Casa é onde não tem fome

Casa é onde não tem fome

ELIANE BRUM – A história da família de ribeirinhos que, depois de expulsa por Belo Monte, nunca consegue chega Otávio das Chagas, o pescador sem rio e sem letras, não consegue chegar em casa. Desde que ele e sua família foram expulsos de sua ilha pela hidrelétrica deBelo Monte, Otávio já está na terceira casa. … Continue lendo »
Os 70 anos de “A Geografia da Fome”

Os 70 anos de “A Geografia da Fome”

Marcones Oliveira – Lançado em 1946, o livro faz um diagnóstico das causas e consequências da fome no Brasil. “Políticas de combate à fome resultaram em melhorias concretas na vida de milhões de brasileiros nos últimos anos” Eu vou fazer uma embolada um samba, um maracatu tudo bem envenenado bom pra mim e bom pra … Continue lendo »
Um Nuremberg para Bush e Tony Blair

Um Nuremberg para Bush e Tony Blair

ROBERT FISK – Acho que um julgamento em Nuremberg seria a melhor forma para analisar as minúcias dos crimes Blair-Bush que todos os britânicos cometemos ao ir à guerra no Oriente Médio. Causamos a morte de mais de meio milhão de pessoas, a maioria das quais muçulmanos, tão completamente inocentes quanto Blair foi culpado. Uma … Continue lendo »
Rumo a uma Era da Desintegração?

Rumo a uma Era da Desintegração?

Patrick Cockburn – No Oriente Médio, Estados independentes desmoronam. Guerras, políticas neoliberais e desigualdade extrema aceleram o processo. Mas e se o fenômeno tornar-se global? Vivemos numa era de desintegração. Em nenhum lugar isso é mais evidente do que no Oriente Médio e na África. De lado a lado da vasta faixa de território entre … Continue lendo »
Gaza começa a sair do sufoco

Gaza começa a sair do sufoco

LUIZ EÇA – Durante nove anos, Israel fechou Gaza para o mundo, bloqueando o estreito por terra, mar e ar. Em três guerras, a aviação e as forças blindadas israelenses destruíram hospitais, escolas, fábricas, casas de comércio, usinas elétricas, redes de água e dezenas de milhares de casas. Especialmente depois da última guerra, países europeus e … Continue lendo »
Um Nuremberg para Bush e Tony Blair

Um Nuremberg para Bush e Tony Blair

Robert Fisk – Ao analisar Relatório Chilcot, um dos grandes repórteres no Oriente Médio relata: governos da Grã-Bretanha e EUA continuam devastando a região e manipulando opinião pública de seus países Acho que um julgamento em Nuremberg seria melhor local para analisar as minúcias dos crimes Blair-Bush que todos os britânicos cometemos ao ir à guerra no … Continue lendo »
Os descontentamentos da globalização e os ‘novos’ desafios econômicos

Os descontentamentos da globalização e os ‘novos’ desafios econômicos

Rodrigo Medeiros – O mal-estar global precisará ser enfrentado de uma forma mais progressista e não será um retorno ideológico à década de 1990 a solução de nossos problemas. Em 1997, Dani Rodrik, professor da Universidade de Harvard, publicou um livro cujo título é “A globalização foi longe demais?”. Desde então, já havia uma percepção … Continue lendo »
Até que Saddam não era tão ruim

Até que Saddam não era tão ruim

Clóvis Rossi – Diz a lenda que o chamado “chanceler de ferro” Otto Von Bismarck (1815-1898) cunhou a seguinte frase: “Leis são como salsichas; é melhor não saber como são feitas.” O relatório de “sir” John Chilcot sobre o papel do Reino Unido na invasão do Iraque indica também que é melhor não saber como são … Continue lendo »
O golpe ruralista e o preço do feijão

O golpe ruralista e o preço do feijão

Alan Tygel – Ao deixar de plantar comida para plantar mercadorias, ficamos extremamente dependentes do mercado externo A área plantada com feijão, o vilão do momento, diminuiu 36% desde 1990, enquanto a população aumentou 41% Na última semana, fomos bombardeados pelas notícias sobre a alta no preço do feijão. O povo, chocado em ver o … Continue lendo »
Transporte Metropolitano em SP: muito mais do que crise de congestionamento

Transporte Metropolitano em SP: muito mais do que crise de congestionamento

MARCOS KIYOTO – O modelo de privilégio do automóvel no transporte urbano, que vem sendo estimulado desde a década de 1950, atingiu o seu limite. Nos últimos anos, batemos recordes de congestionamento, mas isso só se tornou uma questão mais urgente, a dominar a agenda das políticas, ao atingir as classes mais abastadas, algo que Marcos Pimentel … Continue lendo »