Giuseppe Aragno: historiador italiano analisa o conceito de fascismo e as semelhanças entre Bolsonaro e Salvini

Giuseppe Aragno: historiador italiano analisa o conceito de fascismo e as semelhanças entre Bolsonaro e Salvini

Rogério Freitas – Nascido em Nápoles, comunista libertário por convicção, professor e escritor, Giuseppe Aragno diz que “ensina para viver, mas aprendeu e vive aprendendo”. Foi professor de História Contemporânea na Universitá Degli Studi di Napoli Federico II. Em 1995 ganhou o Prêmio Laterza por uma coletânea de poemas. Seu coração pulsa mesmo quando o … Continue lendo »
Harvey: os insurgentes estão chegando

Harvey: os insurgentes estão chegando

Edgar Sapiña – Geógrafo aposta que, nos próximos anos, surgirá uma nova e instigante esquerda a partir de lutas anticapitalistas. Ao atualizar e reorganizar a luta de classes, poderá dar salto ideológico: varrer o neoliberalismo, tanto das ruas quanto das mentes. David Harvey (Gillingham, 1935) é um geógrafo marxista de origem britânica que trabalha como … Continue lendo »
Pós-capitalismo na era do algoritmo (2)

Pós-capitalismo na era do algoritmo (2)

Cédric Durand e Razmig Keucheyan – Salvador Allende queria a informática em favor do planejamento estatal. As corporações empregam-na para o lucro e a desigualdade. Um socialismo renovado seria desafiado a utilizá-la para superar o mercado e a alienação A informatização da vida econômica Outro modo de planejamento poderia ter surgido e se consolidado na URSS graças à … Continue lendo »
Pós-capitalismo na era do algoritmo (1)

Pós-capitalismo na era do algoritmo (1)

Cédric Durand e Razmig Keucheyan – Dado como morto após a queda da União Soviética, o planejamento está em cena de novo, impulsionado pelo Big Data. As corporações usam-no para turbinar o consumismo. Mas ele pode impulsionar um socialismo radicalmente democrático. Ao fim do século XX, quando o bloco soviético caiu, a questão do planejamento … Continue lendo »
Chegou o fim do liberalismo?

Chegou o fim do liberalismo?

JOSÉ MARÍA LASSALLE – A ideologia que nasceu contra o medo se encontra hoje abatida diante do ressurgimento de um fascismo rejuvenescido e tecnologizado. Os liberais vivem em choque. Aturdidos pelo impacto de uma realidade política que não assimilam. O século XXI está lhes caindo mal. Não compreendem por que foram golpeados tão intensamente no … Continue lendo »
Somos todos pós-verdade?

Somos todos pós-verdade?

Frei Betto – A res­posta é sim, se co­mun­gamos essa an­gústia, esse sen­ti­mento de frus­tração frente aos so­nhos idí­licos da mo­der­ni­dade. Quem diria que a re­vo­lução russa ter­mi­naria em gu­lags; a chi­nesa, em ca­pi­ta­lismo de Es­tado; e tantos par­tidos de es­querda as­su­mi­riam o poder como o vi­o­li­nista que pega o ins­tru­mento com a es­querda e … Continue lendo »
Poulantzas, filósofo do Socialismo Democrático

Poulantzas, filósofo do Socialismo Democrático

David Sessions – Marxista inquieto, morto há 40 anos, enxergou os limites da experiência soviética, sem se render à social-democracia. Anteviu a ditadura neoliberal. Dialogou com ideias de Lênin e Foucault. Sugeriu caminhos para reinventar a emancipação. À medida que o antigo caráter messiânico do marxismo se desvanecia, no final do século XX, muitos se … Continue lendo »
Com Netflix a guerra híbrida é uma realidade

Com Netflix a guerra híbrida é uma realidade

Mariana Serafini – Sociólogo esclarece o drama pré-eleitoral na Argentina e relata como as direitas latino-americanas atuam com as forças imperialistas para manter a divisão dos povos no século XXI. O sociólogo argentino Atilio Boron é um dos intelectuais marxistas mais ativos da América Latina hoje. Seus artigos e livros contribuem para o debate ideológico … Continue lendo »
Políticas identitárias atuais ‘não mudam estrutura social’, diz autor

Políticas identitárias atuais ‘não mudam estrutura social’, diz autor

GIOVANNA GALVANI – Em entrevista exclusiva, Asad Haider defende a volta dos movimentos de massa para mudanças efetivas – inclusive na esquerda. Os fatores decisivos para políticas públicas e justiça social devem ir além da identidade pessoal, mesmo para os setores historicamente excluídos dos espaços de poder. É com essa ideia que Asad Haider, autor … Continue lendo »
O “velho capitalismo” e seu fôlego para dominação do tempo e do espaço (II)

O “velho capitalismo” e seu fôlego para dominação do tempo e do espaço (II)

João Vitor Santos – Entrevista especial com Luiz Gonzaga Belluzzo. Parte II Na primeira parte da entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line, o economista Luiz Gonzaga Belluzzo destacou como o capitalismo, ou “Velho Cap”, como ele diz, ainda se mostra potente, capaz de recuperar sua natureza inquieta e criativa para chamar para si um protagonismo no mundo de … Continue lendo »