A brutal desigualdade brasileira, em novos dados

A brutal desigualdade brasileira, em novos dados

Róber Iturriet Avila e João Batista Santos Conceição – Gravíssimo: maiores isenções de impostos beneficiam os 0,01% mais ricos, que têm patrimônio médio de R$ 40 milhões. Tributá-los em 20% dobraria arrecadação do Imposto de Renda A ampliação da transparência das declarações de imposto de renda à Receita Federal do Brasil facilitou a mensuração das disparidades … Continue lendo »
Dona Folha, tá difícil te defender

Dona Folha, tá difícil te defender

Gregorio Duvivier – Em seu editorial na sexta (2), a senhora diz que se o governo não souber “reprimir os fanáticos da violência”, o Brasil corre o risco de se transformar numa ditadura assim como aconteceu na “Alemanha dos anos 30”. À polícia do Estado de S. Paulo, que já não é famosa pela gentileza, a … Continue lendo »
A merda é o ouro dos espertos

A merda é o ouro dos espertos

ELIANE BRUM – Como a “Olimpíada da Superação” é usada para forjar identidade, unidade e consenso no Brasil do impeachment A inversão é fascinante. A Olimpíada foi idealizada, em 2009, para colocar no pódio o Brasil grande. A apoteose do eterno país do futuro que finalmente chegava a um presente grandioso. Em 2016, o “sucesso” … Continue lendo »
BNDES quer privatizar o Brasil. A sociedade quer isso?

BNDES quer privatizar o Brasil. A sociedade quer isso?

Maurício Thuswohl – Para Carlos Lessa, um projeto nacional tem de promover o trabalho e o emprego. Ex-presidente do BNDES, ele teme que o banco hoje atue para “vender barato o patrimônio que custou caro aos brasileiros” Lessa: no Brasil, a taxa de inflação não é o horror, o horror é a taxa de desemprego … Continue lendo »
Ri, palhaço

Ri, palhaço

LUIS FERNANDO VERISSIMO – Pela lógica destes dias, depois da cassação da Dilma, o passo seguinte óbvio seria condecorarem o Eduardo Cunha, o herói do impeachment Depois da provável cassação da Dilma pelo Senado, ainda falta um ato para que se possa dizer que la commedia è finita: a absolvição do Eduardo Cunha. Nossa situação … Continue lendo »
Por que ensinar mais ŽiŽek em nossas escolas?

Por que ensinar mais ŽiŽek em nossas escolas?

Christian Ingo Lenz Dunker – O filósofo esloveno critica marxistas, feministas, ecologistas e multiculturalistas, mas defende explicitamente a liberdade e a Constituição Uma encarnação demoníaca do esquerdismo ideológico que ameaça nossas crianças é representada pelo filósofo esloveno Slavoj Žižek. Ele cruzou a fronteira do bom senso quando o Enem de 2015 escolheu uma questão baseada no … Continue lendo »
Paranoia

Paranoia

Leonardo Sakamoto – Recebi de um amigo um meme que está circulando nas redes com insultos a notórios comunistas comedores de criancinhas, consumidores de caviar, hipócritas usuários de smartphones, gayzistas destruidores da família como Gregório Duvivier, Jean Wyllys, Maria do Rosário e este que vos escreve – que a terra, um dia, há de comer. … Continue lendo »
Até quando esqueceremos Karl Marx?

Até quando esqueceremos Karl Marx?

Vicenç Navarro – É cada vez mais óbvio: só políticas decididas e intensas de redistribuição de riqueza — portanto, opostas às atuais —  permitirão enfrentar a crise econômica global, que se arrasta há oito anos Em consequência do enorme domínio que as forças conservadoras têm nos maiores meios de difusão e comunicação, inclusive acadêmicos, na Espanha, … Continue lendo »
Previdência: mexer com ela trará danos sociais dramáticos

Previdência: mexer com ela trará danos sociais dramáticos

Maurício Thuswohl – Para a economista Laura Tavares Soares, aumento da idade mínima para aposentadoria não será apenas injusto para quem contribui desde adolescente. Trará consequências sociais dramáticas Laura: nossa proteção previdenciária representa maior grau de formalização do emprego e, naturalmente, da cidadania Laura Tavares Soares faz parte de um grupo de economistas que enviou, … Continue lendo »