Super-ricos ganham em 1 mês o mesmo que 43 anos de salário mínimo, diz ONG

Super-ricos ganham em 1 mês o mesmo que 43 anos de salário mínimo, diz ONG

UOL – Um multimilionário ganha, em média, R$ 456.474 por mês. Um trabalhador brasileiro que recebe o salário mínimo (R$ 880 atualmente) precisa trabalhar 43 anos para conseguir esse dinheiro. As informações são da Calculadora da Desigualdade, um aplicativo da ONG Oxfam desenvolvido em parceria com a agência digital de jornalismo investigativo Ojo Público. Os dados são de 2014. Veja outras … Continue lendo »
A Petrobrás é a maior garantia para a soberania do Brasil

A Petrobrás é a maior garantia para a soberania do Brasil

FERNANDO SIQUEIRA – Novamente, estamos frente a mais uma tentativa de entrega do nosso petróleo do Pré-Sal para interesses internacionais e fragilização da Petrobrás, através do PL 4567/16, vindo do Senador José Serra, que exclui a estatal como operadora única do pré-sal e sua participação obrigatória em todos os consórcios de exploração. O projeto de … Continue lendo »
Petrobras: o golpe da privatização

Petrobras: o golpe da privatização

Paulo Kliass – Se comprar a Petrobrás já significa um grande negócio em qualquer circunstância, essa avaliação fica ainda mais tentadora em uma conjuntura de crise. A conjunção da crise política e da crise econômica ao longo dos últimos tempos tem contribuído para provocar uma preocupante paralisia nas atividades do conjunto do setor público brasileiro. Em … Continue lendo »
Casa é onde não tem fome

Casa é onde não tem fome

ELIANE BRUM – A história da família de ribeirinhos que, depois de expulsa por Belo Monte, nunca consegue chega Otávio das Chagas, o pescador sem rio e sem letras, não consegue chegar em casa. Desde que ele e sua família foram expulsos de sua ilha pela hidrelétrica deBelo Monte, Otávio já está na terceira casa. … Continue lendo »
Chove dinheiro na austeridade

Chove dinheiro na austeridade

Saul Leblon – Lambança fiscal de Temer, o fracasso de Macri, a infecção global de juros negativos e a expansão mundial do gasto público anunciam o fim de uma era. A indulgência da mídia com a lambança fiscal no país é reveladora da cumplicidade de certo  jornalismo com o golpe que assaltou  o poder democrático … Continue lendo »
O desafio do emprego?

O desafio do emprego?

Clemente Ganz Lúcio – O desenvolvimento econômico visa gerar bem-estar e qualidade de vida. A política econômica precisa buscar, entre outros objetivos, gerar empregos e aumento real da renda do trabalho. A economia política do desenvolvimento deve se orientar pela centralidade do trabalho como produtor e organizador da vida social. As crises econômicas, recorrentes no capitalismo, … Continue lendo »
O conto do “capitalismo compassivo”

O conto do “capitalismo compassivo”

Evgeny Morozov – Marc Benioff, executivo-chefe da Salesforce e autor de “Compassionate Capitalism” — que ensina grandes corporações a “fazer o bem e se dar bem” Depois de fingirem-se de “verdes”, grandes corporações apresentam-se como promotoras do ativismo digital “humanitário”. Que desejam? Quais os riscos? Há mais de um ano, saúda-se a tecnologia digital como panaceia … Continue lendo »
Rigor seletivo

Rigor seletivo

Laura Carvalho – Em Staff Note do FMI intitulado “Accounting Devices and Fiscal Illusions”, de 2012, o autor divide em quatro categorias os artifícios que têm sido usados nos diversos países para cumprir metas fiscais de curto prazo às custas de uma piora futura no orçamento. A primeira consiste na geração de receitas que elevam gastos … Continue lendo »
Mais de 90% dos inscritos no Bolsa Família são mulheres

Mais de 90% dos inscritos no Bolsa Família são mulheres

Mariana Pitasse – Programa social desperta discussão sobre igualdade de gênero Hoje o benefício chega a 13,9 milhões de famílias, atingindo quase um quarto da população brasileira O Bolsa Família foi responsável por tirar cerca de 36 milhões de pessoas da linha da pobreza desde 2003.  Hoje o benefício chega a 13,9 milhões de famílias, … Continue lendo »
Desemprego hoje

Desemprego hoje

Clemente Ganz Lúcio – As estatísticas sobre emprego e salários continuam a revelar a dramaticidade dos impactos da crise econômica sobre a vida de milhões de brasileiros. Altas taxas de desemprego, que cresceram em ritmo alucinante, aumento da informalidade e da precarização das condições de trabalho, queda dos salários e da massa salarial. Segundo a PnadC … Continue lendo »