“A Globo é a responsável pelo não aprofundamento da democracia no Brasil”

“A Globo é a responsável pelo não aprofundamento da democracia no Brasil”

Rafael Tatemoto – Laurindo Lalo Leal Filho é professor aposentado da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Seu principal objeto de estudo tem sido a análise de políticas públicas de comunicação, em especial para a televisão. Publicou, entre outros, os livros “Atrás das Câmeras: relações entre Estado, Cultura e Televisão” e “A … Continue lendo »
O significado do banco asiático

O significado do banco asiático

Antonio Gershenson – Banco de Investimentos e Infraestrutura da Ásia é mais uma parte do cenário de desenvolvimento que se desenha para o mundo todo nas próximas décadas Na edição dominical de 16 de novembro de 2014, anunciamos a fundação do Banco de Investimentos e Infraestrutura da Ásia (AIIB, por suas iniciais em inglês). Iniciativa que terá na China … Continue lendo »
Além de tudo, dissimulados

Além de tudo, dissimulados

Caetano Manenti – Lista com nomes de navios negreiros escancara cinismo dos comerciantes de seres humanos no Oceano Atlântico. Não há páginas da história da escravidão que não nos envergonhe. Essa, talvez ainda pouco abordada, trata dos dissimulados nomes que os donos das embarcações davam aos seus infernos flutuantes, os navios negreiros — ou navios “tumbeiros”, que vem … Continue lendo »
É pau, é pedra, é o fim de um caminho

É pau, é pedra, é o fim de um caminho

César Benjamin – A crise, a dissolução da esquerda e o legado conservador do lulismo Um dos estilos mais típicos da oratória antiga eram os chamados discursos epidícticos, nos quais o tribuno apenas enfatizava aquilo que as plateias esperavam ouvir. Tratava-se, principalmente, de elogiar o elogiável, exaltando as qualidades de um homem ilustre recém-falecido, enaltecendo … Continue lendo »
Brasil ainda tem “sentimento saudosista da escravidão”, diz pesquisadora

Brasil ainda tem “sentimento saudosista da escravidão”, diz pesquisadora

Mel Bleil Gallo – À frente de estudo sobre preconceito contra domésticas, Juliana Teixeira diz que ‘empoderamento’ das empregadas contribui para acirramento das relações com patrões Prestes a concluir seu doutorado em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Juliana Teixeira pesquisa “as artes e práticas cotidianas de viver, resistir, cuidar e fazer das empregadas … Continue lendo »
O racha

O racha

Janio de Freitas – O nonsense da situação fechou o seu círculo: os algozes é que se dividem, incapazes de entender-se sobre suas acusações porque desentendidos sobre fatos e problemas de que nem são parte. Também não é nos acusados que se vê o cenário de “salve-se quem puder”. Os conflituosos do PSDB, em torno … Continue lendo »
Bancos internacionais, mas independentes do império

Bancos internacionais, mas independentes do império

Antonio Gershenson – Os EUA estão desconfortáveis com o novo Banco de Investimentos e Infraestrutura da Ásia, pois ele poderá ocupar um vácuo deixado pelo Banco Mundial. No dia 24 de outubro de 2014, foi criado oficialmente o Banco de Investimentos e Infraestrutura da Ásia (AIIB, por suas iniciais em inglês), órgão que, segundo a imprensa internacional, … Continue lendo »
Novas vestes

Novas vestes

André de Oliveira – Para escritor, tráfico de pessoas, pirataria, escravidão e outros antigos dramas africanos continuam bem vivos – apenas trocaram de roupa. Vicissitude. O dicionário define a palavra como uma sucessão de alternâncias, instabilidade que conduz à imprevisibilidade e condição que contraria ou é desfavorável a algo ou alguém. A história da África … Continue lendo »
A cultura capitalista é anti-vida e anti-felicidade

A cultura capitalista é anti-vida e anti-felicidade

Leonardo Boff – A demolição teórica do capitalismo como modo de produção começou com Karl Marx e foi crescendo ao longo de todo o século XX com o surgimento do socialismo. Para realizar seu propósito maior de acumular riqueza de forma ilimitada, o capitalismo agilizou todas as forças produtivas disponíveis. Mas teve como consequência, desde o … Continue lendo »
O Brasil dos linchamentos

O Brasil dos linchamentos

 Thais Paiva – O caso que ganhou repercussão nacional, infelizmente, está longe de ser um episódio isolado de crueldade. O Brasil está entre os países que mais cometem esse tipo de ato violento no mundo: são quatro linchamentos e tentativas de linchamento por dia. Apenas nos últimos 60 anos, ao menos 1 milhão de brasileiros participou de ações de … Continue lendo »
Apple: vivemos o momento em que uma marca se transforma em religião

Apple: vivemos o momento em que uma marca se transforma em religião

Leonardo Sakamoto – Quando, daqui a dois séculos, analisarem os sinais da derrocada da nossa civilização de consumo desvairado, certamente cenas protagonizadas nas portas de lojas da Apple serão resgatadas pelos historiadores. Para marcar o momento em que a marca virou religião. Gritos de “São Paulo”, “Morumbi” e “abre” foram entoados pelas cerca de mil pessoas … Continue lendo »
Tribos de contrabandistas aproveitam vazio de poder para o tráfico de imigrantes

Tribos de contrabandistas aproveitam vazio de poder para o tráfico de imigrantes

RITA SIZA – Instabilidade na Líbia deixou terreno livre para a atividade das redes criminosas que se dedicam ao tráfico humano pelo Mediterrâneo. Negócio é alimentado pela pobreza e desespero das populações em fuga da guerra. As “autoridades” alternativas da Líbia responderam esta quinta-feira às iniciativas discutidas pelos parceiros europeus no âmbito do seu renovado combate … Continue lendo »