“A diversidade não impede a unidade da esquerda na defesa da democracia”

“A diversidade não impede a unidade da esquerda na defesa da democracia”

Rodrigo Martins — A existência de diferentes candidaturas do campo progressista não invalida uma aliança no segundo turno, emenda o líder do MTST ‘Deixemos o pensamento único e a intolerância para a direita’, propõe Boulos Cotado como candidato do PSOL à Presidência da República, Guilherme Boulos recusa-se a alimentar a inútil polêmica sobre a desunião da … Continue lendo »
Agamben: profanar a Democracia Representativa

Agamben: profanar a Democracia Representativa

Fran Alavina – A quem interessa sacralizar um sistema que já não representa ninguém, senão o poder financeiro — ou o Deus convertido em Dinheiro, segundo notou o filósofo? Este texto dialoga com a série de vídeos de Outras Palavras, nos quais Antonio Martins propõe e instiga que pensemos novos recursos democráticos que rompam com a farsa … Continue lendo »
Frente Ampla: assim o Chile trama outra política

Frente Ampla: assim o Chile trama outra política

João Telésforo – Programa claro e mobilização permanente: em novembro, às vésperas das eleições, a Frente Ampla participa de manifestação gigante — convocada pelo movimento No+AFP — por um novo sistema de aposentadorias, solidário, público e distributivo. Nascido das lutas sociais, comprometido com a reinvenção da esquerda e da democracia, movimento sacode a sociedade e já … Continue lendo »
“Bolsonaro é filho do casamento entre a Lava Jato e a Rede Globo”

“Bolsonaro é filho do casamento entre a Lava Jato e a Rede Globo”

Daniel Giovanaz – Sociólogo lançou livro em Curitiba e explicou por que a operação é vista com bons olhos pelas classes dominantes Lançamento de livro, palestra e curso sobre a formação da sociedade brasileira. Em pouco mais de 24 horas, o sociólogo Jessé Souza fez da chamada “República de Curitiba” um espaço de debates sobre o … Continue lendo »
Querem que oprimidos pensem que a saída é votar no opressor, diz sociólogo

Querem que oprimidos pensem que a saída é votar no opressor, diz sociólogo

Leonardo Sakamoto – ”Se os partidos não se derem conta que estamos em uma situação pré-fascista, em que a democracia foi sequestrada por antidemocratas, no final, estarão todos destruídos por essas forças conservadoras.” A avaliação é do sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, considerado um dos mais importantes intelectuais da esquerda na atualidade. Diretor do … Continue lendo »
Liberalismo econômico de Bolsonaro faz lembrar Chile de Pinochet

Liberalismo econômico de Bolsonaro faz lembrar Chile de Pinochet

Laura Carvalho – Quando indagado por um ouvinte do programa da jornalista Mariana Godoy na RedeTV! sobre o que pensa do tripé macroeconômico —composto por câmbio flutuante, metas de inflação e superavit primário—, Jair Bolsonaro não quis arriscar: “Quem falará de economia por mim é a minha equipe econômica no futuro”. Em meio à forte repercussão nas … Continue lendo »
Venezuela: ditadura ou democracia?

Venezuela: ditadura ou democracia?

Breno Altman – O povo venezuelano acabou de eleger os governadores de seus 23 Estados. Duas grandes coligações disputaram a direção dessas regiões: o Grande Polo Patriótico, liderado pelo Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), conquistou 18 Executivos estaduais, contra cinco da oposicionista Mesa de Unidade Democrática (MUD). Mais de 61% dos eleitores inscritos participaram do … Continue lendo »
Robôs e ‘big data’: as armas do marketing político para as eleições de 2018

Robôs e ‘big data’: as armas do marketing político para as eleições de 2018

Camilla Veras Mota – Ferramentas que estreiam no Brasil na disputa do próximo ano traçam perfil psicológico dos eleitores a partir das redes sociais “A disputa política por influência digital vem ganhando escala no Brasil desde as eleições de 2014 e já prepara terreno para a batalha do próximo ano. O arsenal virá de empresas como … Continue lendo »
O que explica o fenômeno Angela Merkel?

O que explica o fenômeno Angela Merkel?

Volker Wagener – A vitória eleitoral é baseada, sobretudo, na confiança: a chanceler se tornou um bastião de tranquilidade em tempos de incerteza. Hoje, na Alemanha e na Europa, não há figura política capaz de se impor perante ela. O resultado da eleição deste domingo (24) é, ao mesmo tempo, um motivo para refletir e … Continue lendo »