Hidrelétrica das Três Gargantas: obra-prima ou desastre iminente?

Ademilson Ramos – Três Gargantas, no rio Yangtze na China é a maior usina hidrelétrica do mundo. Levou 40.000 trabalhadores para construí-la ao longo de 17 anos, a um custo estimado de 28 bilhões de dólares, o custo real é desconhecido. É a estrutura de concreto de maior massa na Terra.

A visão desta barragem gigante começou a aparecer na mente de Sun Yat-sen em O Desenvolvimento Internacional da China , em 1919. No entanto, a construção real da barragem começou em 1992, quando foi aprovada pelo Congresso Nacional do Povo.

Three Gorges Dam

O povo chinês e o governo estão orgulhosos do sucesso da barragem e consideram que é uma obra-prima da engenharia chinesa. É um farol de energia renovável e substituiu a queima de 30 milhões de toneladas de carvão por ano.

A barragem é feita de uma enorme quantidade de concreto e aço. São mais de 2,2km de comprimento e o topo da barragem é 185 metros acima do nível do mar. O projeto utilizou 16 milhões de metros cúbicos de concreto e aço, o suficiente para construir 63 torres Eiffel.

Seus 34 geradores, cada um pesando 6.000 toneladas, produzem uma capacidade total de energia de 22.500 MW, que é energia elétrica suficiente para 60 milhões de chineses.

Gerador da Hidrelétrica das Três Gargantas

Gerador da Hidrelétrica das Três Gargantas

A Barragem das Três Gargantas também possuem elevadores para navio que usam o rio Yangtze.

A construção da barragem deslocou mais de 1,3 milhão de pessoas e destruiu muitas áreas de escavação histórica. Cem trabalhadores foram mortos durante a sua construção. Mas o problema está mesmo nas questões ambientais, que está começando a mostrar sinais de vulnerabilidade.

A verdade é que ninguém sabe que tipo de impacto a longo prazo a barragem tão gigantesca terá sobre o meio ambiente. Parece que as populações de peixes estão em declínio e a poluição está aumentando porque a natureza de auto-limpeza do rio foi sufocada pela barragem.

O acúmulo de pressão sobre a terra onde o reservatório da barragem está, tem causado muitos deslizamentos de terra. Além disso, o reservatório de água fica em cima de duas linhas de falhas diferentes e tem sido responsabilizado por um aumento da atividade sísmica.

Os engenheiros da barragem planejaram maneiras para alguns dos sedimentos, estes responsáveis para a vida do rio, passar através da barragem, mas estimam-se que 30 a 60% dos mesmos ainda permanecem preso atrás da barragem. Isso está causando muitos tipos de problemas no ecossistema.

Talvez o risco mais devastador reside na possibilidade da barragem se ruir  em algum ponto devido à atividade sísmica ou algum outro enfraquecimento na própria estrutura. Tal inundação seria em uma escala que nunca foi vista antes.

O futuro irá revelar a resposta para a pergunta que este artigo faz.

Hidrelétrica das Três Gargantas: obra-prima ou desastre iminente?

Professor, mestre em geografia urbana pela USP e criador do site Controvérsia e escreve semanalmente.

Responda