Reforma Trabalhista: 78% das vagas são intermitentes e parciais

Reforma Trabalhista: 78% das vagas são intermitentes e parciais

Barbara Vallejos Vazquez, Euzebio Jorge de Sousa e Ana Luíza Matos de Oliveira – Houve redução da ocupação em geral, mas em especial de empregos com carteira assinada e a sua substituição por contratos atípicos. Com a divulgação do saldo de empregos de julho, tem-se que desde a entrada em vigor da Reforma Trabalhista (Lei 13.467/17) foram … Continue lendo »
Com risco de derrota do PSDB em São Paulo, Dória passa a repetir discursos de seu próprio concorrente

Com risco de derrota do PSDB em São Paulo, Dória passa a repetir discursos de seu próprio concorrente

VICTOR PICCHI GANDIN – Há uma semana, pesquisa Ibope registrada no TSE sob o número BR-07387/2018 mostrou que a disputa para o governo de São Paulo segue indefinida. João Dória (PSDB) e Paulo Skaf (MDB), com respectivamente 21% e 22% das intenções de voto, seguem empatados dentro da margem de erro, estipulada em 3 pontos … Continue lendo »
Vice de Bolsonaro ofende mães solo ao associar seus filhos a “desajustados”

Vice de Bolsonaro ofende mães solo ao associar seus filhos a “desajustados”

Matheus Pichonelli – O general da reserva Hamilton Mourão, candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), afirmou, em encontro com representantes do sindicato do mercado imobiliário, que famílias pobres “sem avô e pai, mas com avó e mãe” são uma “fábrica de elementos desajustados” prestes a serem recrutados pelo tráfico. Poderia estar falando da seleção brasileira … Continue lendo »
Fremdschämen, a constrangedora ‘aula’ sobre nazismo dos brasileiros aos alemães

Fremdschämen, a constrangedora ‘aula’ sobre nazismo dos brasileiros aos alemães

MARINA ROSSI e REGIANE OLIVEIRA – O termo alemão para “vergonha alheia” resume o que foi a enxurrada de críticas de internautas brasileiros a um vídeo da Embaixada alemã afirmando que nazismo é de direita. Uma palavra sintetiza a aula sobre nazismo que um grupo de brasileiros tentou dar aos próprios alemães na Internet: fremdschämen (vergonha alheia). O que era para … Continue lendo »
7 motivos que fizeram os alemães embarcarem na loucura de Hitler

7 motivos que fizeram os alemães embarcarem na loucura de Hitler

Eduardo Szklarz – Entenda por que a sociedade alemã, que produziu tantos filósofos e artistas, apoiou os devaneios de Adolf Hitler e seus asseclas. Como uma sociedade tão sofisticada quanto a alemã foi capaz de dar suporte às barbaridades cometidas pelo regime nazista? Não é possível isentar o povo de responsabilidade, alegando que ninguém sabia o … Continue lendo »
O próximo imperialismo

O próximo imperialismo

Raúl Zibechi – Antes do final deste século a China será o novo poder hegemônico, superando os Estados Unidos como líder do mundo, e a única dúvida é se haverá guerra nuclear durante o processo. Parece curioso que boa parte da esquerda do mundo observe com simpatia ou neutralidade esta ascensão que tende a transformar … Continue lendo »
Vítima da ditadura chilena conta como foi abusada pelo pai e viu a mãe ser levada por torturadores

Vítima da ditadura chilena conta como foi abusada pelo pai e viu a mãe ser levada por torturadores

AP – Seu comandante gritou: “Dominem a menina!” e “O Cão” Pienovi obedeceu. Vittoria, sua filha de nove anos, chorava e se debatia porque dois militares da Marinha haviam acabado de levar sua mãe embora. Pienovi sabia que “dominar” significava “estuprar” sua própria filha. Na vida de Vittoria, a repressão não estava nas ruas, mas … Continue lendo »
50% do trabalho no Brasil pode ser feito por robô, diz estudo

50% do trabalho no Brasil pode ser feito por robô, diz estudo

Natália Portinari – O setor com maior percentual de empregos automatizáveis no Brasil é a indústria, com 69% dos postos. Em seguida, ficam hotelaria e comida (63%) e transporte e armazenamento (61%). “Todos os países estão passando por redução de empregados na indústria e migração para os serviços”, afirma Bruno Ottoni, pesquisador de economia aplicada do FGV/Ibre (Instituto Brasileiro … Continue lendo »
A Justiça Do Capital Nunca Tarda Nem Falha: Sempre Ferra O Trabalhador

A Justiça Do Capital Nunca Tarda Nem Falha: Sempre Ferra O Trabalhador

Acrísio Mota – Sorrateiramente, na sombra de tantos fatos ligados ao circo das eleições gerais no Brasil – este alçapão democrático no qual a burguesia e colaboracionistas do capital atraem e mantém desacordado o proletariado – a justiça brasileira mostrou para que e para quem a justiça em geral existe. Com a aprovação da chamada … Continue lendo »
COMO COCA-COLA, BUNGE E 110 EMPRESAS GANHAM COM O PIOR DA BANCADA RURALISTA

COMO COCA-COLA, BUNGE E 110 EMPRESAS GANHAM COM O PIOR DA BANCADA RURALISTA

Bruna de Lara – A CADEIRA OCUPADA pelo deputado federal Nelson Marquezelli no Congresso parece servir a um único objetivo: beneficiar seus negócios privados. Às vezes, o esforço é escrachado. Produtor de laranjas, o parlamentar do PTB paulista já tentou tornar o suco da fruta “bebida oficial” do governo federal e item obrigatório nas merendas. Fracassou. Mas, junto à … Continue lendo »
Eduardo Viveiros de Castro: “Gostaria que o Museu Nacional permanecesse como ruína, memória das coisas mortas”

Eduardo Viveiros de Castro: “Gostaria que o Museu Nacional permanecesse como ruína, memória das coisas mortas”

Alexandra Prado Coelho – Eduardo Viveiros de Castro, 67 anos, é um dos mais conhecidos antropólogos brasileiros, autor de vários livros e do conceito de perspectivismo ameríndio [teoria a partir da visão ameríndia do mundo], e professor do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a instituição que na noite de domingo para segunda-feira … Continue lendo »
Deixar em ruínas

Deixar em ruínas

Vladimir Safatle – O país está queimando enquanto nossos bancos batem recordes obscenos. Dificilmente alguém conseguiu sintetizar de forma tão precisa a atitude a tomar diante da destruição do Museu Nacional como o antropólogo Eduardo Viveiros de Castro. Segundo ele, as ruínas do museu deveriam ser deixadas como estão, a destruição deveria ser eternamente lembrada. Nada deveria … Continue lendo »
Lutas sociais no Sul global

Lutas sociais no Sul global

Nesta quarta aula da série ENTENDENDO O PRECARIADO, Ruy Braga faz um balanço das configurações assumidas pelas lutas sociais no Sul global com a crise da globalização neoliberal e a precarização do trabalho dela decorrente. Como nos capítulos anteriores, a análise é calcada num estudo comparativo de três sociedades nacionais: Brasil, África do Sul e … Continue lendo »
Precarização no Sul global

Precarização no Sul global

Nesta terceira aula da série ENTENDENDO O PRECARIADO, Ruy Braga faz um balanço dos processos de precarização do trabalho decorrentes da implementação do neoliberalismo no Sul global. Como nos capítulos anteriores, a análise é calcada num estudo comparativo de três sociedades nacionais paradigmáticas: Brasil, África do Sul e Portugal.
Neoliberalismo no Sul global

Neoliberalismo no Sul global

Nesta segunda aula da série ENTENDENDO O PRECARIADO, Ruy Braga discute o saldo da implementação neoliberalismo na semiperiferia do capitalismo através de uma análise comparativa de três sociedades nacionais: Brasil, África do Sul e Portugal.

Entre em contato

Galerias

Arquivo

Postagens anteriores

Busca