Lilia Schwarcz: “O Judiciário foi usado como vingança e impediu que a democracia siga seu curso”

Lilia Schwarcz: “O Judiciário foi usado como vingança e impediu que a democracia siga seu curso”

JOANA OLIVEIRA – Antropóloga, autora do livro ‘Sobre o autoritarismo brasileiro’, diz que o vazamento das mensagens de The Intercept Brasil mostra o Judiciário atuando em causas próprias. O brasileiro é, antes de tudo, um autoritário. Depois de séculos escondendo-se por trás da ideia de de povo aberto, diverso, tolerante, pacífico e acolhedor —o conceito de … Continue lendo »
A LAVA JATO USOU O JUDICIÁRIO PARA FINS POLÍTICOS

A LAVA JATO USOU O JUDICIÁRIO PARA FINS POLÍTICOS

João Filho – Suspeitava-se que a Lava Jato era um grupo político articulado entre membros do Ministério Público e o judiciário. Os indícios apontavam um conluio entre procuradores e um juiz que atuava para influenciar o jogo político-partidário e manipular a opinião pública. Faltava o batom na cueca. Não falta mais. Os diálogos revelados pelo Intercept mostram … Continue lendo »
Democracia liberal está sendo corroída, afirma cientista político

Democracia liberal está sendo corroída, afirma cientista político

Marco Rodrigo Almeida – Em entrevista, o cientista político Yascha Mounk afirma que a ligação entre democracia e liberalismo vem sofrendo processo de corrosão, provocado em parte por setores que buscam justamente uma democratização mais multiétnica e igualitária. Após a derrocada da União Soviética, a democracia liberal parecia destinada a um triunfo absoluto. Na ausência de … Continue lendo »
Teorias reformistas

Teorias reformistas

Wladimir Pomar – Talvez aci­ca­tados pelos te­mores so­ci­a­listas do bol­so­na­rismo, vá­rios eco­no­mistas da bur­guesia bra­si­leira se em­pe­nham em con­vencer a todos que o Brasil, para voltar a crescer eco­no­mi­ca­mente e di­mi­nuir a de­si­gual­dade de renda, pre­cisa fazer um con­junto amplo de re­formas. Se­gundo eles, tais re­formas in­clui­riam a Pre­vi­dência, os tri­butos, o mer­cado de cré­dito, … Continue lendo »
Entenda as armas bolsonaristas na guerra às universidades

Entenda as armas bolsonaristas na guerra às universidades

ANDRÉ BARROCAL -O arsenal de Bolsonaro contra a rede pública federal abre espaço aos negócios privados. Jair Bolsonaro pretende viajar aos Estados Unidos nos próximos dias. Quando foi pela primeira vez como presidente, em março, participou de um jantar e comentou: “O Brasil não é um terreno aberto onde nós pretendemos construir coisas para o … Continue lendo »
Gramscismo: uma ideologia da extrema-direita

Gramscismo: uma ideologia da extrema-direita

Lincoln Secco – Nos es­ter­tores da Di­ta­dura Civil-Mi­litar, a ex­trema-di­reita bra­si­leira en­frentou uma crise de di­reção e teve que mudar. Os ideó­logos mi­li­tares se vol­taram para novas te­o­rias que a es­querda bra­si­leira de­batia no final dos anos 1970, entre elas a de An­tonio Gramsci (1). A atenção se jus­ti­fi­cava porque a luta ar­mada não existia … Continue lendo »
O que os olavistas querem do Ministério da Educação

O que os olavistas querem do Ministério da Educação

Ethel Rudnitzki – A Pública analisou mais de 2.200 tuítes de 54 simpatizantes de Olavo de Carvalho para entender como buscam influenciar a agenda da educação no governo Bolsonaro. “Escola, no Brasil, tem servido somente para fornecer diariamente alimento e abrigo a crianças de famílias pobres ou miseráveis que, infelizmente, não podem dar a elas … Continue lendo »
Deus vult: uma velha expressão na boca da extrema direita

Deus vult: uma velha expressão na boca da extrema direita

Ethel Rudnitzki e Rafael Oliveira – Historiador Paulo Pachá explica conceitos ligados às Cruzadas que contagiaram bolsonaristas. “Deus vult”, expressão do latim que em português significa “Deus quer”, vem estampando camisetas, textos, tatuagens e tweets da extrema direita mundial desde que Donald Trump resolveu se lançar candidato à presidência dos EUA, em 2016. O termo, que data do início do milênio passado (1095), faz … Continue lendo »
Por que o Brasil de Olavo e Bolsonaro vê em Paulo Freire um inimigo

Por que o Brasil de Olavo e Bolsonaro vê em Paulo Freire um inimigo

Sérgio Haddad – Biógrafo de Paulo Freire analisa como o principal educador brasileiro, autor de método de alfabetização que estimula alunos a refletirem sobre sua realidade, passou a ser visto como inimigo público e responsabilizado por maus resultados educacionais do país. Em 29 de maio de 1994, em longa entrevista publicada no caderno “Mais”, da Folha, Paulo Freire … Continue lendo »