Qual a saída política?

Qual a saída política?

FREI BETTO – A deposição de Dilma me cheira a golpe parlamentar, à semelhança do que ocorreu em Honduras e no Paraguai. O governo dela, neste início do segundo mandato, não corresponde ao êxito alcançado no primeiro. Contudo, foi democraticamente eleito e eu, que o critico, não cedo ao oportunismo que se empenha em quebrar … Continue lendo »
Mais um golpe vagabundíssimo

Mais um golpe vagabundíssimo

Mário Magalhães – Poucos anos depois da deposição do presidente constitucional João Goulart, em 1964, um dos arautos mais estridentes do movimento avacalhou-o como “golpe vagabundíssimo”. Houvera, de fato, golpe de Estado. Mas antes o arauto o incensara como “Revolução”, em caixa-alta. E como cruzada em defesa da democracia e contra a corrupção. Proclamaram que seria … Continue lendo »
A Arábia Saudita ameaça quebrar os EUA

A Arábia Saudita ameaça quebrar os EUA

LUIZ EÇA – Acredite se quiser: Arábia Saudita, o maior aliado dos EUA no Oriente Médio, está colocando a pátria de Jefferson, Roosevelt, Frank Sinatra e Marylin Monroe não em maus, mas em péssimos lençóis. É uma amizade que parecia sólida, alicerçada em importantes interesses mútuos. Começou na 2ª Grande Guerra, quando o presidente Roosevelt percebeu … Continue lendo »
“As instituições democráticas não estão funcionando”

“As instituições democráticas não estão funcionando”

Eduardo Graça — O brasilianista James Naylor Green critica a mídia e o judiciário e analisa: a plutocracia nativa optou pelo retrocesso Um dos brasilianistas mais destacados da academia dos Estados Unidos, James Naylor Green, professor de história latino-americana e diretor da Iniciativa Brasil da Universidade Brown, afirma não ter a menor dúvida de que o … Continue lendo »
Algo estranho na tragédia da ciclovia carioca

Algo estranho na tragédia da ciclovia carioca

RAQUEL ROLNIK – Na semana passada, em pleno feriado, o desabamento de um trecho da recém-inaugurada ciclovia Tim Maia, no Rio de Janeiro, surpreendeu o país. Pelo menos duas pessoas morreram nessa tragédia e, desde então, poder público, especialistas e imprensa se debruçam em investigações e debates para esclarecer as causas e encontrar os responsáveis. Obviamente, … Continue lendo »
Nós acusamos

Nós acusamos

Vladimir Safatle – Diante da gravidade da situação nacional e da miséria das alternativas que se apresentam: Nós acusamos o governo interino que agora se inicia de já nascer morto. Nunca na história da República brasileira um governo começou com tanta ilegitimidade e contestação popular. Se, diante de Collor, o procedimento de impeachment foi um momento … Continue lendo »
Direita, volver

Direita, volver

Bernardo Mello Franco – A posse de Michel Temer deve marcar a mais brusca guinada ideológica na Presidência da República desde que o marechal Castello Branco vestiu a faixa, em abril de 1964. Após 13 anos de governos reformistas do PT, o país passa ao comando de uma aliança com discurso liberal na economia e conservador … Continue lendo »