Os banqueiros e os juros

Os banqueiros e os juros

Paulo Kliass – Para evitar que seus benefícios sejam, de alguma forma, reduzidos em algum momento mais à frente, eles agora tentam se antecipar ao debate e apresentam algumas propostas tímidas. Trata-se de uma estratégia inteligente. Estava eu, outro dia, entrando bem tranquilo em uma livraria aqui em Brasília e deu-se o inusitado. Uma vendedora aproximou-se … Continue lendo »
Bancos e grandes empresas são os que mais se beneficiarão no governo Bolsonaro

Bancos e grandes empresas são os que mais se beneficiarão no governo Bolsonaro

Antonio Biondi e Napoleão de Almeida – Enquanto o país “quebra”, setores com maior poder econômico são capazes de manter lucros bilionários. ‘Todos os setores ligados direta ou indiretamente ao sistema financeiro devem ser beneficiados”, afirma Kliass Ainda que Brasil esteja com a economia destroçada, especialistas ouvidos pelo Brasil de Fato preveem que governo Bolsonaro deve ter … Continue lendo »
A Itália chocou com o icebergue

A Itália chocou com o icebergue

Francisco Louçã – Em 2015, a Comissão puniu a Grécia com austeridade para evitar a contaminação. Contra a Itália a coisa fia mais fino. Escrevi aqui que os focos de instabilidade na Europa estão na Itália, mas também em França (o Presidente mais rapidamente impopular pode ser vencido por Le Pen, em maio) e na … Continue lendo »
Ajuda mortal: como Fundo Monetário Internacional destrói a economia dos países

Ajuda mortal: como Fundo Monetário Internacional destrói a economia dos países

Sputnik Brasil – Os “êxitos” do FMI no que toca a arruinar as economias nacionais não se limitam à Argentina. O presidente da Argentina, Mauricio Macri, afirmou ter acordado com o Fundo Monetário Internacional a concessão de créditos no valor de $US 50 bilhões (R$ 234 bilhões). O programa da assistência financeira a Buenos Aires … Continue lendo »
Fala, Paulo Guedes

Fala, Paulo Guedes

Paulo Kliass – O fato pouco mencionado até agora é que a pauta econômica de Paulo Guedes é muito conservadora. A contradição vem dessa necessidade que Bolsonaro sentiu de ser mais bem aceito pela elite, em uma tentativa de deixar para trás a sua eterna imagem de alguém tosco e nojento. Passada a longa agonia … Continue lendo »
Moedas e metamorfoses da globalização

Moedas e metamorfoses da globalização

Redação – Imersão dolorosa das “emergentes”. Não é assim que os capitalistas chamam as economias dominadas do sistema imperialista? Agora todas elas sofrem com a terrível ameaça de derretimento das suas inúteis moedas inconversíveis. Na semana passada, inúmeras grandes economias dominadas ainda se debatiam com turbulências cambiais nunca dantes navegadas. Alguma coisa está fora da velha … Continue lendo »
DÍVIDA PÚBLICA: MITOS E REALIDADE

DÍVIDA PÚBLICA: MITOS E REALIDADE

JOSE LUIS FEVEREIRO – A dívida pública brasileira é estimada em torno de R$3 trilhões (conforme a metodologia usada, pode ser mais ou menos). Isso corresponde a cerca de 65% do PIB, no caso da dívida bruta, e a cerca de 49% do PIB, na dívida líquida (descontadas as reservas). Em termos comparativos com outros países, … Continue lendo »
Os interesses populares, os do ‘mercado’ e a Bolsa de Valores

Os interesses populares, os do ‘mercado’ e a Bolsa de Valores

Róber Iturriet Avila – O discurso do que é bom para a “economia” e para o “mercado” é travestido de “interesse geral”, quando, na verdade, é o interesse específico da minoria rica do país que vive de aplicações financeiras. Em tempo de disputa política eleitoral, as narrativas do “interesse geral” são explicitadas nas manchetes. O … Continue lendo »