Terrorismo de Estado e Soleimani

Terrorismo de Estado e Soleimani

Marcelo Zero – Os EUA praticam terrorismo de Estado há muito tempo. Fazem o que querem, muitas vezes à margem do sistema de segurança coletiva da ONU, sempre que consideram necessário ou desejável. Deflagram guerras, derrubam governos, torturam e assassinam em nome da “democracia”, dos “direitos humanos”, do “combate ao terrorismo” e da suposta necessidade de … Continue lendo »
O ataque dos Estados Unidos ao Irã e suas consequências para o mundo do petróleo

O ataque dos Estados Unidos ao Irã e suas consequências para o mundo do petróleo

José Luís Fiori e Rodrigo Leão – O reconhecimento do presidente Donald Trump, e a comemoração de algumas autoridades norte-americanas, transformam o “ataque americano ao aeroporto de Bagdá”, numa operação direcionada e bem sucedida de eliminação de um general iraniano de alta patente, em território iraquiano, por cima de toda e qualquer ideia de direito internacional, … Continue lendo »
3ª Guerra? Desgaste de Trump em ano eleitoral explica ataque

3ª Guerra? Desgaste de Trump em ano eleitoral explica ataque

Wanderley Preite Sobrinho – O ataque dos Estados Unidos ao Irã no Iraque agrava as tensões geopolíticas na região. Além das bolsas e mercado de petróleo, os temores refletiram nas redes sociais, onde se discute a possibilidade de uma Terceira Guerra Mundial —o termo chegou aos trending topics no Twitter. Ao UOL, três especialistas em Oriente Médio … Continue lendo »
A esquerda, os militares, o imperialismo e o desenvolvimento

A esquerda, os militares, o imperialismo e o desenvolvimento

José Luís Fiori – As grandes potências são aqueles Estados de toda parte da Terra que possuem elevada capacidade militar perante os outros, perseguem interesses continentais ou globais e defendem estes interesses por meio de uma ampla gama de instrumentos, entre eles a força e ameaças de força, sendo reconhecidos pelos Estados menos poderosos como … Continue lendo »
O tsunami chileno

O tsunami chileno

Atilio A. Boron – Piñera e a repressão. O regime de Piñera – e insisto nisso de “regime” porque um governo que reprime com a brutalidade que todo o mundo viu não se pode considerar democrático – defronta-se com a mais séria ameaça popular já enfrentada por qualquer governo desde o derrube da Unidade Popular … Continue lendo »
O socialismo de mercado chinês é resultado da fusão entre a economia monetária, o keynesianismo e a planificação soviética

O socialismo de mercado chinês é resultado da fusão entre a economia monetária, o keynesianismo e a planificação soviética

Ricardo Machado – Entrevista especial com Elias Jabbour. Compreender o protagonismo dos países asiáticos, em especial o da China, no cenário econômico global é “o maior desafio intelectual do momento presente”, diz o geógrafo Elias Marco Khalil Jabbour, autor do livro “China Hoje: Projeto Nacional, Desenvolvimento e Socialismo de Mercado” (São Paulo: Anita Garibaldi, 2012). Ao fazer … Continue lendo »
Desde 2017, Estados Unidos já doaram R$ 2,3 bilhões à oposição venezuelana

Desde 2017, Estados Unidos já doaram R$ 2,3 bilhões à oposição venezuelana

Michele de Mello – Agência estadunidense anunciou nova remessa de R$ 216 milhões em encontro com embaixador nomeado por Juan Guaió. Na história recente, esta é uma das primeiras vezes que a Casa Branca anuncia o envio direto de dinheiro a um setor opositor em outro país “Fiquei impressionado com a liderança deles desde que … Continue lendo »
Trump pisca novamente enquanto a economia mundial gagueja

Trump pisca novamente enquanto a economia mundial gagueja

Niklas Svensson – Os mercados de ações embarcaram em uma montanha russa nos últimos meses, enquanto a errática política comercial de Trump leva a economia mundial à beira da recessão. Em um de seus últimos movimentos, Trump mais uma vez adiou parcialmente a introdução de novas tarifas, anunciadas por ele há semanas. Esse adiamento temporário … Continue lendo »
70 Anos da Revolução Comunista na China: como país pobre e rural se tornou potência mundial em 4 décadas

70 Anos da Revolução Comunista na China: como país pobre e rural se tornou potência mundial em 4 décadas

Redação – Quando Mao Tsé Tung (ou Zedong) chegou ao poder em 1949, a China estava dominada pela pobreza e devastada pela guerra. Nesta terça-feira (1º), quando se completam 70 anos do triunfo dos comunistas, o país está radicalmente diferente: é uma potência mundial de primeira grandeza e aspira chegar ao topo da economia global. … Continue lendo »