E o vento levou: quase cinco anos da Primavera Árabe

E o vento levou: quase cinco anos da Primavera Árabe

Moulay Hicham– Após a onda de revoltas iniciada na Tunísia em janeiro de 2011, a Primavera Árabe parece encurralada entre duas ameaças: o retorno dos Estados autoritários e o risco jihadista. Entretanto, a exigência por dignidade e a aspiração por liberdade não desapareceram no seio da população O mundo árabe enfrenta desafios que parecem insuperáveis, os … Continue lendo »
É preciso uma política

É preciso uma política

Paul Krugman – Os políticos dos Estados Unidos adoram assumir a pose de defensores dos valores familiares. Infelizmente, essa pose muitas vezes, talvez costumeiramente, revela notável hipocrisia. E não, não estou falando do contraste entre as poses assumidas em público e o comportamento pessoal, ainda que esse contraste possa ser extremo. O que espanta mais: o … Continue lendo »
Envolvido em corrupção, Congresso brasileiro é circo que tem até seu próprio palhaço

Envolvido em corrupção, Congresso brasileiro é circo que tem até seu próprio palhaço

Andrew Jacobs – Um dos espetáculos há mais tempo em exibição no Brasil conta com um número desconcertante de personagens cuja teatralidade aparece em milhões de televisores quase toda noite. O elenco em constante mudança de 594 integrantes e inclui suspeitos de homicídio e tráfico de drogas, ex-jogadores de futebol, um campeão de judô, um … Continue lendo »
Na Síria, uma saída política bastante incerta

Na Síria, uma saída política bastante incerta

Akram Belkaïd – Os países ocidentais gostariam de destruir a Organização do Estado Islâmico sem levar a cabo uma intervenção terrestre, o que tornaria obrigatória a reunificação das principais facções armadas sírias e a instalação de um processo político de transição. Mas tal cenário ignora diversas realidades No dia seguinte aos atentados de 13 de … Continue lendo »
“Temer está dizendo que o povo não cabe no orçamento público”

“Temer está dizendo que o povo não cabe no orçamento público”

Ingrid Matuoka — Daniel Cara, coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, analisa os possíveis cortes em investimentos na educação brasileira O presidente interino Michel Temer mal ocupara o cargo com seus 24 ministros quando começaram a surgir as primeiras notícias dos planos de seu escolhido, José Mendonça Bezerra Filho (DEM-PE), para a pasta da Educação e Cultura — … Continue lendo »
Não, o Estado brasileiro NÃO é grande

Não, o Estado brasileiro NÃO é grande

André Levy – Que grande Estado é esse que não coleta esgoto de metade da população, que deixa 3 de cada 4 cidadãos à mercê de um sistema de saúde precário, e em que mais da metade dos escolarizados são analfabetos funcionais? Quando se fala de tamanho do Estado no Brasil, frequentemente refere-se à carga tributária. E … Continue lendo »
Perda de liberdade sem aumento da segurança

Perda de liberdade sem aumento da segurança

Patrick Baudouin – Enquanto a facilidade com a qual circulam jihadistas salienta a insuficiência dos meios colocados a serviço da justiça, o governo responde com a privação de direitos: a prolongação do estado de emergência. Ganhando espaço sobre as liberdades fundamentais, ele faz o jogo daqueles que combatem a democracia pelo terror Diante do aumento do terrorismo, … Continue lendo »
A economia dos quilombos

A economia dos quilombos

MÁRCIO FERRARI – Trocas de excedentes agrícolas com o entorno ainda sobrevivem nas comunidades rurais negras da atualidade Saída de escravos da senzala para a roça em 1861: atividade agrícola serviria de aprendizado para sustento econômico dos quilombos Há no Brasil hoje, segundo levantamento do pesquisador Flávio dos Santos Gomes, quase 5 mil comunidades negras rurais … Continue lendo »
Democracia sem democratas

Democracia sem democratas

José Carlos Peliano – O afastamento da presidenta Dilma de seu cargo simboliza a hipócrita, espúria e impiedosa virada de mesa do incipiente processo democrático no País. O afastamento da Presidenta Dilma do cargo não apenas retira temporariamente seu mandato concedido por 54 milhões de eleitores, ele simboliza hipócrita, espúria e impiedosamente a virada de … Continue lendo »
Cinco conflitos entrelaçados

Cinco conflitos entrelaçados

Pierre Conesa – O entusiasmo quase unânime dos líderes políticos pela “guerra” traduz um grave desconhecimento da realidade do terreno. Decidido em 2014, depois da tomada de Mossul e na emoção suscitada pelas decapitações, o engajamento militar ocidental acrescenta uma quinta camada a uma sobreposição de conflitos que inflamam o território. Em 1979, a Revolução Iraniana instaurava um … Continue lendo »