O discreto milagre da esquerda uruguaia: 15 anos de crescimento ininterrupto

O discreto milagre da esquerda uruguaia: 15 anos de crescimento ininterrupto

CARLOS E. CUÉ e MAGDALENA MARTÍNEZ – Com Brasil e Argentina em queda, esse pequeno país traçou terceira via e manteve sua estabilidade. Até o ministro da Economia uruguaio, o veterano Danilo Astori, de 77 anos, tem dificuldade em acreditar. Seu país, uma pequena ilha de paz política, social e econômica entre dois gigantes convulsionados como Brasil e Argentina, … Continue lendo »
O Império voltado para seu umbigo

O Império voltado para seu umbigo

Luiz Eça – O Tri­bunal Penal In­ter­na­ci­onal (TPI) foi criado para julgar in­di­ví­duos acu­sados dos mais graves crimes in­ter­na­ci­o­nais: ge­no­cídio, crimes de guerra, crimes contra a hu­ma­ni­dade e também os cha­mados crimes de agressão, aqueles co­me­tidos por pes­soas ou grupos que, tendo o con­trole das forças ar­madas de uma nação, pla­nejam e/ou pro­movem um ataque … Continue lendo »
Tensões raciais, e não econômicas, deram a vitória a Trump

Tensões raciais, e não econômicas, deram a vitória a Trump

Mehdi Hasan – “ANSIEDADE ECONÔMICA”. Essa foi a expressão usada por políticos e especialistas para explicar o inexplicável – a eleição de Donald J. Trump para a presidência dos EUA, em novembro de 2016. O termo foi empregado tanto pela esquerda quanto pela direita para tentar desvendar por que dois terços da classe trabalhadora branca dos … Continue lendo »
Fremdschämen, a constrangedora ‘aula’ sobre nazismo dos brasileiros aos alemães

Fremdschämen, a constrangedora ‘aula’ sobre nazismo dos brasileiros aos alemães

MARINA ROSSI e REGIANE OLIVEIRA – O termo alemão para “vergonha alheia” resume o que foi a enxurrada de críticas de internautas brasileiros a um vídeo da Embaixada alemã afirmando que nazismo é de direita. Uma palavra sintetiza a aula sobre nazismo que um grupo de brasileiros tentou dar aos próprios alemães na Internet: fremdschämen (vergonha alheia). O que era para … Continue lendo »
O ‘pior campo de refugiados do mundo’, onde até crianças tentam o suicídio

O ‘pior campo de refugiados do mundo’, onde até crianças tentam o suicídio

Catrin Nye – A vida no ‘pior campo de refugiados do mundo’. No campo de refugiados de Moria, na ilha grega de Lesbos, a violência é mortal. A organização humanitária Médicos Sem Fronteiras diz que a situação está tão crítica que até crianças de dez anos tentaram suicídio. O abrigo está superlotado e enfrenta condições sanitárias … Continue lendo »
Qual é o real poderio militar da Rússia?

Qual é o real poderio militar da Rússia?

Deutsche Welle — Moscou se destaca com seu arsenal nuclear e número de tanques, mas fica atrás de outras potências quando se trata de tecnologia militar. O legado da União Soviética ainda está muito presente no Exército russo moderno Os Estados Unidos, a Rússia e a China são considerados os países mais fortes do mundo quando se trata … Continue lendo »
Conspiração e Estratégia

Conspiração e Estratégia

José Luís Fiori “COUNTER FOREIGN CORRUPTION: Using our economic and diplomatic tools, the United States will continue to target corrupt foreign officials and work with countries to improve their ability to fight corruption so U.S. companies can compete fairly in transparent business climates.” Presidence of the United States, “National Security Strategy of the United States … Continue lendo »
Não é educação que torna Dinamarca igualitária, diz estudo

Não é educação que torna Dinamarca igualitária, diz estudo

João Pedro Caleiro – Surpresa: não é a educação que faz a Dinamarca ter tanta mobilidade social. Nesse sentido, ela é muito similar aos EUA. A resposta está em outro processo. Os países escandinavos de forma geral são vistos como exemplos de harmonia social, igualdade de oportunidades e equilíbrio entre mercado e estado. Mas os … Continue lendo »
O Colonialismo Insidioso

O Colonialismo Insidioso

Boaventura de Sousa Santos – Fomos todos tão socializados na ideia de que as lutas de libertação anticolonial do século XX puseram fim ao colonialismo que é quase uma heresia pensar que afinal o colonialismo não acabou, apenas mudou de forma ou de roupagem, e que a nossa dificuldade é a de a nomear adequadamente … Continue lendo »