Brasil submergente vive o pior docênio (2011-2022) dos 200 anos da Independência

Brasil submergente vive o pior docênio (2011-2022) dos 200 anos da Independência

José Eustáquio Diniz Alves – Por quase 180 anos, desde a Independência (em 1822), o Brasil foi uma nação emergente no cenário internacional e apresentou grande crescimento populacional (passou de 4,7 milhões de habitantes em 1822, para 121 milhões em 1980 e mais de 200 milhões atualmente), assim como grande crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). … Continue lendo »
Carta de Genebra: Desigualdades no mundo do trabalho europeu

Carta de Genebra: Desigualdades no mundo do trabalho europeu

Eduardo Camin – Nos últimos tempos, o debate internacional, em grande parte, tem se dedicado ao aumento das desigualdades e seus efeitos negativos sobre a economia e as sociedades. Recentemente foi publicada um novo informe da OIT (Organização Internacional do Trabalho), organizado por Daniel Vaughan-Whitehead, principal economista do órgão, que “aborda as causas profundas das … Continue lendo »
Marx, esse desconhecido

Marx, esse desconhecido

Vladimir Safatle – Sem dúvida a força de seu pensamento moldou nosso passado recente. Se me permitem, gostaria de relatar um fato de ordem pessoal. Fiz minha graduação no Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo no começo dos anos 1990. A princípio, aquele era, na época, um dos polos de reflexão marxista na … Continue lendo »
A falta de moradia é uma tragédia que só é lembrada quando pega fogo

A falta de moradia é uma tragédia que só é lembrada quando pega fogo

Leonardo Sakamoto – Que políticos das esferas federal, estadual e municipal agissem para desviar o foco de sua corresponsabilidade pelo incêndio e desabamento do prédio no Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo, culpando os ocupantes, era esperado. Eles são ou foram parte do problema ao não efetivar políticas para garantir o acesso dos … Continue lendo »