino comum reservado aos derrotados pela desordem do sistema social. Na década de 1970, a experiência do capitalismo “social” e “inter-nacional” do imediato Pós-Guerra sofria do mal-estar do primeiro choque do petróleo, da estagflação e do endividamento da periferia alimentado pela reciclagem dos petrodólares. A … Continue lendo »