A quem serve o Banco Central?

A quem serve o Banco Central?

Paulo Kliass – Para o BC recuperar suas funções de agente democrático, é necessário amortecer a rigidez da política monetária e buscar metas de crescimento econômico. A literatura é vasta em retratar e discutir o funcionamento das agências reguladoras em sua missão institucional no mundo contemporâneo. Esse modelo de organização das novas funções do Estado … Continue lendo »
71 mil brasileiros concentram 22% de toda riqueza; veja dados da Receita

71 mil brasileiros concentram 22% de toda riqueza; veja dados da Receita

Darlan Alvarenga – Esta elite representa 0,3% dos declarantes do imposto de renda em 2013. Nº refere-se a pessoas com renda mensal superior a 160 salários mínimos. Que o Brasil é um país desigual estamos cansados de ouvir. Dados das declarações de imposto de renda divulgados neste mês pela Receita Federal ajudam a conhecer melhor a distribuição … Continue lendo »
Voto é como vacina: tem que ser obrigatório

Voto é como vacina: tem que ser obrigatório

Antonio Lassance – A defesa do voto facultativo é muito bonita. Bonita, ingênua, desinformada e irresponsável. A defesa do voto facultativo é muito bonita. Bonita, ingênua, desinformada e irresponsável. É preciso fazer esse debate com todo o respeito às pessoas que pensam diferente, que são muitas. Mesmo o “irresponsável” que acabei de utilizar tem um … Continue lendo »
De onde veio essa abstenção toda?

De onde veio essa abstenção toda?

Carlos Machado, Danusa Marques e Luiz Augusto Campos – Já não é novidade que, apesar do voto ser obrigatório no Brasil, há uma grande quantidade de pessoas que não vota em qualquer das opções disponíveis para contribuir à definição de representantes, seja com o voto nominal em um/a política/o ou com voto na legenda partidária. Mas as … Continue lendo »
A brutal desigualdade brasileira, em novos dados

A brutal desigualdade brasileira, em novos dados

Róber Iturriet Avila e João Batista Santos Conceição – Gravíssimo: maiores isenções de impostos beneficiam os 0,01% mais ricos, que têm patrimônio médio de R$ 40 milhões. Tributá-los em 20% dobraria arrecadação do Imposto de Renda A ampliação da transparência das declarações de imposto de renda à Receita Federal do Brasil facilitou a mensuração das disparidades … Continue lendo »
Uma crítica aos pressupostos do ajuste econômico

Uma crítica aos pressupostos do ajuste econômico

PEDRO PAULO ZAHLUTH BASTOS e LUIZ GONZAGA BELLUZZO – Autores repelem argumentos de economistas clássicos acerca do papel da austeridade na redução da relação dívida/PIB e na retomada do crescimento. O texto critica a proposta de teto para gastos públicos, que adiaria o reencontro do país com a prosperidade. * Fomos honrados pela citação de nosso artigo … Continue lendo »
Culto ao corpo: retrato de uma obsessão

Culto ao corpo: retrato de uma obsessão

ALFONSO RIVERA – Em que momento a preocupação saudável com a imagem se torna um vício doentio? O centro da vida deles é a academia. Tanto que alguns até sacrificam as relações pessoais em nome de uma corrida interminável em busca de um músculo cada vez mais volumoso. E nunca se contentam com o que têm. … Continue lendo »
Apertem os cintos: estamos entrando na era da pós-verdade

Apertem os cintos: estamos entrando na era da pós-verdade

Carlos Castilho – Pós verdade parece mais uma expressão de impacto para chamar a atenção de um público saturado de informações e inclinado para a alienação noticiosa. Mas o fato é que estamos diante de um fenômeno que já começou a mudar nossos comportamentos e valores em relação aos conceitos tradicionais de verdade, mentira, honestidade e … Continue lendo »
Não verta lágrimas pelo capitalismo

Não verta lágrimas pelo capitalismo

Immanuel Wallerstein – Wallerstein avisa: tornou-se impossível recompor o sistema. As crises, cada vez mais intensas e onipresentes, indicam: virá algo muito melhor ou muito pior. É aí que podemos intervir Os estudiosos da economia global estão lidando com algo que têm dificuldades de explicar. Por que os preços das ações continuam subindo, quando algo chamado … Continue lendo »
Eleições 2016: um desastre e seus siginficados

Eleições 2016: um desastre e seus siginficados

Antonio Martins – Seduzida pelo poder, esquerda afastou-se de seu eleitorado e entregou aos conservadores o voto anti-establishment. Foi massacrada. Será hora de reinventá-la? As forças políticas que deram um golpe de Estado e empossaram um governo ilegítimo, há poucos meses, tiveram ontem uma vitória eleitoral expressiva, em todo o país. Ela pode ser vista por … Continue lendo »