Brasil perde terreno na corrida do PIB per capita

Brasil perde terreno na corrida do PIB per capita

Sergio Lamucci – O Brasil perdeu terreno em relação a outros emergentes nas últimas décadas, distanciando-se do nível de renda dos países desenvolvidos, em vez de se aproximar. Com o baixíssimo crescimento da produtividade, o PIB per capita brasileiro corresponde hoje a pouco mais de um quarto do americano. Em 1980, equivalia a quase 40%. Nesse … Continue lendo »
Alucinações circulatórias da Moeda e do capital fechando o ciclo

Alucinações circulatórias da Moeda e do capital fechando o ciclo

José Martins – Marx lembrava com satisfação, na Introdução à Crítica da Economia Política, a inspiradíssima frase de lorde Gladstone – o mais poderoso político e primeiro-ministro inglês da imperialista era vitoriana: “… nem mesmo o amor levou tanta gente à loucura como as cogitações sobre a essência da moeda…” Acontece que, na última semana, mais … Continue lendo »
EUA se move perigosamente da guerra comercial para a guerra das moedas

EUA se move perigosamente da guerra comercial para a guerra das moedas

José Martins – Todo mundo sabe que Donald Trump, presidente dos EUA, não para de pressionar o mundo com seguidas ameaças de guerras comerciais. Tarifas e outras formas protecionistas na mão. Agora, ele emite sinais muito claros de que os EUA podem estar se preparando para outra guerra muito mais letal para o funcionamento dos … Continue lendo »
Regras em conflito

Regras em conflito

Laura Carvalho – Após acordo entre governo e oposição, garantindo recursos para a educação, pesquisa e moradia, o Congresso nacional autorizou na terça-feira (11) um endividamento adicional de R$ 248,9 bilhões para a realização de despesas correntes. A aprovação do crédito extra evitou o desastre iminente associado ao descumprimento da chamadaregra de ouro, mas trouxe à tona a … Continue lendo »
O colapso do teto

O colapso do teto

Laura Carvalho – Em reunião com investidores em Nova York, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pôs o dedo na ferida ao afirmar, na terça-feira (14), que a aprovação da reforma da Previdência não resolverá o problema de falta de crescimento da economia brasileira e que o teto de gastos, se não for revisto, pode levar o … Continue lendo »
Alavancagem financeira em lugar da parcimônia

Alavancagem financeira em lugar da parcimônia

Fernando Nogueira da Costa – Paradoxalmente, Marx e a literatura de esquerda destacam a revolução industrial, talvez por causa do surgimento de operários capazes de se organizarem em sindicatos e partidos, e não a prévia revolução financeira, ocorrida originalmente na Holanda do século XVII. Até hoje parte da esquerda se comporta como os cristãos medievais antissemitas … Continue lendo »
Financeirização da habitação agrava desigualdades sociais

Financeirização da habitação agrava desigualdades sociais

Esquerda.net – O 4º Relatório do Observatório sobre as Crises e as Alternativas assinala que a “política de habitação quase exclusivamente assente em benefícios fiscais para incentivar os privados a fazer o que o Estado vai abdicando de fazer” se traduz na financeirização da habitação e consequente agravamento das desigualdades. O 4º Relatório do Observatório … Continue lendo »
O rombo está no gasto com a dívida pública

O rombo está no gasto com a dívida pública

Maria Lucia Fattorelli e Rodrigo Ávila – O rombo das contas públicas está claramente localizado nos gastos financeiros com a chamada dívida pública — que nunca foi auditada, como manda a Constituição — e não nas despesas com pessoal ou Previdência. O novo governo sancionou o Orçamento Federal para 2019, no montante de R$ 3,262 trilhões. Dentre … Continue lendo »
Wolfgang Streeck: “É preciso quebrar o euro, e logo”

Wolfgang Streeck: “É preciso quebrar o euro, e logo”

CLAUDI PÉREZ – “O ‘crash’ do Lehman Brothers pode se repetir a qualquer momento”, prevê o sociólogo. Terno cinza, camisa escura e fala tranquila, quase monocórdica: à primeira vista não há absolutamente nada que leve a crer que o intelectual alemão Wolfgang Streeckseja um dos maiores pessimistas do Atlântico Norte. Salvo talvez um discreto bigode … Continue lendo »