Neoliberalismo: a história profunda que jaz por trás do triunfo de Donald Trump

Neoliberalismo: a história profunda que jaz por trás do triunfo de Donald Trump

George Monbiot – Os eventos que levaram à eleição de Donald Trump começaram na Inglaterra, em 1975. Numa reunião, poucos meses depois de Margaret Thatcher assumir o comando do Partido Conservador, uma de suas companheiras – ou pelo menos é o diz a história – explicava o que, para ela, seria o núcleo dura das crenças … Continue lendo »
Dos tímidos aos pessimistas, como votou a América

Dos tímidos aos pessimistas, como votou a América

BÁRBARA REIS – Não há uma explicação, há muitas. Não uma pista, mas dezenas. Capaz de nos surpreender como poucos países, da eleição de Donald Trump emergiu a América que não conhecemos, ou não queremos reconhecer que existe. Não foi só uma questão de rendimentos (que foi decisiva), nem de educação (fundamental) ou de raça … Continue lendo »
O mal-estar na civilização

O mal-estar na civilização

Adriana Carranca – O magnata abarcou com folga os votos de brancos da classe trabalhadora menos educada, como era previsto, mas parte desse eleitorado é o mesmo que ajudou a eleger e reeleger o primeiro presidente negro dos EUA, Barack Obama, em 2008 e 2012 A jornalista brasileira Fernanda Santos conversava ao telefone com uma … Continue lendo »
A guerra interna

A guerra interna

Martín Granovsky – Os Estados Unidos possuem 5% da população mundial e 25% dos presos do mundo – são 2,3 milhões contra cerca de 357 mil em 1970. Assim como na Argentina e no Brasil, a sociedade nos Estados Unidos pode ser avaliada por índices ilustrativos que acompanham os demais, como o desemprego ou a … Continue lendo »
A vitória do ressentimento

A vitória do ressentimento

Oscar Vilhena Vieira – O triunfo do nacionalismo populista nas eleições norte americanas, com sua retórica ofensiva e discriminatória, não deveria surpreender. Assim como milhões de eleitores ingleses, quase metade daqueles que foram as urnas da mais antiga democracia encontram-se profundamente ressentidos com o mundo ao seu redor. Sentem-se abandonados pelo processo de globalização da … Continue lendo »