Na Argentina, rejeição ao período militar impediria eleição de defensor da ditadura

Na Argentina, rejeição ao período militar impediria eleição de defensor da ditadura

Luciana Taddeo – Na Argentina, a maior parte da opinião pública rejeita a ditadura militar do país (1976-1983), que deixou 30 mil mortos e desaparecidos, além dos relatos de tortura e de bebês sequestrados pelo regime e adotados ilegalmente por outras famílias. Em 2016, uma pesquisa do instituto Ibarómetro apontou que 80,2% dos argentinos tinham “sentimentos … Continue lendo »
A Itália chocou com o icebergue

A Itália chocou com o icebergue

Francisco Louçã – Em 2015, a Comissão puniu a Grécia com austeridade para evitar a contaminação. Contra a Itália a coisa fia mais fino. Escrevi aqui que os focos de instabilidade na Europa estão na Itália, mas também em França (o Presidente mais rapidamente impopular pode ser vencido por Le Pen, em maio) e na … Continue lendo »
As mentiras do Financial Times

As mentiras do Financial Times

James Petras – É cada vez mais claro o papel e a participação dos grandes media nas ofensivas do imperialismo. Associam à anterior função de veículos e sistematizadores no plano ideológico um novo papel de propaganda e de distorção informativa. O caso do Financial Times é mais complexo: trata-se também de ocultar as desastrosas consequências … Continue lendo »
Um novo eixo autoritário requer uma frente progressista internacional

Um novo eixo autoritário requer uma frente progressista internacional

Bernie Sanders – Nosso dever é construir uma humanidade comum e fazer tudo o que possamos para enfrentar essas forças (sejam elas dos governos ou das corporações) que tentam nos dividir e nos colocar uns contra os outros. Sabemos que essas forças trabalham unidas, sem fronteiras. Nós devemos fazer o mesmo. Estamos presenciando uma luta … Continue lendo »
“Brasil não se enxerga como nação e o principal inimigo passou a ser o vizinho”

“Brasil não se enxerga como nação e o principal inimigo passou a ser o vizinho”

Manoela Frade – “Principal inimigo do brasileiro passou a ser o pensar diferente”. Para o economista e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Pedro Fonseca, “o Brasil não se enxerga como nação e o principal inimigo do brasileiro passou a ser o pensar diferente”. Essa radicalização, disse, o faz lembrar “a Espanha … Continue lendo »
“Nenhuma profissão está 100% segura da inteligência artificial”, diz Yuval Noah Harari

“Nenhuma profissão está 100% segura da inteligência artificial”, diz Yuval Noah Harari

David Kaufman – Ao longo dos últimos cinco anos, o autor e historiador israelense Yuval Noah Harari despontou discretamente como um genuíno intelectual pop. Seu livro de 2014, “Sapiens – Uma Breve História da Humanidade”, é uma narrativa abrangente da história humana da Idade da Pedra até o século 21. Ridley Scott, que dirigiu “Alien, … Continue lendo »
Como um terrorista de direita antecipou a onda ultranacionalista

Como um terrorista de direita antecipou a onda ultranacionalista

Ishaan Tharoor – Sete anos depois de cometer o ataque mais sangrento da noruega, o terrorista Anders Behring Breivik não parece tão isolado como antes. É sem expressão que o terrorista chega a um acampamento cheio de adolescentes confiantes e alegres. Vestido como policial e com um arsenal de armas de fogo, ele abate dezenas. Algumas vítimas, … Continue lendo »
Cinco lições do trabalhismo inglês

Cinco lições do trabalhismo inglês

Marcelo Justo – O Brexit domina hoje a política britânica, mas no congresso trabalhista, concluído na quarta-feira, se debateram muitos outros temas que formam parte de um projeto de governo de esquerda cada vez mais definido. 1. “Quanto maior o caos que herdamos, mais radicais terão que ser as soluções” Isso foi dito por John McDonell, porta-voz econômico e cérebro … Continue lendo »