“Imposto sobre grandes fortunas renderia 100 bilhões por ano”

“Imposto sobre grandes fortunas renderia 100 bilhões por ano”

Renan Truffi — Especialista estima que a taxação de patrimônios acima de um milhão de reais poderia render um valor equivalente ao da extinta CPMF Pessoas que têm mais renda, mais riqueza, são muito bem agasalhados pela legislação do Brasil Único dos sete tributos federais previstos nas Constituição sem regulamentação até hoje, o imposto sobre grandes … Continue lendo »
Desemprego de aproximadamente 20 milhões de brasileiros representa uma perda sistêmica para toda a sociedade

Desemprego de aproximadamente 20 milhões de brasileiros representa uma perda sistêmica para toda a sociedade

REVISTA IHU ON-LINE – Nos últimos dois anos, por conta dos efeitos da crise econômica, o número de desemprego aberto no Brasil aumentou de 6 a 7% para 12%. Esses dados indicam que, somente nesse período, “quase cinco milhões de pessoas” perderam seus empregos, diz Clemente Ganz Lúcio à IHU On-Line. Essa situação só será … Continue lendo »
Ajuste, desindustrialização e (sub)desenvolvimento

Ajuste, desindustrialização e (sub)desenvolvimento

Rodrigo Medeiros – A desindustrialização precoce brasileira está correlacionada com a baixa produtividade dos serviços, uma persistente fonte inflacionária em nosso país. Desde o fim de 2014, o viés contracionista do ajuste macroeconômico brasileiro buscou oferecer a perspectiva de uma rápida recuperação da confiança dos agentes econômicos através de uma espécie de “austeridade expansionista” tão … Continue lendo »
Escolha racional do modelo de exploração do Pré-Sal

Escolha racional do modelo de exploração do Pré-Sal

PAULO METRI – O mercado internacional do petróleo sofre com o desaquecimento da economia mundial. É influenciado por grupos relacionados a novas tecnologias, interessados em capturar fatias deste mercado. A magnitude das reservas descobertas no planeta impacta o mercado. O cartel dos países exportadores (a OPEP) e as grandes petrolíferas de países que não estão na … Continue lendo »
Por que o Rio quebrou?

Por que o Rio quebrou?

CID BENJAMIN – Estado deixou de arrecadar R$ 185 bilhões com ICMS, por conta de isenções a grandes empresas O Estado do Rio está quebrado. A afirmação não é nova. O próprio governador decretou calamidade pública. Mas o Rio não quebrou por algum desastre natural. Quebrou por práticas indefensáveis e inaceitáveis de seus governantes. Cabral, … Continue lendo »
Para não dizer que não falei da Economia

Para não dizer que não falei da Economia

Marcelo Carvalho (UNIFESP) – A justificativa usada pelo Governo Temer na defesa da PEC do Corte de Gastos é a necessidade de combater a crise econômica que herdou das gestões de Dilma. Essa afirmação coloca, de imediato, duas questões que proponho abordar aqui em suas linhas gerais. Em primeiro lugar, a compreensão da natureza e da … Continue lendo »
Taxa média de juros no cartão de crédito supera em agosto 451% ao ano

Taxa média de juros no cartão de crédito supera em agosto 451% ao ano

Henrique Manreza – A taxa média de juros cobrada no cartão de crédito atingiu, em agosto, o patamar de 451,44% ao ano, o maior desde outubro de 1995, segundo levantamento da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) divulgado nesta segunda-feira (12). Ao mês, a taxa apurada foi de 15,29%, ante 15,22% … Continue lendo »
Em busca de um novo projeto nacional

Em busca de um novo projeto nacional

Maurício Thuswohl – Carlos Lessa, ex-presidente do BNDES, fustiga retrocessos da era Temer. Mas diz que Brasil está sem rumo há muito, porque também Lula e Dilma deslumbraram-se com globalização e financismo. O economista e professor Carlos Lessa é figura sem par no pensamento político e econômico brasileiro. Conhecido por seu perfil nacionalista, ele faz sobre … Continue lendo »