Fascistas devem ser levados a sério

Fascistas devem ser levados a sério

Leonardo Isaac Yarochewsky – Basta de levar Jair Bolsonaro na ‘brincadeira’, não há graça e sim desgraça em suas atitudes e declarações fascistas. Não é de hoje que o deputado e eventual candidato à presidência da República Jair Bolsonaro revela ser uma pessoa preconceituosa, racista, homofóbica, machista e fascista. No final do ano de 2014, … Continue lendo »
Restaurar o Estado é preciso

Restaurar o Estado é preciso

Maria da Conceição Tavares – ‘Só consigo enxergar alguma possibilidade de cura desse estado de astenia e de reordenação das bases democráticas a partir de uma maciça convocação e ação dos jovens’. Vivemos sob a penumbra da mais grave crise da história do Brasil, uma crise econômica, social e política. Enfrentamos um cenário que vai … Continue lendo »
Revolução Russa: mitos, erros e atualidade (II)

Revolução Russa: mitos, erros e atualidade (II)

Eduardo Mancuso – Proibição dos partidos. Requisições forçadas de trigo. Criação da polícia política. Paz desastrosa. Como os equívocos iniciais do poder soviético contribuiriam para frustrar o primeiro ensaio socialista. Esta é a segunda de três partes de A Revolução Russa de Outubro de 1917, livro recém-lançado por Eduardo Mancuso. Historiador, colaborador editorial de Outras Palavras, ele soma, à militância … Continue lendo »
O novo lugar da periferia no mundo globalizado

O novo lugar da periferia no mundo globalizado

Marcos Costa Lima — Diante da crise sistêmica, da desordem mundial e da financeirização, cabe aos emergentes construir uma ordem que proteja os trabalhadores. O contexto macroeconômico mundial nos últimos trinta anos foi marcado por dez traços distintivos: i) Taxas muito baixas de crescimento do PIB, inclusive no Japão, que tradicionalmente serviu como “locomotiva” para o … Continue lendo »
“Barões ladrões”, há cem anos…

“Barões ladrões”, há cem anos…

Howard Zinn – O historiador norte-americano Howard Zinn lembra, num livro recém-lançado na França, o final do século XIX, marcado, em seu país, pela ditadura econômica e social dos “barões ladrões”. A importância da obra tornou-se ainda maior com os novos escândalos financeiros sacodem os EUA. O Diplô reproduz algumas páginas. Nos manuais de história norte-americanos, … Continue lendo »
No capitalismo só não há espaço para dois entes: o ser humano e a natureza

No capitalismo só não há espaço para dois entes: o ser humano e a natureza

Patricia Fachin – O ponto final na curta história do projeto de estado de bem-estar social, iniciado no pós-guerra, parece ter sido colocado com a crise financeira mundial de 2008. Se o capitalismo atual, impulsionado pela financeirização, não encontra limites matemáticos, alcançando uma cifra 350% superior ao PIB mundial, defronta-se com a barreira que lhe confere alguma materialidade: o ser … Continue lendo »
PCC financia igrejas e pode influenciar eleição, diz ex-desembargador

PCC financia igrejas e pode influenciar eleição, diz ex-desembargador

João Fellet – ‘Há uma lei do silêncio na periferia de São Paulo’, diz Wálter Maierovitch. Há décadas estudando a ação de organizações criminosas, o desembargador aposentado Wálter Maierovitch diz que o fortalecimento da maior facção brasileira, o Primeiro Comando da Capital (PCC), e o acirramento de conflitos entre gangues nos Estados podem impactar as … Continue lendo »
Só o socialismo pode substituir a morte em larga escala como ferramenta para diminuir a desigualdade

Só o socialismo pode substituir a morte em larga escala como ferramenta para diminuir a desigualdade

Eve Ottenberg – Caberá aos movimentos e revoluções socialistas das próximas décadas evitar a morte em larga escala decorrente das ameaças que hoje nos assombram: as mudanças climáticas, o fascismo e a guerra nuclear. O mundo é gerido por uma oligarquia de bilionários, observou Bernie Sanders recentemente. Para tirar o poder dessa oligarquia, é necessário … Continue lendo »
O descompasso entre a esquerda e a classe trabalhadora evangélica

O descompasso entre a esquerda e a classe trabalhadora evangélica

Ana Luiza Basilio — Para a cientista política Clarisse Gurgel, a crise econômica e institucional favorece as igrejas evangélicas e seus representantes, como Crivella Para Clarisse Gurgel, a gestão Crivella elevou ao máximo a expansão do privado no público O principal discurso do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), desde sua campanha eleitoral era de … Continue lendo »