E se nos livrássemos de todos os bilionários?

E se nos livrássemos de todos os bilionários?

Farhad Manjoo – É ético que existam, quando tantos passam fome? Sua presença implica deformações econômicas, políticas e sociais. Sua adulação pela mídia é aberração moral. Ao nos livrarmos deles, daremos um enorme passo civilizatório. No último outono, Tom Scocca, editor do blog essencial Hmm Daily, escreveu um pequeno post que está mexendo com minha cabeça … Continue lendo »
O que faz do Brasil um dos países mais desiguais?

O que faz do Brasil um dos países mais desiguais?

DEUTSCHE WELLE – País figura entre os dez piores do mundo. Problema tem raízes históricas que remontam à escravidão. Preocupada com o crescimento da pobreza, exclusão social e desemprego no mundo, a Assembleia Geral das Nações Unidas elegeu 20 de fevereiro como o Dia Mundial da Justiça Social, uma data para promover esforços para diminuir … Continue lendo »
As 26 pessoas mais ricas possuem o mesmo que as 50% mais pobres, diz Oxfam

As 26 pessoas mais ricas possuem o mesmo que as 50% mais pobres, diz Oxfam

Larry Elliott – A organização de caridade defende a criação de um imposto sobre os 1% mais ricos, dizendo que seriam levantados fundos suficientes para educar todas as crianças que não estão na escola O relatório da Oxfam diz que entre 2017 e 2018, um novo bilionário surgiu a cada dois dias A crescente concentração … Continue lendo »
A ideia de que há gente descartável é a verdadeira violação de direitos

A ideia de que há gente descartável é a verdadeira violação de direitos

Luciano Velleda – Sociólogo Boaventura de Sousa Santos estabelece o capitalismo, o colonialismo e o patriarcado como os principais adversários da consolidação dos direitos do homem Boaventura diz que a Declaração Universal foi usada na Guerra Fria “para mostrar a superioridade do capitalismo” Dedicando a palestra ao deputado federal eleito Marcelo Freixo (Psol-RJ), que teve … Continue lendo »
O impacto do impeachment de 2016 nos indicadores sociais

O impacto do impeachment de 2016 nos indicadores sociais

O recém-divulgado documento do IBGE “Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira 2018” é uma ótima oportunidade para se discutir os impactos sociais do golpe de Estado, de 31 de agosto de 2016. Dentre os impactos, se destacam o retorno da concentração de renda, o aumento da pobreza monetária e não … Continue lendo »
‘Você compra remédio ou comida’: as escolhas das famílias que vivem com um salário mínimo em SP

‘Você compra remédio ou comida’: as escolhas das famílias que vivem com um salário mínimo em SP

Felipe Souza – Há certos meses em que Carlos e Odilene deixam de comprar sabonete. Moradores de uma ocupação, eles trocam o conforto da higiene por um pedaço de carne a mais no prato. Reginaldo e Rafaela não têm previsão para trocar o telhado quebrado do barraco em que vivem, na favela de Paraisópolis. Melhor aguentar … Continue lendo »
Governo Bolsonaro: 54 milhões de pobres e mais cinco desafios que o presidente eleito enfrentará em 2019

Governo Bolsonaro: 54 milhões de pobres e mais cinco desafios que o presidente eleito enfrentará em 2019

Matheus Magenta e Juliana Gragnani – Em 2016, o Brasil tinha 52,8 milhões de pessoas pobres (25,7% da população). Em 2017, esse número cresceu para 54,8 milhões (26,5%) Mais pessoas ficaram pobres e desassistidas no Brasil entre 2016 e 2017. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira uma série de indicadores sociais … Continue lendo »
Brasil gangorra: cresce pobreza extrema, mas também a renda dos mais ricos

Brasil gangorra: cresce pobreza extrema, mas também a renda dos mais ricos

Leonardo Sakamoto – Indígena tenta impedir reintegração de posse no Amazonas. Foto vencedora do Prêmio Vladimir Herzog de Direitos Humanos, categoria Fotografia – Luiz Gonzaga Alves de Vasconcelos, Jornal A Crítica. A população em situação de extrema pobreza – com renda inferior a pouco mais de R$ 7 por dia – passou de 6,6%, em … Continue lendo »
Redução da desigualdade no Brasil estagnou, diz estudo da Oxfam

Redução da desigualdade no Brasil estagnou, diz estudo da Oxfam

Fabiano Maisonnave – Relatório da Oxfam Brasil revela que a redução na desigualdade de renda estancou pela primeira vez em 15 anos. O documento atribuiu a piora a uma série de limitações econômicas, em particular à recessão, ao aumento do desemprego e à crise nas contas dos governos, que limita o fôlego de políticas públicas voltadas … Continue lendo »