10 Estratégias políticas usadas para manipular as massas

10 Estratégias políticas usadas para manipular as massas

Portal Raízes – Conheça algumas das muitas estratégias políticas usadas para manipular as massas. Nossa percepção foi inspirada a partir dos pensamentos dos filósofos Noam Chomsky e Theodor Adorno: 1. A estratégia da distração. O elemento primordial do controle social é a estratégia da distração que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e … Continue lendo »
Os descontentamentos da globalização e os ‘novos’ desafios econômicos

Os descontentamentos da globalização e os ‘novos’ desafios econômicos

Rodrigo Medeiros – O mal-estar global precisará ser enfrentado de uma forma mais progressista e não será um retorno ideológico à década de 1990 a solução de nossos problemas. Em 1997, Dani Rodrik, professor da Universidade de Harvard, publicou um livro cujo título é “A globalização foi longe demais?”. Desde então, já havia uma percepção … Continue lendo »
Até que Saddam não era tão ruim

Até que Saddam não era tão ruim

Clóvis Rossi – Diz a lenda que o chamado “chanceler de ferro” Otto Von Bismarck (1815-1898) cunhou a seguinte frase: “Leis são como salsichas; é melhor não saber como são feitas.” O relatório de “sir” John Chilcot sobre o papel do Reino Unido na invasão do Iraque indica também que é melhor não saber como são … Continue lendo »
Pensando a longo prazo – VI

Pensando a longo prazo – VI

WLADIMIR POMAR – Como nunca, em toda a sua história, o capitalismo, tanto no mundo quanto no Brasil, realiza uma constante, perene, perseverante, múltipla, sofisticada, competente (e quantos mais adjetivos possam ser utilizados para apreciar tal competência) luta ideológica para demonstrar sua superioridade e sua eternidade. Seu problema, porém, não consiste em qualquer defeito na … Continue lendo »
Pensando a longo prazo – V

Pensando a longo prazo – V

WLADIMIR POMAR – Na discussão crítica de A Tolice da Inteligência Brasileira, vamos deixar momentaneamente de lado a suposição de que o esquema “culturalista”, utilizado para explicar as “sociedades periféricas”, teria se tornado “dominante” no Brasil desde os anos 1930, com Casa Grande e Senzala, de Gilberto Freyre, reforçada no tempo pelas obras de Sérgio Buarque … Continue lendo »
Pensando a longo prazo – IV

Pensando a longo prazo – IV

WLADIMIR POMAR – A Tolice da Inteligência Brasileira reitera, em seus capítulos finais, que “os conflitos reais que racham a sociedade contemporânea brasileira” têm por base “a contradição das classes sociais” em relação aos projetos de construção de uma “sociedade para 20%” ou de “um Brasil para a maioria da população”. Ainda segundo ele, a “última … Continue lendo »
Pensando a longo prazo – III

Pensando a longo prazo – III

WLADIMIR POMAR – Voltando ao aparato fabuloso chamado Estado, que Jessé procura defender dos “patrimonialistas” e “culturalistas”, é bom lembrar que ele tem sido usado, na formação econômica e social capitalista, para diferentes funções “salvadoras” do próprio capitalismo. Primeiro, contra a luta de classes que ameaça substituí-la por outra. Depois, apesar do nariz torcido de … Continue lendo »
Pensando a longo prazo – II

Pensando a longo prazo – II

WLADIMIR POMAR – Continuando no debate sobre o interessante A Tolice da Inteligência Brasileira, vale a pena entrar mais fundo na questão do Estado. A incompreensão sobre esse instrumento de poder é recorrente na sociedade brasileira, inclusive em sua “inteligência”. E ele se torna de indispensável discussão neste momento em que grande parte desse aparato … Continue lendo »
Pensando a longo prazo

Pensando a longo prazo

WLADIMIR POMAR – Por uma dessas coincidências que a razão desconheça, o sociólogo Jessé Souza decidiu lançar seu livro A Tolice da Inteligência Brasileira quase no momento em que a maioria do Congresso Nacional deu uma demonstração inequívoca do nível cultural predominante na elite política brasileira. Elite que tem, ou deveria ter, como pressuposto aquilo … Continue lendo »