E os pobres sutentam o cassino financeiro global

E os pobres sutentam o cassino financeiro global

Inesc – Em três décadas, países periféricos transferiram, para nações capitalistas centrais, US$ 10,6 trilhões — trezentas vezes o PIB da Nicarágua. Paraísos fiscais são principal sangria. Só China escapou. Qual impacto que a fuga não-registrada de capitais pode ter no desenvolvimento de um país, principalmente nos mais vulneráveis e pobres? Qual o papel dos paraísos … Continue lendo »
“Um imposto sobre o capital não deve esperar por um Governo mundial”

“Um imposto sobre o capital não deve esperar por um Governo mundial”

XAVIER VIDAL-FOLCH – O economista Thomas Piketty, especializado na distribuição da renda, defende que a criação de um imposto sobre os grandes patrimônios não é uma utopia. Um ano atrás o professor Thomas Piketty, diretor de estudos da École des Hautes Etudes en Sciencies Sociales, de Paris, lançou o mais famoso livro de análise histórico-econômica a … Continue lendo »
A vaca sagrada da economia

A vaca sagrada da economia

Carlos Luque, Simão Silber e Roberto Zagha – A sociedade brasileira enfrenta desafios enormes. As dimensões dos problemas foram discutidas nestas colunas por vários economistas: globalização das finanças numa economia real isolada do mercado mundial, finanças públicas insustentáveis, falta de infraestrutura, declínio do investimento privado desde 1980 e desindustrialização. Nos três últimos anos, cortes em … Continue lendo »
A produção industrial brasileira continua caindo (e se contorcendo) no fundo do poço

A produção industrial brasileira continua caindo (e se contorcendo) no fundo do poço

Jorge Arnaldo e José Martins – Os capitalistas nativos e estrangeiros que exploram a natureza e a classe trabalhadora no Brasil precisam desesperadamente que a maior economia do mundo abaixo do equador retome o crescimento. E quando isso não acontece, eles trocam a realidade pelo desejo e pelas palavras vazias. Como fez, recentemente, o presidente … Continue lendo »
Dez Anos Atrás

Dez Anos Atrás

José Martins – Está se comemorando nesta semana um interessante aniversário. Dez anos atrás, o índice S&P 500 da bolsa de valores de Nova York cravava seu último recorde de valorização no ciclo 2002/2008, anterior ao atual 2009/2017. Exatamente no dia 09 de outubro de 2007 o S&P 500 alcançou a marca de 1549,38 pontos. A … Continue lendo »
“A corrupção número um, feita pelo sistema financeiro, está incólume”

“A corrupção número um, feita pelo sistema financeiro, está incólume”

Patricia Fachin – Entrevista especial com Guilherme Delgado. O discurso de que a economia dá sinais de suspiro em relação à recessão que o país enfrenta nos últimos anos é uma “narrativa que, aparentemente, faz o acalanto geral da sociedade, mas, infelizmente, ela é falsa”, diz o economista Guilherme Delgado à IHU On-Line. “Não há esses sinais de melhora, até porque … Continue lendo »
‘Estamos frente a um sistema de agiotagem que paralisou o país’

‘Estamos frente a um sistema de agiotagem que paralisou o país’

Glauco Faria – O economista Ladislau Dowbor, que está lançando o livro “A Era do Capital Improdutivo”, fala sobre como os mecanismos financeiros capturaram o poder político em todo o mundo, inclusive no Brasil “As corporações manejam grande poder sem nenhum contrapeso significativo” “Não há nenhuma razão objetiva para os dramas sociais que vive o … Continue lendo »
Redução das metas consolida mudança nos pilares da política econômica

Redução das metas consolida mudança nos pilares da política econômica

Laura Carvalho  – No que pode ser interpretado como mais um passo rumo ao abandono definitivo de um dos pilares do chamado tripé macroeconômico instituído no país em 1999, o governo anunciou na terça-feira (15) uma revisão das metas fiscais dos próximos quatro anos, adiando para 2021 qualquer previsão de superavit primário. Os deficit previstos passaram de … Continue lendo »
A doutrina da dívida odiosa e a dívida brasileira

A doutrina da dívida odiosa e a dívida brasileira

Maicon Cláudio da Silva – Para além da per­ma­nente san­gria no or­ça­mento fe­deral, os es­tudos da Au­di­toria Ci­dadã da Dí­vida têm de­mons­trado que a dí­vida pú­blica bra­si­leira é re­pleta de ile­ga­li­dades. Sobre esses as­pectos, al­guns an­te­ce­dentes his­tó­ricos nos pos­si­bi­litam re­fletir também a res­peito da na­tu­reza da dí­vida pú­blica e de sua le­gi­ti­mi­dade. Se­gundo Nildo Ou­ri­ques … Continue lendo »
Confusões globais

Confusões globais

Wladimir Pomar – Ao lado das con­fu­sões a res­peito da crise ca­pi­ta­lista e da pre­tensa con­fron­tação entre as cor­po­ra­ções fi­nan­ceiras “mul­ti­na­ci­o­nais” e “trans­na­ci­o­nais” como con­tra­dição prin­cipal deste mo­mento his­tó­rico, há ou­tras con­fu­sões ron­dando o mundo. Como exemplo, podem-se citar as que dizem res­peito ao en­fra­que­ci­mento da uni­po­la­ri­dade norte-ame­ri­cana, à vi­a­bi­li­dade ou não da re­versão da … Continue lendo »