O Brasil sob o golpe: seis hipóteses polêmicas (II)

O Brasil sob o golpe: seis hipóteses polêmicas (II)

Antonio Martins – O lulismo parece esgotado, apesar de sua enorme importância histórica. Um novo projeto exige relançar reformas estruturais e fugir do eleitoralismo À primeira vista, pode parecer inapropriado e cruel examinar as insuficiências da lulismo no momento em que ele é arrancado do governo por um conluio das elites, e em que o próprio … Continue lendo »
O Brasil sob o golpe: seis hipóteses polêmicas

O Brasil sob o golpe: seis hipóteses polêmicas

Antonio Martins – Caminho será áspero. Mas os elementos para enfrentar o retrocesso e reconstruir um projeto de esquerda são reais e já estão visíveis Toda grande derrota é desconcertante, mas certos elementos ampliaram, durante os longos meses por que se arrastou o golpe brasileiro, a sensação de impotência. Como um Parlamento degradado, uma mídia anacrônica … Continue lendo »
A Igreja e a atual conjuntura nacional. “Hoje a política eclesiástica recomenda o silêncio”

A Igreja e a atual conjuntura nacional. “Hoje a política eclesiástica recomenda o silêncio”

Patricia Fachin – Entrevista especial com Pedro Ribeiro de Oliveira A crise política brasileira é, de acordo com a avaliação de Pedro Ribeiro de Oliveira, “a segunda tentativa de encerrar o projeto desenvolvimentista brasileiro e reforçar a dependência neocolonial” do Brasil. Isso é perceptível, frisa, a partir do “realinhamento da América do Sul aos objetivos geopolíticos dos … Continue lendo »
“Perdemos a ideia de nação”

“Perdemos a ideia de nação”

Mauricio Puls – Fundador do PSDB e ex-ministro de José Sarney e Fernando Henrique Cardoso, o economista Luiz Carlos Bresser-Pereira mostra que o ódio da classe média às medidas para diminuir as desigualdades, somadas a erros do governo, levaram ao impeachment. Ele critica a atual política econômica, que nada faz para conter os juros e desvalorizar … Continue lendo »
Joseph Stiglitz: “O fenômeno da direita é reflexo da desigualdade criada pelo centro”

Joseph Stiglitz: “O fenômeno da direita é reflexo da desigualdade criada pelo centro”

AMANDA MARS – O professor de Columbia e assessor do ex-presidente Bill Clinton acredita que o maior problema da União Europeia é o euro No outono de 2015, Joseph Stiglitz (Gary, Irlanda, 1943) dizia: o euro atual “é um desastre”, qualquer outra coisa “seria melhor”, inclusive quebrar a zona do euro. Um ano depois, no livro O … Continue lendo »
Como seria um SAC para os desiludidos com o impeachment?

Como seria um SAC para os desiludidos com o impeachment?

Antonio Prata – “República Federativa do Brasil, Tamara, bom dia!”. “Oi, Tamara, tudo bem? Eu queria fazer uma reclamação”. “Pois não, senhor”. “Então, Tamara, é que eu fui, aí, nas manifestações pró-impeachment, eu bati panela… Tipo, falaram que era contra tudo que tava errado, que ia tirar primeiro a Dilma, ajeitar a economia, depois ia tirar … Continue lendo »
‘Governo Temer é profundamente antinacional. É pior que 64’

‘Governo Temer é profundamente antinacional. É pior que 64’

Marco Weissheimer – “O governo de Michel Temer dá as primeiras passadas, acelerando para o grande salto para trás e a grande queima de estoques. A massa assalariada brasileira está sendo vendida a preços de saldo, com as liquidações iniciais dos programas educativos e sociais. O patrimônio de recursos materiais, como antes, será oferecido como xepa. A … Continue lendo »
Brasil vai entrar numa época de manifestações sindicais e sociais, diz sociólogo

Brasil vai entrar numa época de manifestações sindicais e sociais, diz sociólogo

Pamela Mascarenhas – Professor Ricardo Antunes analisa mercado de trabalho no Brasil e no mundo O projeto de reforma trabalhista sinalizado pelo atual governo brasileiro é uma “imposição dos interesses financeiros que comandam a economia do país”, aponta Ricardo Antunes, professor de Sociologia do Trabalho da Unicamp e autor de diversos livros sobre o tema, entre … Continue lendo »