Kroton Educacional: ‘Em termos de educação pública nunca experimentamos um inimigo com uma força social tão concentrada como esse’

Kroton Educacional: ‘Em termos de educação pública nunca experimentamos um inimigo com uma força social tão concentrada como esse’

André Antunes – A Kroton Educacional, maior empresa de educação do mundo, vai se tornar ainda maior. Na última terça-feira (24) saiu o anúncio de que a companhia assumiu o controle da Somos Educação – dona do sistema de ensino Anglo e de editoras como a Ática e Scipione, grandes produtoras de material didático. A compra, no valor de R$ 4,6 bilhões, ainda está … Continue lendo »
SUBSAARIANOS NOS EUA ESTUDARAM MAIS DO QUE AMERICANOS

SUBSAARIANOS NOS EUA ESTUDARAM MAIS DO QUE AMERICANOS

ROBERTO LAMEIRINHAS – Imigrantes africanos também superam nativos no Reino Unido e na França em grau de instrução, mostra estudo da Pew Research. Cérebros interessam, seja lá de onde venham. Estima-se que o Projeto Manhattan, ponto crucial do programa de armas atômicas dos Estados Unidos, não teria sido viável sem as perseguições da Alemanha nazista. Nas … Continue lendo »
A elite do atraso e a Base Nacional Curricular Comum (BNCC)

A elite do atraso e a Base Nacional Curricular Comum (BNCC)

Zacarias Gama – O sociólogo brasileiro, Jessé Souza, a cada dia mais tem se afirmado no lugar que reivindica para si, equidistante da sociologia liberal clássica e da sociologia de matiz marxista. É uma reivindicação justíssima e oportuna, porém difícil na medida em que, epistemologicamente, se afasta pouco dos mesmos liberais que critica, inscrevendo-se no âmbito … Continue lendo »
O descaminho das humanidades

O descaminho das humanidades

Carlos Drummond — A proposta de eliminação das Ciências Humanas das universidades federais é boa para o setor privado e péssima para o ensino, inclusive o de Economia. Registrada no fim de março no Senado, a proposta de extinção dos cursos de Filosofia, História, Geografia, Sociologia, Artes e Artes Cênicas das universidades públicas contava, na segunda-feira … Continue lendo »
A marcha do obscurantismo contra o pensamento crítico

A marcha do obscurantismo contra o pensamento crítico

João Batista da Silveira – O apoio à extinção dos cursos de Humanas das universidades públicas é sintomático e reflete um obscurantismo que se impõe de forma sorrateira e perigos. Chamou a atenção nos últimos dias e ganhou repercussão nas redes sociais uma Ideia Legislativa sob consulta no Portal e-Cidadania, do Senado Federal, que propõe a extinção … Continue lendo »
Finlandização da educação

Finlandização da educação

Christian Dunker  – O psicólogo Christian Dunker escreve mais uma edição de sua coluna Carteiro do Inconsciente refletindo sobre a educação no Brasil: “que tal aprender alguma coisa com a Finlândia?” Antes da queda do muro era corrente o uso da expressão “finlandização” para descrever um processo de defesa depende diante de um vizinho muito … Continue lendo »
Com faculdades públicas e sem vestibular, Argentina atrai cada vez mais universitários brasileiros

Com faculdades públicas e sem vestibular, Argentina atrai cada vez mais universitários brasileiros

Marcia Carmo – Estudantes na Universidade de Buenos Aires, que tem 4% de estrangeiros, principalmente brasileiros. A possibilidade de estudar gratuitamente no exterior sem ter que prestar vestibulares tem atraído número crescente de universitários brasileiros para as universidades argentinas – a ponto de causar incômodo em alguns setores acadêmicos do país vizinho. Nos últimos anos, a … Continue lendo »
Paulo Freire

Paulo Freire

ANTÔNIO GOIS – Educador brasileiro é homenageado em sessão no maior congresso de pesquisadores de educação do mundo. No sábado passado, num grande salão de um hotel no meio de Times Square Garden, no coração de Nova York, educadores de vários países lotaram um evento em comemoração aos 50 anos de publicação de “Pedagogia do Oprimido”, obra mais … Continue lendo »
Educação fraca favorece populismo de direita, diz professor de Harvard

Educação fraca favorece populismo de direita, diz professor de Harvard

Thais Carrança –  As experiências recentes do Brexit e das eleições americanas de 2016 sugerem que a parcela menos educada da população tende ao populismo de direita na saída de crises, disse Niall Ferguson, historiador e professor de Harvard, durante sua participação no evento Macro Vision, promovido pelo Itaú, nesta terça-feira em São Paulo. “O que … Continue lendo »