De onde vem a ideia dos direitos humanos como defesa de bandidos?

De onde vem a ideia dos direitos humanos como defesa de bandidos?

Cassiano Martines Bovo – No Brasil, dentre o amplo espectro de pautas e temas abarcados pelos direitos humanos, ancorados fundamentalmente na Declaração Universal dos Direitos Humanos, é apenas sobre os ativistas de um segmento desse conjunto que recai a incompreensão de boa parte da sociedade; trata-se daqueles que lutam contra os abusos cometidos por policiais e … Continue lendo »
O grande desafio da saúde pública no Brasil é o enfrentamento da violência

O grande desafio da saúde pública no Brasil é o enfrentamento da violência

Patricia Fachin – Se na década de 1980 o principal desafio na área da saúde pública era reduzir os índices de mortalidade infantil, “hoje o grande desafio é reduzir a mortalidade entre jovens e adolescentes que estão sendo assassinados” no campo e na cidade, diz o especialista em Saúde Ambiental Fernando Carneiro à IHU On-Line. Segundo ele, embora historicamente a violência tenha sido mais … Continue lendo »
Restaurar o Estado é preciso

Restaurar o Estado é preciso

Maria da Conceição Tavares – ‘Só consigo enxergar alguma possibilidade de cura desse estado de astenia e de reordenação das bases democráticas a partir de uma maciça convocação e ação dos jovens’. Vivemos sob a penumbra da mais grave crise da história do Brasil, uma crise econômica, social e política. Enfrentamos um cenário que vai … Continue lendo »
Sabe aquela história de que a Suécia é liberal? É cegueira ideológica

Sabe aquela história de que a Suécia é liberal? É cegueira ideológica

Rodrigo Souza – A Suécia é um dos poucos países do mundo que conseguiu conciliar desenvolvimento econômico com justiça social. O principal fator que explica esse sucesso: ela ter ignorado a ideologia do “Livre Mercado”. Na obra de agradável leitura “Economia: modo de usar – um guia básico dos principais conceitos econômicos”, o professor de economia de … Continue lendo »
“Maior erro dos progressismos foi não ter tocado a riqueza; agora vemos avanço continental das direitas”

“Maior erro dos progressismos foi não ter tocado a riqueza; agora vemos avanço continental das direitas”

Raphael Sanz – O ano se en­cerrou em todo o con­ti­nente com enormes re­tro­cessos para os tra­ba­lha­dores. Macri e Temer apro­fundam pa­cotes de ajustes e ace­leram me­ga­em­pre­en­di­mentos li­gados à mi­ne­ração e ao agro­ne­gócio nos dois mai­ores paíse, o Chile vive o apro­fun­da­mento de seu já con­so­li­dado mo­delo ne­o­li­beral e a Ve­ne­zuela segue imersa em grave crise. … Continue lendo »
A crise brasileira, a dívida pública e o déficit da previdência

A crise brasileira, a dívida pública e o déficit da previdência

JOÃO PAULO CALDEIRA – Maria Lúcia Fattorelli: “O governo fabrica o déficit ao considerar apenas a arrecadação do INSS e comparar com todo o gasto da Previdência”. Em palestra no Clube de Engenharia, Maria Lúcia Fattorelli, fundadora e coordenadora nacional do movimento Auditoria Cidadã da Dívida, desenhou o Brasil da abundância, que o brasileiro não vê … Continue lendo »
Reduzir maioridade penal para 16 anos provará que desistimos do futuro

Reduzir maioridade penal para 16 anos provará que desistimos do futuro

Leonardo Sakamoto – Um número chama a atenção na nova pesquisa Datafolha sobre o apoio à redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. A medida encontra menos respaldo entre os ateus (65%) do que entre aqueles que se declaram religiosos. O número é próximo aos que seguem religiões de matriz africana, 67% apoiam a … Continue lendo »
PUREZA E PODER

PUREZA E PODER

ANTONIO ENGELKE – Os paradoxos da política identitária. Se os argumentos forem avaliados a partir da “pureza” de quem fala, em detrimento da sua validade ou consistência interna, então os próprios discursos subalternos podem perder força Quem acompanha as redes sociais no Brasil de hoje provavelmente já se deparou com a gíria “lacrar”. Dizer que fulano … Continue lendo »