Você poderá ter que trabalhar 14 horas diárias sem receber horas extras

Você poderá ter que trabalhar 14 horas diárias sem receber horas extras

André Campos – A reforma trabalhista do governo Michel Temer pode permitir que horas de trabalho antes remuneradas como horas extras sejam incorporadas à jornada normal sem pagamento adicional.  Atualmente, todo empregado que faz hora extra tem direito a receber um adicional de, no mínimo, 50% sobre o valor da hora normal. Isso acontece porque a proposta permite que sindicatos e empregadores … Continue lendo »
Populações pré-colombianas podem ter domesticado a Amazônia

Populações pré-colombianas podem ter domesticado a Amazônia

MARIA GUIMARÃES – Árvores e palmeiras usadas pelos índios são mais abundantes em sítios arqueológicos do que em áreas remotas Um grupo de biólogos e arqueólogos defende que a Amazônia, longe de ser uma floresta virgem, foi profundamente alterada pelas populações humanas que viveram por lá ao longo dos últimos milhares de anos. “Detectamos que … Continue lendo »
Canudos, a cidade do fim do mundo

Canudos, a cidade do fim do mundo

ANTONIO JIMÉNEZ BARCA – Depois de renascer de suas cinzas, Canudos foi afogada por uma represa. Esta é sua memória. O trovão soa na colina não muito distante do sítio, e Julio Redondo (camisa suja de terra, facão pendurado no cinto) levanta a cabeça espantado dentro de casa. Diz só uma palavra: – Chuva. Fala … Continue lendo »
Ler nos torna mais felizes

Ler nos torna mais felizes

EMMA RODRÍGUEZ – Os leitores estão mais contentes e satisfeitos que os não leitores, de modo geral são menos agressivos e mais otimistas, diz estudo “A leitura nos torna mais felizes e nos ajuda a enfrentar melhor a nossa existência. Os leitores vivem mais contentes e satisfeitos do que os não leitores, e são, em … Continue lendo »
Cortella: “É perigoso imaginar a vida como na web e deletar o que te cansa”

Cortella: “É perigoso imaginar a vida como na web e deletar o que te cansa”

Beatriz Vichessi – Pais não têm de dar muita satisfação aos filhos”, diz Cortella Professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, o filósofo Mario Sergio Cortella, autor de Por que fazemos o que fazemos? (Ed. Planeta),  elogia a geração de jovens com energia para empreender e inovar. Considera-a bem preparada para o mercado de … Continue lendo »
Capitalismo, dinheiro e excrementos

Capitalismo, dinheiro e excrementos

Mauro Lopes – Como Giorgio Agamben e Walter Benjamin releram as observações cristãs sobre o dinheiro. Por que a psicanálise o associa à matéria fecal, à “insuficiência de mim” e à guerra de todos contra todos O filósofo italiano Giorgio Agamben, um dos relevantes protagonistas do pensamento crítico na virada do século XX para o XXI … Continue lendo »
Neoliberalismo, assexualidade e desejo de morte

Neoliberalismo, assexualidade e desejo de morte

Juan Íñigo Ibáñez – Filósofo italiano aponta: obsessão pelo sucesso individual e troca dos contatos corpóreos pelos digitais podem realizar distopia da humanidade insensível, para a qual já alertava Pasolini Uma das metáforas mais potentes – e de maior ressonância até nossos dias – no imaginário de Pier Paolo Pasolini é a de “mutação antropológica”. Trata-se … Continue lendo »
“É justo impor a um trabalhador rural do Nordeste regras mais rígidas que as da Dinamarca?”

“É justo impor a um trabalhador rural do Nordeste regras mais rígidas que as da Dinamarca?”

Patrícia Cornils – Professor da Unicamp Eduardo Fagnani fala a respeito do impacto da “reforma” proposta pelo governo Temer sobre o futuro de idosos, trabalhadores rurais e estudantes do Brasil A Pública, central dos servidores públicos, fez uma série de vídeos com entrevistas sobre a “reforma” da Previdência. Em uma delas o professor Eduardo Fagnani, do Instituto de Economia … Continue lendo »
Quando todos os europeus eram negros

Quando todos os europeus eram negros

NUÑO DOMÍNGUEZ – Maior estudo genético de europeus da pré-história revela um passado complexo e violento no qual populações inteiras foram forçadas a emigrar ou desaparecer para sempre O estudo genético de restos mortais de europeus que morreram há milhares de anos, abriu uma janela única para a pré-história do continente. O trabalho abrange grande … Continue lendo »