Orçamento com a Dívida aumenta R$ 500 bilhões, 37,13%. Restante do Orçamento aumenta R$ 81,9 bilhões, 5,11%

Orçamento com a Dívida aumenta R$ 500 bilhões, 37,13%. Restante do Orçamento aumenta R$ 81,9 bilhões, 5,11%

WASHINGTON LIMA – Da LOA de 2016 ao PLOA de 2018 Este texto tem o objetivo de comparar e analisar, os valores aprovados, ou dotações inciais, nas LOAs – Leis Orçamentárias Anuais de 2016 e 2017 e o que está proposto no PLOA – Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2018, que está em tramitação no … Continue lendo »
Causas do colapso econômico islandês seguem presentes, afirma jornalista

Causas do colapso econômico islandês seguem presentes, afirma jornalista

Diogo Bercito – Quase dez anos após o baque da crise de 2008, a Islândia voltou à erupção de bons indicadores econômicos, acompanhados por um renovado otimismo quanto ao futuro. Mas, mesmo com todas as transformações pelas quais o país passou, é ilusória a noção de que todos os problemas foram solucionados, afirma o jornalista britânico … Continue lendo »
Sobre lucros, raposas e galinhas

Sobre lucros, raposas e galinhas

José Álvaro de Lima Cardoso – Em meio à crise, ganhos dos bancos não param de crescer. Enquanto isso, Itaú recebe perdão de R$ 25 bilhões de impostos devidos — quase o orçamento do Bolsa Família em 2017. O país atravessa a mais grave recessão da história, com quase três anos de queda da produção industrial, diminuição da renda … Continue lendo »
Não há saída sem a reversão da financeirização

Não há saída sem a reversão da financeirização

LEDA MARIA PAULANI – Introdução. Neste momento da história brasileira, falar de saídas para a crise econômica implica considerar duas ordens de fatores que se colocam como pressupostos, a primeira de ordem mais geral, e a segunda mais atinente à questão econômica ou socioeconômica propriamente dita. Farei rápida menção à primeira nesta introdução e, na sequência, tratarei … Continue lendo »
Super-ricos no Brasil são sustentados pela classe média e pelos pobres

Super-ricos no Brasil são sustentados pela classe média e pelos pobres

Redação – De acordo com dados do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da Heritage Foundation, de 2014 e 2015, a carga tributária média mensal brasileira é a quinta mais baixa entre as 20 maiores economias do mundo e está longe de figurar como a mais elevada do planeta. “Quando a gente avalia, na comparação com outros … Continue lendo »
Nem louco rasga dinheiro

Nem louco rasga dinheiro

Ana Araujo e José Martins – Donald Trump, presidente dos EUA, comprovou, nesta quinta-feira (2), esse conhecido ditado popular. Não só para não rasgar mas, principalmente, para salvar a moeda universal (dólar) tomou a decisão de não reconduzir para um segundo mandato Mrs. Janet Yellen ao comando do banco central do planeta, quer dizer, do Federal … Continue lendo »
Dívida e juros: financismo no comando

Dívida e juros: financismo no comando

Paulo Kliass – O Ministério da Fazenda acaba de divulgar o Relatório Mensal da Dívida Pública Federal, com informações atualizadas até o mês de setembro. O documento é importante para quem pretende acompanhar a evolução dos níveis e do padrão de endividamento do Estado brasileiro. No entanto, a compreensão desse tipo de comportamento é ainda … Continue lendo »
Marx, Gladstone E Trump: A Dialética Em Tempo Real.

Marx, Gladstone E Trump: A Dialética Em Tempo Real.

José Martins – Em Abril de 1851, Karl Marx publica artigo no jornal The People’s Paper criticando a decisão de Sir William Gladstone – todo poderoso Chancellor of the Exchequer [Ministro do Tesouro] do império britânico – de aumentar intempestivamente a taxa básica de juros do Banco da Inglaterra, o Fed, banco central dos EUA) da época. Gladstone … Continue lendo »