O Homem do Pau Brasil

O Homem do Pau Brasil

IVANA BENTES – O “senso comum” manipulado como arma política produz fascismos! O MBL está se especializando em produzir escândalos em cima do senso comum e de um imaginário do medo. Medo de estupro, medo de pedofilia, medo da nudez, medo do corpo de um homem nu! E encontrou um filão: a arte contemporânea, em que … Continue lendo »
Polêmica no MAM não é sobre arte e não é sobre pedofilia

Polêmica no MAM não é sobre arte e não é sobre pedofilia

Pablo Ortellado – Desde a última quinta-feira (28), as redes sociais foram tomadas pela polêmica em torno da performance no Museu de Arte Moderna no qual o artista Wagner Schwartz ficava nu e se deixava manipular pelo público, tendo sido tocado por uma criança que assistia a apresentação. Mais de dois milhões de links sobre a performance, … Continue lendo »
Gays e crianças como moeda eleitoral

Gays e crianças como moeda eleitoral

ELIANE BRUM – As milícias em benefício próprio descobriram como barganhar com a vida dos brasileiros e ganhar adeptos manipulando o medo e o ódio O fechamento da mostra Queer Museum – Cartografia da Diferença na Arte Brasileira aponta a crescente articulação entre setores da política tradicional e milícias como o Movimento Brasil Livre (MBL). Essa articulação está desenhando o … Continue lendo »
MBL promove intolerância e intimidação de adversários

MBL promove intolerância e intimidação de adversários

Pablo Ortellado – Uma exposição sobre diversidade sexual no Santander Cultural em Porto Alegre, com obras de Leonilson, Adriana Varejão, Lygia Clark e Portinari foi fechada no último domingo (10) depois de uma campanha iniciada pelo MBL que a acusou de promover a pedofilia e a pornografia. O Santander decidiu suspender a exposição depois de uma chuva … Continue lendo »
O Gustavo do 3ºB é ‘bicha’: como ensinar os filhos a lidar com preconceito?

O Gustavo do 3ºB é ‘bicha’: como ensinar os filhos a lidar com preconceito?

Luciana Bugni – Eu tinha 16 anos quando minha melhor amiga me procurou no colégio para me segredar apreensiva: o Gustavo me contou que é gay. Minha primeira reação foi “por que ele não contou para mim?”. Minha segunda reação foi “eu já sabia que estava acontecendo isso”. Minha terceira reação foi um sentimento de … Continue lendo »
Não há arte possível para a gente de bem

Não há arte possível para a gente de bem

Daniela Name – A autocensura transformada em censura pelo Santander Cultural é um sinal dos dias sombrios que atravessamos. Uma exposição que inflamou aquela cidade fria. Os cidadãos de bem comentavam, mesmo sem ter visto. As mães protegiam seus filhos daquelas telas, esculturas, fotografias e objetos, consideradas uma ameaça à família, ao espírito nacional, aos … Continue lendo »