Sob as lentes da Cultura Pop, as contradições e as desigualdades sociais

Sob as lentes da Cultura Pop, as contradições e as desigualdades sociais

João Vitor – Thiago Soares, interessando em objetos de pesquisa voltados ao consumo popular, percebe as engrenagens das negociações culturais entre os centros hegemonizados e as periferias. Definir de forma sumária a Cultura Pop está longe de ser um exercício simples. Pensá-la a partir de noções já estabilizadas no âmbito dos estudos de Comunicação, pode … Continue lendo »
O Brasil de cara contra o muro

O Brasil de cara contra o muro

Café Filosófico – Em um dos momentos de crise mais complexos da sua história, o Brasil sofre com problemas que alimentam ainda mais o difícil cenário já instalado. A falta de disposição ao diálogo, a busca por culpados e a transformação da política em algo menor, supostamente sem importância para a vida coletiva e individual, … Continue lendo »
As avós desempenharam um papel crucial na evolução humana

As avós desempenharam um papel crucial na evolução humana

Pensar Contemporâneo – Por muitos anos, antropólogos e biólogos evolucionários não foram capazes de explicar o “porquê” da menopausa. Como poderia ser benéfico para as mulheres deixar de poder ter filhos, quando ainda restam décadas para viver? A menopausa também é um estágio único presente apenas na vida humana, não é compartilhada com nossos parentes … Continue lendo »
Década vê explosão de milionários e desigualdade que ameaça democracias

Década vê explosão de milionários e desigualdade que ameaça democracias

Jamil Chade – A década termina com uma persistência da concentração de riqueza no mundo, o aumento da desigualdade em diversas economias e uma classe média cada vez mais espremida, principalmente nos países ricos. Dados publicados pelas principais entidades internacionais, bancos e por ONGs confirmam: entre 2010 e 2019, os ricos ficaram mais ricos. Em … Continue lendo »
Tombo duplo: Brasil está mais desigual e com desenvolvimento estagnado, diz ONU

Tombo duplo: Brasil está mais desigual e com desenvolvimento estagnado, diz ONU

Oxfam – Caímos uma posição no ranking do IDH (que mede o desenvolvimento do país) e 23 quando esse índice é ajustado pela desigualdade. Já somos o 7o. mais desigual do mundo. O Brasil tomou um tombo duplo esta semana nos indicadores que medem o desenvolvimento e revelam o estado das desigualdades do país. O … Continue lendo »
Narcisismo – sinal de perigo

Narcisismo – sinal de perigo

Mente e Cérebro – Narcisismo: a opinião excessivamente positiva a respeito das próprias habilidades prejudica o senso crítico e favorece decisões precipitadas e comportamentos impulsivos, o que pode levar a pessoa a se colocar em situações desconfortáveis ou até mesmo perigosas. Não raro, pessoas com traços narcísicos marcantes se colocam em situações que prejudicam a … Continue lendo »
Não é graças ao capitalismo que estamos vivendo mais, mas graças a políticas progressistas

Não é graças ao capitalismo que estamos vivendo mais, mas graças a políticas progressistas

Jason Hickel – Ignore o conto de fadas habitual. Democracia, Sindicatos, Saúde e Educação: Essas são as forças que realmente importam. Nos últimos anos, comentaristas de renome, como Steven Pinker, Jordan Peterson e Bill Gates, têm invocado o progresso nas expectativas de vida em nível global para defender o capitalismo contra uma onda crescente de críticos. Certamente há muito o … Continue lendo »
O sujeito moderno e o mal-ser na sociedade do desamparo

O sujeito moderno e o mal-ser na sociedade do desamparo

Flávia Andrade Almeida – O capitalismo se radicalizou de tal modo que não se utiliza mais somente as potências do corpo, mas implica-se a subjetividade em ideais competitivos. A construção da subjetividade humana é atravessada pelos valores éticos, morais, culturais e pela racionalidade política de cada época. E para diversos pensadores, como Michel Foucault, o … Continue lendo »
Aumento da miséria extrema, informalidade e desigualdade marcam os dois anos da Reforma Trabalhista

Aumento da miséria extrema, informalidade e desigualdade marcam os dois anos da Reforma Trabalhista

LIANA COLL – “A nova legislação criará novas relações trabalhistas adequadas à realidade atual, preparando o mercado para as demandas do presente e exigências do futuro”, dizia, em pronunciamento realizado em 2017, o então presidente Michel Temer, em seguida da aprovação da Reforma Trabalhista. Dois anos após a vigência da Lei 13.467, os recordes de informalidade … Continue lendo »